Postagens

Mostrando postagens de 2007

Tenhamos uma espiritualidade viva

Imagem
Espiritualidade viva é mais que viver física, intelectual ou emocionalmente. Espiritualidade viva envolve todo o processo de depender exclusivamente de Deus (NOUWEN, Cartas a Marc sobre Jesus. São Paulo: Loyola, 1999, p. 11).
É esta espiritualidade viva que tem faltado em nossa vida para entendermos o centro da nossa humanidade diante do criador. Esta espiritualidade viva tem todo o propósito e direção para a vida. Essa espiritualidade viva tem a ver com o coração da existência. É um coração que entende os sentimentos com a direção de Deus. Um coração que anda em função do tempo de Deus. E a verdade é que não temos vivido essa espiritualidade como centro em nossa vida e, por isso, não entendemos as vezes, a realidade do Reino de Deus.
Vivemos no tempo chamado “agora”. O tempo do controle remoto que quer as coisas para já e nunca para amanhã. Vivemos no tempo em que criamos instituições cristãs absolutamente tecnológicas e não vivas pela fé.
O tempo humano nos torna sul real. Então precis…

Lançamento do Livro: "Conselhos para uma vida sábia"

Quero convidá-los juntamente com suas famílias para o lançamento do novo livro que escrevi.
Será na IP Pirituba nos dias 14 e 15 de março de 2008.
Na sexta-feira dia 14.03 será às 20:00 horas e teremos a pregação pelo Pr. Hernandes Dias Lopes e a participação de Ane e Josias (Banda Ágape).
No sábado dia 15.03 será às 19:00 horas e teremos a pregação pelo Pr. Nelson Taibo e a participação de Ane e Josias (Banda Ágape).
Não deixe de participar deste tempo precioso e agende estas datas agora.
Um abraço e até lá se o Pai permitir...

IGREJA PRESBITERIANA DE PIRITUBAR.

Diga não para a imoralidade

Imagem
- Texto da reflexão: Porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos, e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si; pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém. Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza; semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro (Rom. 1.21-27).

Aprend…

Descendo as próprias profundezas da alma

Imagem
- Texto reflexão: Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus, por Jesus Cristo nosso Senhor! De modo que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado (Rom. 7.24-25).

Jesus coloca a unidade com o Pai como modelo para nossa experiência de unidade. E para isto ele tem que descer para experimentar todas as limitações humanas. Ele tem que abrir mão da sua própria glória, ele tem que se esvaziar completamente.
A primeira condição para termos esta unidade como membros do corpo de Cristo é descermos as nossas próprias profundezas, as nossas raízes terrenas[1]. Devemos descer a nossa própria escuridão, ao reino das sombras da nossa alma. E lá veremos tudo o que não queremos aceitar em nós. Veremos que há uma luta entre a carne e o Espírito. Veremos que há maldade no nosso interior, veremos o quanto carecemos de uma graça celestial para nos moldar a fim de praticarmos mais o bem.
Agostinho dizia que Jesus é a escada que inter…

Só vasos de barro são usados pelo tesouro que é Cristo

Imagem
- Texto para reflexão: Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós (II Cor. 4.7).

O que é um vaso de barro? É um instrumento vazio de barro, frágil. Ele não é como ferro, metal ou bronze. O barro se espatifa á toa. Basta cair da mão do oleiro e pronto. O barro ainda cru é inconsistente a pressões. Ele não tem história que o sustente como objeto. O barro não tem valor e não é objeto de desejo nem de disputas. Não há guerras entre nações do mundo por causa do barro. Por causa do ouro sim, petróleo sim, mas barro não é raridade. Só o oleiro pode agregar valor ao barro. Fazendo do barro um vaso, algo de valor. O barro não tem vontade própria. O barro precisa de um acontecimento (chuva, deslizamento), para sair do anonimato (barranco). Se alguém não tira do barranco o barro continuará sendo barro pra sempre. Precisamos aprender que na nossa vida espiritual Deus valoriza mais o tesouro da sua graça do que os meros barros que somos, d…

Sejamos pessoas simples e que reconhecem as limitações

Imagem
- Texto para reflexão: “Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar" (II Cron. 7.14).

Há uma pessoa que marca a história humana. Esse homem é real e não é mentira. O nome dele é Frank Laubach. Ele viveu 85 anos e morreu no dia 11 de junho de 1970. Ele viveu um cristianismo como jamais vimos. Foi um dos cristãos que mais viajou e ficou conhecido em quase todos os lugares da terra. Inúmeras honras foram concedidas a ele. Escreveu mais de 50 livros que tiveram influência de escola mundial. Mas, quando ele recebeu o prêmio de homem do ano, as suas humildes palavras foram: O Senhor não quer contar os meus troféus, mas minhas cicatrizes no Reino dele” (LAUBACH, 2004, p. 18).
Quando Deus convida o povo de Israel ele espera essa humildade, esse reconhecimento das limitações e impotência do seu povo em seguir a jornada sozinho. Deus nos convida hoje para cuidarmos do seu jardim reconhecendo a nossa limitação e impotência. Como precisamos nos humilhar na presença dele como fazia D…

Esperemos somente no Pai Celestial

Imagem
-Texto para reflexão: “Somente em Deus espera silenciosa a minha alma; dele vem a minha salvação. Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é ele a minha fortaleza; não serei grandemente abalado. Até quando acometereis um homem, todos vós, para o derrubardes, como a um muro pendido, uma cerca prestes a cair? Eles somente consultam como derrubá-lo da sua alta posição; deleitam-se em mentiras; com a boca bendizem, mas no íntimo maldizem. Ó minha alma, espera silenciosa somente em Deus, porque dele vem a minha esperança. Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é a minha fortaleza; não serei abalado. Em Deus está a minha salvação e a minha glória; Deus é o meu forte rochedo e o meu refúgio. Confiai nele, ó povo, em todo o tempo; derramai perante ele o vosso coração; Deus é o nosso refúgio. Certamente que os filhos de Adão são vaidade, e os filhos dos homens são desilusão; postos na balança subiriam; todos juntos são mais leves do que um sopro. Não confieis na opressão, nem vos vanglor…

Você está motivado para 2008?

Imagem
Neste ano de 2007 houve muitas crises e lutas. Muitos de nós tivemos medo quando fomos expostos a várias situações. Alguns foram alvos de cobranças por resultados, levaram broncas por não ter atingido as metas. No trabalho alguns tiveram a exigência de trabalhar mais horas. Pois bem, o grande desafio é ver essa pressão nossa de cada dia como um incentivo positivo à criatividade, não deixando que ela nos roube a qualidade de vida espiritual em 2008. Às vezes, isso parece impossível, mas não podemos deixar que as pressões funcionem como constantes ameaças que paralisam e geram medo e um sentimento de inutilidade e impotência em nós.
A Bíblia tem uma porção profunda de motivação para o nosso coração mesmo no meio das nossas lutas e crises. Aliás, o nosso tema para 2008 é bem por aí: “Buscando refrigério e renovação na presença de Deus”. Ele é baseado em Neemias 6.9b. O texto nos fala da motivação que vem de Deus. Neemias pede isto para Deus. Ele pede o fortalecimento para a obra e desta m…

O Natal de uma mulher piedosa

Imagem
Texto para reflexão:Havia também uma profetisa, Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era já avançada em idade, tendo vivido com o marido sete anos desde a sua virgindade e era viúva, de quase oitenta e quatro anos. Não se afastava do templo, servindo a Deus noite e dia em jejuns e orações. Chegando ela na mesma hora, deu graças a Deus, e falou a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém (Lucas 2.36-38).

Os meios de comunicação tornaram a comemoração do nascimento de Cristo num mercado que privilegia os ricos, oprime os da classe média e exclui os pobres. A festa de Natal tem o seu ápice nas festas e no exagero das compras. Na hora da “Ceia Natalina”, Jesus não é nem citado, mas perto da meia noite, o “Papai Noel” é esperado com ansiedade. As crianças ficam na expectativa e os adultos ficam emocionados por verem a alegria das crianças. Alegria essa colocada no materialismo dos produtos comprados.
Só que quando olhamos para esta senhora chamada Ana, percebemo…

O cuidado de Deus na nossa vida

Imagem
- Texto para reflexão: O Senhor, Deus do céu, que me tirou da casa de meu pai e de minha terra natal, e que me falou, e jurou, dizendo: À tua descendência darei esta terra, ele enviará o seu anjo, que há de preceder, e tomarás de lá esposa para o meu filho (Gênesis 24.7).

O patriarca Abraão estava idoso e avançado nos anos e o Deus da aliança já havia abençoado demais a ele. Ele tinha visto os milagres extraordinários da parte do Deus de Israel. Ele tinha experimentado de perto a grande graça de Deus na vida. Ele quer continuar sua dependência de Deus e deseja ver a bênção do eterno sobre a vida de seu filho Isaque. Está chegando o tempo de chegar a sua partida da terra, e ele se preocupa com o futuro de Isaque no cumprimento do pacto diante de Deus. Então ele chama o servo da sua casa e num ato de juramento ele pede para Eliézer ir a parentela dele buscar uma esposa para Isaque. E Abraão diz algumas palavras que demonstram o cuidado de Deus na sua vida:

· O Senhor Deus do céu o tirou d…

Um coração voltado para a oração e para a Escritura

Imagem
- Texto para reflexão: Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Jesus Cristo (II Timóteo 2.1).

Quando lemos diversos textos das Sagradas Escrituras, percebemos que o convite de Jesus é para nos envolver com a oração, com um coração voltado para as Escrituras.
O apóstolo Paulo mostra o quanto ele é fraco na presença de Deus. E diz que o que mais se orgulhava era nas suas fraquezas e nas suas limitações. A sua consciência era de que o seu papel deveria ser o de ministro de Cristo. A visibilidade da sua vida era Cristo. O espinho na carne foi para que ele não vivesse em função dele mesmo, e sim, da graça de Cristo. Ele entendeu que era o poder de Deus que atuava, era a graça que atuava, Paulo era apenas servo de Deus. Então passa a se orgulhar na sua própria fraqueza e não no status do seu ministério.
Através da sua fraqueza a glória de Deus se manifestava em Paulo. Exatamente por isso, ele teve a autoridade de exortar o jovem pastor Timóteo com essas palavras verdadeiras e pr…

Tenhamos Jesus como ícone da nossa vida

Imagem
- Texto para reflexão: Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração. E é por Cristo que temos tal confiança em Deus (II Coríntios 3.2-4).

A Palavra mostra que somos guiados pela nossa experiência comum. Como é que pensamos a respeito de Deus vivendo em São Paulo em pleno Século XXI? Essa é uma pergunta muito importante quando pensamos em Deus fazendo sentido no mundo em que vivemos. Porque estamos interessados, é lógico, na coerência e na inteligibilidade da nossa fé no mundo de hoje. E por isso, precisamos de um Deus a quem sirvamos no hospital, no escritório, na escola e em qualquer lugar da nossa vida. Queremos perceber que Deus está vivo em todas essas circunstâncias da nossa vida.
O que precisamos entender é que há uma necessidade da nossa fidelidade ao testemunho bíblico de tal maneira, que não permitimos que as metáforas novas do mundo…

Cuidado com a subjetividade na espiritualidade

- Texto para reflexão: Dispõe-te, resplandece, porque vem a luz, e a glória do Senhor nasce sobre ti (Isaías 60.1).

No começo do século passado houve grandes conceitos que marcaram a história cristã: conversão, vida santa, princípios morais e espirituais, e honestidade. Tudo isso foi incorporado pela cultura subjetiva. Hoje cada indivíduo pode encontrar o seu próprio jeito de expressar a sua fé. Temos aquilo que alguns pensadores têm chamado de: espírito individualista sem nenhum juiz. A verdade é que em nossa igreja brasileira temos verdadeiras crianças espirituais que vivem em função de uma subjetividade enorme.
A realidade nua e crua em nossa história protestante é que as pessoas não buscam mais uma vida santa, e sim, um corpo sarado, elas não buscam o mandamento do amor e sim, fazer sexo. Não buscam uma vida honesta, e sim a relatividade de tudo. É relativo burlar o imposto de renda, é relativo jogar, bater o cartão mesmo sem estar trabalhando, e etc.
A preocupação na vida da igreja …

O princípio da autonegação no Reino de Deus

Imagem
- Texto para reflexão: Aquele que quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me (Marcos 8.34).

O pensador e propagador da espiritualidade Ricardo Barbosa diz: “A afirmação só vem com a negação de nós mesmos” (Encontro de espiritualidade no Projeto Timóteo).
Vivemos um paradigma da sociedade secular, que é o ser livre. Para o evangelista Marcos ser livre é um marco da vida cristã. Só que é uma liberdade com o Reino de Deus no coração. Só que vemos cristãos cheios de amarras de uma cultura imposta, uma cultura que quer nos fazer olhar para nós mesmos, para o nosso individualismo.
A liberdade de Cristo era a de se doar, de ser eucarístico, de se entregar para os outros.
Quanto mais eu me dou, quanto mais eu amo, mais sou livre, mais tenho identidade. Mais eu me sinto pessoa. Quanto mais Jesus se entregou, mais ele se sentiu Filho de Deus. A liberdade da Trindade se repousava no outro.
Ele derrama o sangue em favor de nós. Quanto mais nos abandonamos nas mãos do Pai, mais s…

Diante da crise e dor, devemos buscar ao Senhor de todo o coração - I Samuel 1.10-15)

Imagem
O texto diz no versículo 10: “Levantou-se Ana, e, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou muito”, (abundantemente).

Que coisa linda, que atitude nobre! Pois, Ana tem um problema que era sério demais na época, ela não podia conceber. Uma mulher na cultura judaica, já tinha sérios problemas. Pois, era marginalizada, o papel de uma mulher na família em Israel, era mais servil no sentido de escrava do que fazer parte da família como um membro de valor precioso. No contexto judaico uma mulher deveria servir aos homens na sala e em seguida voltar para a cozinha que era o seu posto. E lá deveria permanecer até que fosse solicitada (Hoje ainda ocorre isso no Irã e no Iraque).
A mulher era criada para obedecer ao seu pai e depois ao seu marido, isso sem questionar nada. Não tinha o direito de se divorciar, mas o homem tinha toda liberdade para isso. E a mulher poderia ser vendida como escrava também. Ela deveria servir e procriar. Agora, imaginem para Ana, carregar este estigma de não pod…

Um coração voltado para a oração e para a Escritura

Imagem
- Texto para reflexão: Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Jesus Cristo (II Timóteo 2.1).

Quando lemos diversos textos das Sagradas Escrituras, percebemos que o convite de Jesus é para nos envolver com a oração, com um coração voltado para as Escrituras.
O apóstolo Paulo mostra o quanto ele é fraco na presença de Deus. E diz que o que mais se orgulhava era nas suas fraquezas e nas suas limitações. A sua consciência era de que o seu papel deveria ser o de ministro de Cristo. A visibilidade da sua vida era Cristo. O espinho na carne foi para que ele não vivesse em função dele mesmo, e sim, da graça de Cristo. Ele entendeu que era o poder de Deus que atuava, era a graça que atuava, Paulo era apenas servo de Deus. Então passa a se orgulhar na sua própria fraqueza e não no status do seu ministério.
Através da sua fraqueza a glória de Deus se manifestava em Paulo. Exatamente por isso, ele teve a autoridade de exortar o jovem pastor Timóteo com essas palavras verdadeiras e pr…

Ouvindo o nosso Pai diante das agitações da nossa vida

Texto para reflexão:Guarda silêncio e ouve, ó Israel (Deuteronômio 27.9).

James Houston[1] disse as seguintes palavras:

“Em uma sociedade movida pelo sucesso e pela produção onde as credenciais são simplesmente estéticas, é difícil perceber que em vez de nos esconder, elas nos denunciam. Orar tem a ver com silêncio, com aceitação, com esperança, com compaixão” (Encontro da Sepal em 2003).

Na cultura de hoje somos definidos de acordo com as nossas funções na vida – por aquilo que fazemos e pela nossa posição social. E por causa dessa influência má vivemos correndo atrás de posições que façam-nos valer um pouco mais. Porque afinal de contas, se eu for um Universitário, serei bem mais aceito, se eu for um executivo terei espaço em qualquer grupo da sociedade. Daí em busca de todo esse “status” até nós os cristãos em Cristo Jesus somos envolvidos sempre.
Passamos a correr tanto em função dessas coisas, que não criamos mais espaço para ouvir a voz de Deus Pai no nosso coração. E um Salmo como …

Guardando os mandamentos do Pai no coração

Imagem
- Texto para reflexão: Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda este é o que me ama (João 14.21).

Jesus disse aos seus discípulos que não era somente para ter os mandamentos na mente, mas, sobretudo no coração para haver a possibilidade de guardá-los. Se Jesus tivesse dito que era somente para ter os mandamentos na nossa mente, isso seria algo absolutamente fácil de fazer. Mas, ele complicou extremamente a vida do rapaz quando disse que era necessário ter os mandamentos e guardá-los no coração.
Hoje o nosso grande problema está nisso. Pois, vemos muitas pessoas que conhecem a Palavra de cor e salteado. Conhecem tanto o Novo Testamento como o Velho Testamento. Porém, são apenas pessoas religiosas. São semelhantes àquele jovem rico que conhecia todos os mandamentos, os tinha na sua mente, mas não no seu coração. E quando ele foi confrontado pelo Senhor Jesus na prática, ele mostrou uma superficialidade enorme, mostrou que era tão somente religioso e não praticante da Palavra de Deus…

Jesus é o nosso Maravilhoso Conselheiro

- Texto para a reflexão: Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz (Isaías 9.6).

Para alguns o sentido do Natal é para se ter muito lucro sobre o material que o povo brasileiro vai comprar. Para outros o significado do Natal é muito importante porque eles vão tirar uma folguinha de final de ano. Para outros, o significado do Natal é importante porque eles estarão reunidos pelo menos uma vez no ano com toda a família. E para nós povo de Deus, qual é o verdadeiro significado do Natal? Será que é dar presentes, será que é descansar e estar junto da família?
Neste texto, o profeta Isaías nos ensina qual é o verdadeiro significado do Natal. O verdadeiro significado do Natal é Jesus de Nazaré. É o menino que nasceu em Belém da Judéia para cumprir o propósito de salvar o seu povo. Sendo
O nascimento de Jesus de Nazaré deu sentido à história, deu nova perspectiva n…

A humildade e fraqueza de Davi como servo de Deus

- Texto da reflexão:E quanto a mim, hoje estou fraco, embora ungido rei; estes homens, filhos de Zeruia, são duros demais para mim. Retribua o Senhor ao malfeitor conforme a sua maldade (II Samuel 3.39).

O texto de II Samuel no capítulo 3 retrata a história de Davi e Abner quando se encontraram para fazerem aliança de paz. Joabe sabendo disto ficou irado e questionou a atitude do rei deixando Abner ir embora livremente. Joabe não se conformava e retirando-se de Davi, enviou mensageiros atrás de Abner, que o fizeram voltar do poço de Sira, sem que Davi o soubesse.
E o texto diz que quando Abner voltou a Hebrom Joabe o tomou à parte, à entrada da porta para lhe falar em segredo e ali, por causa do sangue de Asael, seu irmão, o feriu no ventre, de modo que ele morreu.
Davi quando o soube este caso rasgou as vestes, cingiu-se de sacos e pranteou diante de Abner. Davi chorou junto da sepultura de Abner. Davi fala do príncipe que caiu e demonstra a sua humildade e simplicidade como rei de Isra…

A graça de Deus é a marca da nossa vida

Imagem
- Texto para reflexão: E por derradeiro de todos apareceu também a mim, como a um abortivo. Pois eu sou o menor dos apóstolos, que nem sou digno de ser chamado apóstolo, porque persegui a igreja de Deus. Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus que está comigo (I Cor. 15.8-11).

Fenelon foi um conselheiro do padre Tronson. E ele também tenta ensinar o neto de Luís XIV, o Duque de Edimburgo, um garoto cheio de orgulho e arrogante como o seu avô. Então Fenelon diz: Vê se lembra que você é o presente da graça de Deus. Diga para você mesmo eu sou, eu mesmo o presente da graça de Deus para mim. Ele me deu a mim mesmo (HOUSTON, 2003, 144).
Paulo afirma que Deus ordenou a sua vida muito antes dos seus pais o formarem. Temos de reconhecer que apesar de às vezes, nos desesperamos por causa das influências negativas que desgastaram, marcaram e aleijaram a nossa identidade, este não …

Buscando o essencial, não aquilo que é corriqueiro.

Imagem
(Ler o texto de João 6.38)

Na nossa vida no envolvemos com diversas coisas. Gastamos mais ou menos 3 horas em estudos na Faculdade, no Mestrado ou no doutorado. Damos 8 horas diárias para o serviço. Alguns gastam uma média de 1 hora no Computador. Outros pelo menos 2 horas no futebol, vôlei, natação e ginástica, isto pelo menos duas vezes por semana. Nós gastamos uma média de 1 hora 1/2 diariamente na frente da TV. Nós investimos uma média de 2 horas semanais para algum hobby. O total destas horas é de 17 horas e 30 minutos.
A verdade é que nos deparamos com esta realidade e percebemos que não prestamos atenção na diferença entre o essencial e o urgente. Permitindo que as coisas urgentes e corriqueiras governem o nosso tempo, nunca faremos aquilo que é essencial e estaremos sempre descontentes. O problema básico é como estabelecemos a nossa prioridade. Jesus afirma em João 6.38 o que era essencial para a sua vida. Ele diz: “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a v…

A realidade da estrutura humana

Imagem
- Texto para reflexão:O homem, nascido de mulher, vive breve tempo, cheio de inquietação. Nasce como a flor e murcha; foge como a sombra e não permanece. Porque há esperança para a árvore, pois, mesmo cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus rebentos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e no chão morrer o seu tronco, ao cheiro das águas brotará e dará ramos como a planta nova (Jó 14.1-2;7-9).

A palavra sofrimento diz respeito aos infortúnios que são da vida humana. E Jó é campeão bíblico em falar de sofrimento. Ele é tão sofredor que tem uma visão correta dos limites da criação. Ele diz que É dito que o homem, nascido de mulher vive breve tempo, cheio de inquietação. Que texto atual não!
Vivemos um tempo mui breve mesmo. Passamos pela vida como uma nuvem mesmo. As coisas vão acontecendo e quando olhamos já foram anos da vida. E percebemos que os dias são de aflições e de inquietações. São as contas que não conseguimos pagar. São as oportunidades que escapam das nossas mãos. São…

Devemos suplicar sempre a misericórdia de Deus para conosco

Imagem
-Texto para reflexão:Inclina, Senhor, os teus ouvidos, e reponde-me, pois estou aflito e necessitado. Preserva a minha alma, pois eu sou piedoso; tu ó Deus meu, salva o teu servo, que em ti confia. Compadece-te de mim, ó Senhor, pois a ti clamo de contínuo. Alegra a alma do teu servo, pois a ti, Senhor, elevo a minha alma (Salmo 86.1-4).

Há um personagem histórico que nos chama a atenção: Theodore Roosevelt – presidente dos Estados Unidos da América. Ele é chamado de o presidente vaqueiro dos Estados Unidos da América. Quando criança era franzino e tinha muitas doenças. Sofria de asma, tinha miopia e era extremamente magro. Seus pais acreditavam que ele não sobreviveria por muito tempo. Ele se preocupou então em estruturar seu corpo assim como fazia com a sua mente. Ele enfrentou as crises profundas do seu coração porque quando menino era nervoso e tímido e carregava doenças terríveis no seu corpo (MAXWELL, John C. 2007, p. 51). Este foi um presidente reconhecido pela sua braveza e lut…

Estabeleça a prioridade do ouvir

Imagem
Salomão afirma em Eclesiastes 5.1b: Chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal.
Ouvir [obedecer] é melhor do que a participação formal na oferenda de sacrifícios. O ensino é que a obediência sincera, de coração, a Deus, é superior à participação religiosa meramente cerimonial. O formalismo produz autojustiça e resulta não em bem, mas em mal para o praticante. Dá a impressão de que tudo está bem perante Deus, mas não está.
O ensino de Salomão é que Deus quer obediência da nossa parte (Deuteronômio 10.12) em sinceridade. No meio de todo o formalismo e cerimonial do Antigo Testamento, esse é um ensinamento repetido (Salmo 51.16,17; Provérbios 21.3; Jeremias 6.20; 7.21-23; Amós 5.21-24).
Cremos num Deus pessoal que nos criou como seres pessoais para se relacionar pessoalmente conosco. O distintivo da pessoa é a palavra. Deus, assim como nós, é um ser que fala e quer ser ouvido. É na Bíblia que fundamentalmente encontramos a Palavra de Deu…

490 anos de Reforma: um retorno ao temor diante de Deus

Imagem
- Texto para reflexão: Ouçam a conclusão da matéria inteira: Temer a Deus e manter seus mandamentos: para este fim é o dever inteiro do homem King James (Eclesiastes 12.13).

- Texto para reflexão: Ouçam a conclusão da matéria inteira: Temer a Deus e manter seus mandamentos: para este fim é o dever inteiro do homem King James (Eclesiastes 12.13).A época em que os reformadores viveram foi de grande inquietação. Foi o tempo do descobrimento das Américas; imperadores, reis, generais e papas lutavam entre si, para tentar moldar a Europa moderna; a Igreja Católica detinha a supremacia espiritual, cultural e política, e as tentativas de reforma, como as de John Wycliffe (1328-1384) e John Huss (1373-1415) foram esmagadas. Surgiram gênios como Erasmo, Miguelângelo, Da Vinci, Rafael, Colombo, Copérnico. Mas o fim da Idade Média foi marcado por uma inquietação profunda com a morte, culpa e perda de sentido. A teologia de Lutero, Zuínglio, Calvino e dos demais reformadores foi uma resposta especí…