Todos se comunicam, poucos se conectam, de John Maxwell


Vivemos em uma era visual. As pessoas passam horas vendo YouTube, Facebook, Vimeo, PowerPoints, videogames, filmes e outras mídias. Você pode certamente entender a importância do que pode ser visto em nossa cultura. As pessoas esperam que qualquer tipo de comunicação seja uma experiência visual.
Todas as vezes que você estiver na frente de outras pessoas para se comunicar — independentemente do local, em um palco, em uma reunião, em um campo ou em uma mesa de café — a impressão visual que você causa ajudará ou atrapalhará você.
Se você quer aumentar sua habilidade de se conectar com as pessoas visualmente, então considere o seguinte conselho:
Elimine distrações pessoais. Se você estiver bem arrumado e usando a roupa certa para sua situação, então é um bom começo.
Pergunte a familiares ou amigos pessoais se você regularmente mostra algum comportamento que tire a atenção e o foco do que você quer comunicar.
Expanda sua gama de expressões. E embora estejamos atentos ou não, também transmitimos mensagens com nossas expressões faciais. Mesmo as pessoas que se orgulham de não demonstrar emoções e que dão duro para não abrir um sorriso nem deixar que os outros saibam o que estão pensando, estão transmitindo uma mensagem para os outros — desligamento. E isso torna o conectar-se com os outros quase impossível.
Se seu rosto, de alguma maneira, “fala” por você, melhor que ele comunique algo positivo. Não importa quem você é ou com quem você está tentando se comunicar, pode melhorar sua habilidade de sorrir para as pessoas e ser Se seu rosto, de alguma maneira, “fala” por você, melhor que ele comunique algo positivo. expressivo. Mesmo que trabalhe em um ambiente rígido ou em uma cultura corporativa fechada, você não precisa manter uma expressão sisuda o tempo todo.
Mexa-se com um senso de objetivo. Já ouvi dizer que ladrões e assaltantes de carteiras escolhem suas vítimas de acordo com a linguagem corporal delas. Se alguém caminha ligeiro, de forma confiante e alerta, os assaltantes, com frequência, os deixam seguir adiante e procuram por outra vítima — alguém que não ande de forma confiante e esteja distraído. O movimento sempre transmite uma mensagem clara quando alguém quer se comunicar.
Mantenha uma postura aberta. Barreiras físicas são sempre alguns dos grandes obstrutores da conexão para alguém tentando se comunicar. Todas as vezes que você remove obstáculos e reduz a distância, a conexão se torna mais fácil. E o toque físico elimina toda a distância. Um aperto de mão, um tapinha nas costas ou um abraço podem fazer muito para promover uma conexão.
Preste atenção aos seus arredores. Se você deseja se conectar, não pode se dar ao luxo de ignorar seu ambiente. Isso vale até mesmo se lhe tiverem solicitado a falar profissionalmente.
Você não pode supor que um ambiente será condutor para uma conexão, mesmo se tiver sido supostamente criado para a comunicação. Por isso, sempre tento conhecer o lugar reservado para uma palestra com antecedência. Quero garantir que nada na arrumação do auditório atrapalhe meu tempo com a plateia.
Se você quiser se conectar com os outros, precisa estar disposto a fazer ajustes. Se estiver tentando se conectar em casa com seu marido ou esposa, desligue a televisão. Se estiver planejando almoçar com um colega ou cliente, escolha um lugar silencioso o bastante para você conduzir uma conversa.

Comentários

Postagens mais visitadas