Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2018

O amor da Trindade

Dizer que Jesus é divino é reconhecer que ele é a revelação de Deus, pois nessa pessoa histórica vemos como Deus é. Acima de tudo, o mestre Jesus nos revela o princípio divino da vida, que nasce do próprio coração de Deus. Ou seja, que o fundamento do verdadeiro viver é o amor.  Esse Jesus divino vem de maneira simples aqui na terra para amar gente, para sofrer por gente! Esse Jesus revela o amor da Trindade vindo aqui e se tornando um ser humano! O convite desse maravilhoso Jesus é que amemos como Ele ama, vivamos como Ele viveu e dependamos do Pai como dependeu! O texto sagrado fala de Jesus assim: E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade (João 1.14). Esse verbo divino trouxe a glória da Trindade para perto de nós! Ele nos mostrou sua graça e verdade para imitarmos a vida dele em amor! Que Ele mesmo nos ajude a viver como viveu, amou e se entregou por nós! (Alcindo Almeida).

Minuto de graça #39 - O exercício da mentoria

A fonte central

Lendo Agostinho vejo que ele é muito joia em falar do desejo de Deus. Ele diz que desejar Deus acima de tudo, significa que depositamos nossa afeição somente nEle.  A vida ética nasce do amor a Deus. Por meio do amor a Deus, a afeição é elevada e a vontade concentra-se em Deus.  Amar a Deus resulta na confirmação da nossa vontade à de Deus. E Agostinho resume isso dizendo: Ame a Deus e faça o que quiser! Com isso, ele queria dizer que, quando realmente amamos a Deus, agimos da maneira que lhe seja agradável! Fazemos o que agrada o coração de Deus em tudo!  O amor para Agostinho é algo extremamente relevante. O amor é a fonte central de todas as demais virtudes! Bem, Jesus disse em Mateus 22.37: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o coração, de toda a alma e de todo o entendimento. Amor passa pelo essencial em nosso coração! Por isso, Jesus toca no ponto nevrálgico, devemos amar a Deus com todo o coração, alma e entendimento! Se não amarmos o Senhor assim, faltará algo. Amamos ao Senhor de …

O eu perante Deus

Estou lendo um livro de Soren Kierkegaard, chama O conceito de angústia. Bem, nele Kierkegaard fala do eu em ser ele mesmo que consiste, ao mesmo tempo, em uma recusa de sua fundação – o orgulho e a desobediência ao Criador. Kierkegaard deixa claro que a dependência do eu de Deus é ontológica. Deus não é apenas o criador do eu, mas também seu critério e fim. O eu não se mede a partir de um critério imanente a ele mesmo, mas por Deus e só assim ele obtém realidade infinita pela consciência de estar perante Deus.  O que isso tem de sentido? Quanto mais transparente se tornar o eu em sua relação com Deus, isto é, quanto maior sua percepção ou consciência de Deus, mais veremos realmente quem somos. Eu gostei demais desse conceito de Kierkegaard porque ele mostra que somos pecadores e precisamos da graça agindo em nós para que vejamos cada vez mais o quanto somos miseráveis, indignos e incapazes de andar sozinhos.  O eu perante Deus desnudo nos impede de sermos legalistas na religião. Acred…

Ele nos amou primeiro

Eu acredito que temos uma empáfia no coração. Achamos que podemos as coisas sozinhos, achamos que temos a competência de ir até Deus. Jamais a temos. Somente ele pode vir até nós. A Bíblia diz em Primeira João que nós o amamos porque ele nos amou primeiro. O amor começa nele, não em nós.  O amor é manifestado em nossa vida, por causa da ação divina e não porque temos forças para amá-lo. Tudo começa com o Eterno Deus e termina com Ele. Somos completamente incapazes de amar! O amor que temos por Deus nem é nosso, ele é um empréstimo divino! Então só podemos dizer como Paulo: Cristo veio salvar pecadores dos quais eu sou o principal. Glória ao Cordeiro Bendito que nos amou e nos salvou para sempre! Graças ao nosso Senhor que derramou graça e amor por nós mesmo sendo pecadores! Louvado seja o Eterno Deus! (Alcindo Almeida).

Alegria e dor

Joe Rigney afirma: “O fato de sabermos que podemos perder coisas boas não nos deve levar a não as saborearmos. O que está em causa é relacionarmo-nos com Deus de uma maneira que ele é honrado quando temos coisas boas vindas das suas mãos, e relacionarmo-nos com Deus de uma maneira que ele é honrado quando ele nos tira essas coisas boas. Logo, quando vivemos o segundo momento, a maneira como ordenamos os prazeres é testada. É quando Deus nos tira as coisas boas que nos deu que sabemos, no fim de contas, se o valorizamos acima dessas mesmas coisas. O sofrimento causado pela perda das coisas boas é o teste dos testes acerca das prioridades no nosso coração. O sofrimento prova nosso supremo amor por Deus mais do que qualquer outra coisa”. 

No cenário da vida

Há cristãos que lamentam a aparente ausência de Deus falando. Alguns clamam por uma fala pessoal com Deus. Querem que Deus respondê-la suas indagações de maneira mais específica e direta. Alguns se sentem abandonados e esquecidos por Deus. Com todo respeito a esses que pensam assim, isso é uma grande bobagem! Deus está no mesmo lugar de sempre, no seu trono reinando e olhando para nós em cada detalhe da nossa história. Como Davi diz no Salmo 139: 1-5: Senhor, tu me sondas, e me conheces. Tu conheces o meu sentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Esquadrinhas o meu andar, e o meu deitar, e conheces todos os meus caminhos. Sem que haja uma palavra na minha língua, eis que, ó Senhor, tudo conheces. Tu me cercaste em volta, e puseste sobre mim a tua mão. Deus sabe de tudo o que se passa em nossa história, Ele sonda tudo e todos. Ele sabe dos pensamentos, Ele nos cerca a cada momento e sabe o que diremos antes de haver pensamento na mente! Então como diz N. D. Wilson: Sai…

Estabelecendo alvos financeiros para seu lar

Sabemos perfeitamente que o dinheiro tem sido um dos assuntos mais difíceis para um casal tratar calmamente e sem desajustes. Neste tempo em que o país tem atravessado um processo de complicações na economia, muitos executivos perderam a função e os privilégios de altos salários. E por mudanças no orçamento financeiro, alguns casais têm passado por discussões terríveis, chegando a se agredir verbalmente.  Para estabelecer alvos financeiros no casamento, é preciso ter uma visão correta do que significa o dinheiro. Em 1 Timóteo 6.10, Paulo afirma que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males da vida. O dinheiro é a origem da cobiça pelo ter cada vez mais, e isso faz com que deixemos de exercitar a piedade e enfraqueçamos na fé, trazendo para nós mesmos muita dor. Então, de acordo com os versículos 17 a 19 desse capítulo, a riqueza que devemos buscar é a espiritual. Temos de enriquecer em boas obras para com o nosso próximo, pois isso nos dará honra diante do Pai celestial.  Essa pala…

PAI E MÃE: MODELOS ESPIRITUAIS A SEGUIR?

A criação dos filhos não se limita ao momento presente. Como pais, estamos preparando-os para o futuro também, por isso é importante avaliar o nosso caráter na conduta dos filhos. O caráter determina, na maioria das vezes, como uma pessoa se sairá na vida. Todo o processo da vida tem a ver com o que somos e como nos comportamos. Percebemos que muitas falhas na conduta dos filhos têm a ver com as fraquezas do caráter. A palavra caráter tem um significado diferente para cada pessoa. Caráter pode significar comportamento moral ou integridade. Geralmente, usamos essa palavra para descrever a constituição do ser humano, seu jeito de ser. Caráter refere-se à capacidade de um ser humano, seu comportamento nos relacionamentos e a maneira de pensar. Por que falar de caráter? Porque a criação dos filhos, tendo os pais como modelos, passa pelo caráter. Quando investimos nos filhos, se o nosso caráter for bom, nós os influenciamos positivamente, e isso traz segurança, respaldo, satisfação e crescim…

Em cada detalhe

As feridas da nossa vida são curadas com o passar do tempo. Mas, as histórias acontecidas ficam para sempre na nossa memória. Lembro-me de eventos da minha infância e adolescência como se fossem hoje! Lembro quando não tínhamos o que comer em vários dias. Papai era iniciante na Volkswagen e não tinha muitas condições, então passamos por privações profundas.  Lembro-me do tempo de ginásio, eu ia com um conga até furar, eu tinha dois uniformes parado ano inteiro. Um dia um cara me pegou com a tropa dele, levei uma surra grande e rasgaram meu uniforme. Quando cheguei em casa, também levei uma surra do meu pai.  São tantas marcas que vivemos, a privação, os preconceitos diversos, a fase complicada de se tornar um adolescente com todas as facetas de mudanças. Meu Deus! Até as músicas de Roupa Nova, Legião Urbana, Elvis Presley, Bee Gees,  RPM, Tim Maia, Flávio Venturinni, Guilherme Arantes, Vencedores por Cristo, Banda e Voz, Rebanhão, Logos, Kadoshi, Banda Rara e Oficina nos lembramos das m…

Inteligência exercitada

A palavra fé em latim é fides e significa confiar, aderir ao que é é aquele que é. Sim, depositamos a nossa fé em alguém porque sabemos que essa pessoa é firme e verdadeira. Essa é a ideia de fé no latim. A palavra fé em grego é pistis que significa refletir, pensar, analisar, acreditar muito. No grego a fé é um ato de inteligência exercitada. É abrir o intelecto para o incompreensível. Os gregos nos convidam para abrir a nossa inteligência para ver Deus e confiar exclusivamente nele. Ter fé em Deus tem a ver com o conhecimento dele, tem a ver com uma experiência com ele. Não é por acaso que Paulo recomenda ao jovem pastor Timóteo: Combate o bom combate mantendo a fé e a boa consciência.  Percebam que a fé é um movimento do coração e da inteligência. Confiamos em Deus e entregamos tudo da nossa vida para Ele, sabendo que ele tem o melhor para nossa história sempre! (Alcindo Almeida).

Abrindo a caixa preta

Certa vez Paul Ricouer afirmou: O homem contemporâneo não tem consciência maior do que sua própria consciência. Uma razão pela qual vivemos com peso de culpa é porque não tem consciência da necessidade de confissão do que fazemos de errado na vida. A Bíblia diz em 1 João 1:9: Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. João nos convida a abrir a nossa página interna e dizermos para Deus quem somos, o que fazemos diante dele. O convite é para deixarmos nossa consciência tranquila, serena e em paz. A grandeza da confissão está em reconhecermos nosso pecado diante de Deus. Na confissão falamos da caixa preta que há no nosso coração, falamos das mentiras, dos vícios da alma, dos desejos ilícitos, da raiva daquele que nos ofendeu. Falamos da podridão que há nessa caixa preta. O texto diz que quando confessamos os pecados, o Senhor Jesus nos perdoa e nos purifica de toda a injustiça. Levantamos do espaço de confissão ali…

A verdadeira poesia

Olhando para Gênesis 2.22, Deus dá um sono profundo sobre Adão porque ele resolveu criar alguém que se relacionasse com ele! Enquanto ele dorme, perde algo, uma costela. Mas, quando desperta desse sono profundo é como se não tivesse perdido nada. Quando olha ao seu lado percebe que passou de um nível de glória para outro! E vemos como o Criador permite que o ser humano fale pela primeira vez. Gênesis 2.23 contém as primeiras palavras de um ser humano criado! Não em termos de fala, mas a referência é de ouvir a voz de Adão pela primeira vez. A sua fala é uma verdadeira poesia, estilo Adelia Prado expressando arte e finesa em relatar algo belo!  Adão fala que essa beleza de arte, essa alma feminina é osso dos seus ossos, é carne de sua carne! Ele diz que dele, ela foi formada! Ele diz que ela é uma parte dele! Ela é algo de Adão que Deus lhe deu! Como amo esses textos de Gênesis porque são singulares e falam de seres humanos criados para refletirem Deus! Somos essa arte divina para nos re…

Amor acima de tudo

O texto de Marcos 12:30 afirma: Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de todas as tuas forças. São interessantes as formas como devemos amar a Deus nesse texto! Primeiro de todo o coração, depois de toda a alma, devemos amar de todo entendimento e por fim, com toda força! Amar Deus dessas formas tem a ver com o fato de colocá-lo acima de tudo! O convite é para amá-lo no topo da nossa afeição. O texto mostra que Deus não se agrada de termos alguém além dEle na nossa afeição. Na nossa relação com Deus tem que haver primazia! Amar a Deus assim significa chegar ao limite da nossa capacidade! Assim, o convite desse amor profundo é com tudo o que somos além da conta.  Não é um amor qualquer, é um amor com compromisso profundo, é uma visa dedicada para Ele em primeiro lugar! É verdade que como seres humanos amamos de maneira incapaz, mas pelo toque da graça divina, Deus nos convida para esse amor excelente, sublime e dinâmico!  D…

Resistência das tentações

Em Mateus 4 vemos a narrativa da tentação sofrida por Jesus. Lá no deserto Jesus é tentado por aquele que embaralha tudo, que deseja confundir o pensamento humano, mostrando a avareza em todas as facetas.  Ele apela para a tentação da comida. Afinal, todos nós precisamos do alimento para sobreviver.  A primeira tentação é para que haja o consumo de tudo. A proposta de Satanás é para que Jesus abuse da relação com o Pai para satisfazer toas as necessidades. Mas, ele remete o tentador à palavra das Escrituras que diz que o ser humano vive de toda a palavra que sai da boca de Deus. Em outras palavras, a verdadeira fome do ser humano é espiritual. Ele pode viver das palavras do Eterno Deus. Essas palavras trazem o alimento para a alma!  A segunda tentação é a proposta de Jesus usar o Pai para o proveito próprio. A ideia é de Jesus usar o Pai para reconhecimento e fama! Como se ele precisasse disso! Como o diabo se acha esperto e usa o próprio texto dos Salmos para chamar a atenção de Jesus q…

Preocupar-se traz preocupação total

A preocupação é a expressão do ser humano em querer ter tudo sob controle. É ter todo cuidado para que tudo esteja suprido e em absoluta segurança na vida.  Martin Heidegger disse que o ser humano é essencialmente alguém que se preocupa. Ele diz que ao existir o ser humano começa a se preocupar. Estar nesse mundo é se preocupar com a existência e cuidar de si mesmo! Percebemos claramente que a preocupação nos torna em seres inquietos e não nos permite descansar. A preocupação nos deixa na escravidão da conquista pela segurança e pelo bem estar.  Jesus nos convida para uma libertação da preocupação e da necessidade de controle na vida. Ele nos convida a confiar, ao invés de viver nos preocupando. A confiança que Jesus propõe nos impede de girar em torno da nossa preocupação. No texto sagrado de Mateus 6.25 Jesus afirma: Não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber, nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir! Não é a vossa vida mais do que o alimento…

Espaço interior

O Reino de Deus está dentro de nós. Ele está no fundo da nossa alma pela graça especial da Trindade. Como Jesus diz em Mateus: está no recinto do nosso coração. Quando nos recolhemos para dentro de nós mesmos, no recôndito da nossa alma, percebemos que Deus está lá. Ele preenche todo o nosso ser! Gosto demais da prática dos monges, eles têm um tempo precioso de silêncio na alma. Eles buscam o contato com Deus no silêncio da alma e praticam constantemente a Lectio Divina. Eles valorizam o tempo a sós com Deus.  A Bíblia diz em Mateus 5 para cultivarmos esse tempo de silêncio na presença do Pai, devemos entrar no quarto e fechar a porta, ali desfrutamos de um momento secreto de oração na presença do Eterno Deus. Nesse espaço interior cessam todas as preocupações da alma.  Quando chegamos nesse espaço interior e silencioso, o Reino de Deus em nós, marca o nosso coração. Percebemos de maneira profunda que Deus está em nós, nesse tempo experimentamos a graça da comunhão com o Eterno Deus. Som…

Entreguemos os fardos

O texto sagrado de Mateus 11:30 afirma: Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.  Jesus nos convida a deixar os fardos sobre ele, porque o fardo dele é leve! Sabemos da visão de campo quando o agricultor levava  a carga sobre o jugo do animal!  Jesus usa essa figura para a vida espiritual! Temos tantas cargas pesadas dentro de nós mesmos! Muito provavelmente Mateus também se refira à lei judaica, segundo a interpretação dos fariseus. A vida vivida em função do legalismo dos fariseus vira um fardo pesado é cruel para a vida!  Não sei quais são os seus fardos que carrega na sua jornada! Talvez seja a sede de ganhar dinheiro e mais dinheiro! Nessa busca, você esquece da saúde, da família e dos amigos! Talvez seja o desejo de ter um lugar de posição. Então esse fardo ocupa seu coração e sua alma! Você tem que ser alguém, você tem que conquistar! São muitos os fardos dessa vida que nos deixam esgotados e muitas vezes sem forças para prosseguir. No meio disso tudo o mestre Jesus nos diz:…

Cuidado com o orgulho

Algo terrível da nossa natureza é que temos a necessidade de mostrar para os outros algo da nossa capacidade, algo em que somos bons em realizar. Isso faz parte de um negócio complicado que tem dentro de nós: orgulho. O orgulhoso julga ser o que não é. O orgulho não passa de ilusão. O orgulho é estar deslocado e sem chão, ele é fruto da nossa insegurança de ser. Quem vive como escravo do orgulho, sempre terá que provar algo para os outros!  A Bíblia diz que Deus resiste ao soberbo, ao orgulhoso, mas da graça ao humilde. A humildade nos afasta do orgulho, não nos deixa viver em função dessa ilusão terrível, de ter que mostrar para os outros que somos alguém e que brilhamos! A humildade nos ajuda a perceber que o nosso significado está em Deus! Não precisamos provar nada para ninguém! Lembro-me de um amigo na Faculdade que olhava todas as minhas notas! Quando ele tirava uma nota maior que a minha, saia dizendo para a turma: tirei nota maior que o Alcindo Caxias! Um dia disse para ele: A …

A felicidade divina

A etimologia da palavra felicidade é muito significativa, é boa hora, se trata de estar na hora certa. Algo importante para frisarmos no quesito felicidade é que ela não é um objetivo, felicidade é uma consequência! Ela é a consequência da ação de Deus na nossa vida. Não temos felicidade intrínseca em nós mesmos, ela é um empréstimo divino para sermos pessoas com significado. A felicidade não está em ter, mas em ser!  A felicidade é ter a capacidade de amar e é claro que esse amor é derramado em nosso coração pelo Eterno Deus. Geralmente encontramos as pessoas dizendo: queremos apenas ser felizes! O casal casa achando que será feliz somente se unindo. Não, não mesmo! A felicidade é vivida quando a levamos para os outros! A felicidade é fazer o outro feliz e realizado. Sempre que faço uma cerimônia de casamento, pergunto ao casal: Vocês estão dispostos a fazerem o outro feliz?  Jesus no Sermão do Monte, disse: Felizes são os humildes, os misericordiosos, os limpos de coração, os que ch…