Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2019

A brevidade da vida

Há um livro bem joia de Sêneca Sobre a brevidade da vida. Ele disse: Não temos exatamente uma vida curta, mas desperdiçamos uma grande parte dela. A vida se bem empregada, é suficientemente longa e nos foi dada com muita generosidade para a realização de importantes tarefas.  Meditando no livro de Jó 8.9 temos essas palavras: Porque nós somos de ontem, e nada sabemos; porquanto nossos dias sobre a terra são como a sombra. Essa é uma palavra dura porque sempre pensamos no amanhã como sendo algo normal. Na fala de Bildade, percebemos o quanto somos frágeis, finitos e incapazes de decidir algo sobre o amanhã. Somos finitos em termos de permanência humana. E isso mostra cada vez mais a necessidade do Deus Eterno no controle total da vida sempre.  Somos bem finitos mesmo, por isso, precisamos valorizar essa vida diante de Deus e fazer o que deve ser feito: amar, servir, viver e honrar Deus em todos os momentos. Não sabemos absolutamente nada em termos de futuro. Não sabemos quanto tempo vive…

A face de Deus

Meditando no Salmo 27.8 percebemos um Davi que busca Deus não pela ajuda simplesmente, mas pela comunhão, pela amizade e pela contemplação. Como Warren W. Wiersbe diz: "Não se limite a buscar a ajuda de Deus. Almeje a sua face. O sorriso de Deus é tudo o que você precisa para vencer as ciladas humanas". Davi atende ao pedido de Deus na relação com ele. Ele busca a face de Deus na contemplação. Ele tem um tempo com Deus. Aliás, é a tônica de Davi já no versículo 4. O que Davi tem no coração? 
• Desejo pela comunhão: casa do Senhor.  • Contemplação: majestade de do Eterno Deus. • Aprender no seu templo: meditação.
O texto afirma: Meu coração ouviu tua voz dizer: Venha e entre na minha presença e meu coração respondeu: Senhor, eu irei! Deus nos convida por sua graça a buscar a sua face, ter um tempo de comunhão na oração diante dele. A resposta de Davi foi profunda demais: Senhor, eu irei. Precisamos buscar esses momentos no nosso coração diante do Eterno Deus. (Alcindo Almeida)

O seu querer em nós

Quando estamos submetidos à vontade do Eterno Deus e não à nossa própria vontade, descobrimos que grande parte do que fazemos não precisa ser feito por nós. Percebemos que Deus faz o seu querer em nós do jeito dele, conforme o propósito dele.  Não é por acaso que Paulo afirmou em Efésios 3: Assim habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor, a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus. Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém! Vejam alguns detalhes importantes: 
1. Cristo habita no nosso coração pela fé. Isso nos faz descansar em tudo na vida. 2. Estamos amarrados e alicerçados e…

Deus está no controle

A ansiedade nos faz esquecer que até o tempo da nossa vida está sob a direção do nosso criador. Algumas vezes não conseguimos caminhar na graça do Pai, com uma vida espiritual sadia, porque não entendemos que todo propósito tem um fim direcionado e controlado por Deus. Perdemos de vista a ideia que Deus está no controle da nossa vida.  É bom sabermos que todos os nossos dias estão contados na presença dele. Jesus afirma que não cai um fio de cabelo da nossa cabeça se o Pai não permitir. Então descansemos em Deus e não deixemos a ansiedade tomar conta do nosso coração! (Livro Coração Sábio)

Lidando com o sofrimento

Nessa semana ouvi uma reflexão muito preciosa de Tim Keller na conferência City to City Brasil sobre o sofrimento. Ele disse algo muito importante, algo que já sabemos, mas que vale a pena relembrar. Deus tem um plano no meio do nosso sofrimento que não entendemos agora, mas terá grande transformação em nossa história. O nosso sofrimento só pode ser tratado criativamente quando compreendido como inerente e necessário a nossa condição humana.  O fato é que quando nossos primeiros pais pecaram (Adão e Eva) a dor passou a fazer parte da vida humana. Agora, sofremos, choramos a morte de uma criança que é empurrada na parede por um carro desgovernado. Sofremos quando perdemos uma amiga querida de câncer antes do 40 anos de idade. Sofremos por não enxergar direito. Sofremos por envelhecer antes do tempo. Sofremos por ver tanta desigualdade e tanta corrupção no nossos pais. O sofrimento dói lá dentro, ele tira o nosso chão na hora da morte, da doença e das crises diversas da vida. Mas, o sofri…

Tempo de superficialidade

Acredito que hoje vivemos o tempo de superficialidade nos relacionamentos. Apenas cultivamos relacionamento com quem que, de alguma maneira,  nos oferece algo, ou gera algum tipo de alegria ou prazer em nós.  A superficialidade está no fato de muitas vezes usarmos as pessoas para atingirmos os propósitos da vida. Isso é muito ruim, cruel e vazio. Porque jamais cultivaremos relacionamentos verdadeiros e sinceros em nossa vida. Teremos pessoas que nos cercam, mas sem demonstrar o amor, bondade e graça que deveriam ser elementos normais nos relacionamentos. Interessante que na perspectiva bíblica o amor não pode ser adquirido, ele só pode ser doado. Por isso, Jesus vem aqui nessa terra e doa o seu amor divino para pecadores que não merecem nada dele.  Então, nos relacionamentos afetivos de amigos só pode haver troca de amor quando é completamente verdadeira. É esse amor vem de Deus para nós, assim, andamos com pessoas não por aquilo que elas podem nos oferecer, mas por aquilo que elas são. …

Atores nas palavras

Ser autêntico demanda um custo alto demais, mas a recompensa será a integridade sempre. Temos alguns traços estranhos como seres humanos. Preferimos ser artistas nas palavras e nas ações do que verdadeiros e sinceros. Lembremos de algo extremamente importante e relevante na vida: ter integridade é sermos a mesma pessoa tanto por dentro como por fora.  Nesse ano completo 22 anos de pastorado e fazendo uma leitura de todos esses anos, percebo que, por causa do meu jeito sincero de ser, tenho muitos amigos que me admiram por saberem que falo o que sinto. Mas, é verdade também que tenho alguns seres humanos que detestam a minha presença, e quando estou em alguns lugares, eles fazem questão de não estarem por perto. Confesso que de alguma maneira, isso me incomoda, porque teoricamente não fiz nada para eles, apenas fui honesto, verdadeiro e sincero naquilo que disse. Claro que temos de admitir, vivemos essa tensão em sermos atores nas palavras, e muitas vezes, não falamos o que deve ser dito…

Capacidade divina

O texto sagrado em II Coríntios 3:5 afirma: Não que nos consideremos capazes de fazer qualquer coisa por conta própria; nossa capacitação vem de Deus. Paulo é bem preparado para falar sobre essa matéria. No início da carta ele já tinha trabalhado essa ideia, mostrando que nenhum homem é suficiente por si mesmo. (II Cor. 2:16) Nós nos achamos suficientes em vários momentos da vida. Achamos que podemos resolver as questões da vida de maneira simples e com a força humana. Achamos que controlamos a vida nas demandas dela. Dizemos que vamos para tal lugar e temos a certeza que chegaremos lá. Achamos que controlamos a espiritualidade. Alguns pastores acham que controlam as sua igrejas e fazem delas o que quiserem. Paulo mostra para nós nesse texto que a suficiência para tudo na vida vem da parte de Deus. Todas as capacidades naturais inerentes procedem de Deus. Tais capacidades como, a transformação segundo a imagem de Cristo, as habilidades para desenvolvermos o nosso caráter e o nosso cres…

Os fantasmas da alma

O lugar onde deixamos os nossos fantasmas existe no nosso consciente. Bem, eu tive vários, talvez alguns ainda trazem algumas lembranças chatas. Preciso de coragem para falar de um deles. Lembro-me com clareza das escadas que tinham na minha casa, lugar onde vive minha infância.  Éramos muito pobres, simples e passamos inúmeras dificuldades na vida. Papai e mamãe trabalhavam o dia todo, eu e minha irmã nos virávamos em casa. Mas, o que dói demais em minha alma quando lembro, é a violência que sofri de meu pai. Ele me humilhava nas palavras dizendo que eu não era filho dele, é um dia, levei a primeira surra dele. Qual foi o motivo? Ele me pegou na rua soltando pipa!  Meu Deus! Apanhei tanto que fiz as necessidades na roupa. Minha mãe e minha querida vizinha Inês, fizeram os curativos e cuidaram dos machucados depois de vinte batidas no meu corpo de fio de extensão.  Confesso que levei anos para me curar disso e as lembranças são fortes. Falo isso porque essa libertação dos fantasmas da…

Monumentos e memoriais

Os monumentos são importantes porque nos permitem honrar quem merece honra. Eles nos ajudam a lembrar daqueles que fizeram a história. Memoriais tem a ver com o que Deus faz e fez por nós. Lembro que Jeremias no meio da dor e do sofrimento no cativeiro babilônico, diz que quer trazer à memória aquilo que pode lhe dar esperança. E o que vem a sua memória? Os feitos de Deus na vida dele e do povo. Ele se lembra que Deus foi fiel às suas próprias promessas preservando o seu povo. Ele se lembra da bondade de Deus em sustentar um povo rebelde e contumaz. Mesmo sendo rebelde, Deus não retirou sua bondade e graça.  As lembranças das ações divinas devem nos mover em direção ao futuro. A memória de quem Deus é e do que faz em nossa vida, nos ajuda a viver com fé nele e nos leva a descansar na sua vontade eterna. Lembremos das memoriais divinos em nossa história e coração todos os dias da vida! (Alcindo Almeida)

Magnetismo espiritual

Precisamos submeter nossa vida a Jesus Cristo e pedir pra que ele molde o nosso coração e o nosso caráter todo dia. Devemos nos tornar servos e modelos de uma vida de humildade e sacrifício.  Assim, nossa identidade espiritual fará de nós pessoas magnéticas, capazes de atrair muitas pessoas para mais próximas de nós. Quanto mais Cristo reinar em nossa vida, mais pessoas serão conduzidas a Jesus que mora dentro de nós, que habita em nós. Não podemos ser pessoas que repelem, mas que aproximam os outros. Isso através da graça, do amor, da compaixão, do perdão e da bondade. Esse magnetismo é divino e traz graça para as pessoas. Entremos nesse envolvimento divino de atrair pessoas para perto de nós por causa do reflexo de Jesus em nosso ser. (Alcindo Almeida)

O pulsar do Eterno

A vida da igreja é o coração de Deus. O coração de Deus está em servir a um mundo que rompeu com ele. Ele manda seu próprio Filho para servir nesse mundo. Quando Jesus coloca uma toalha na cintura, nos lembra que somente ele pode nos lavar de todo o pecado e nos limpar da injustiça.  Bem, como igreja não podemos viver se o coração de Deus não bater dentro de nós. O pulsar do Eterno Deus em nos está em pregarmos a mensagem da morte e ressurreição de Cristo. A mensagem de que em Cristo temos redenção e o recomeço da vida com significado e dignidade.  Essa é a proposta para nossa sociedade sobre o que é respirar Deus no coração. Não somos perfeitos em nossa vida, somos pecadores amados e aceitos por Cristo que expressam as verdades da Cruz em cada pensamento, palavra e ação (Alcindo Almeida)

Movimentos da graça

Música, poesia e dança não são apenas expressões externas da cultura, mas também são resultados do que vem da alma. A pintura usa uma tela como meio para comunicar a alma do povo. O músico e o poeta são as vozes da cultura, e não só os aculturados.  Ontem vi o Pr. Cleber dando um quadro de presente para o Pr. Maurício. Quando ele virou o quadro, era uma roda de bicicleta com o nome do projeto ethnos. O Pr. Maurício ficou emocionado porque essa arte traduz o que ele ama fazer na vida: missão e pedalar! Quando uma cultura negligencia a expressão da estética, ela negligência própria vitalidade e saúde. Quem disse que a arte, dança, pintura e a música não são movimentos da graça? Claro que são! Adoramos ao  Eterno Deus através dos sons, ritmos e percussões. Os Salmos da Bíblia nos convidam para celebrar ao Eterno Deus assim! Usemos as artes, pintura, dança e poesia para expressarmos a gratidão e louvor ao Deus da nossa vida e coração! (Alcindo Almeida)

Seguidor de Cristo

Sabemos que caminhar com Jesus não é algo tão simples assim. Sabemos com toda certeza que além de evitar a ganância, temos a necessidade de ser generosos. Além de não mentir, devemos ser pessoas que são confiáveis, honestas e verdadeiras. Além de fugir do orgulho, devemos praticar a humildade na vida. Além de não levantarmos qualquer calúnia, devemos encorajar as pessoas que estão ao nosso redor.  Um seguidor de Cristo tem uma missão profunda nessa terra, refletir o caráter dele em todos os processos da vida. Meu Deus! Como isso é difícil porque somos falhos e pecadores. Para isso, temos que vencer o nosso ego todo tempo. Porque ele nos empurra para nós mesmos e dá lugar para o orgulho próprio sempre. Lutemos conosco mesmos para que a vida de Cristo seja manifesta em nós através de humildade, amor, sinceridade, encorajamento, fé e verdade! (Alcindo Almeida)

Método divino

O livro de Victor Frankl, Em busca de sentido foi um grande trabalho dele. Frankl dizia que o maior desejo do homem era ter uma experiência profunda sobre o sentido da vida; o homem despertava o desejo de sentir gratidão pela experiência que tinha, querendo ter uma sensação de propósito, de missão e de pertencimento. Ele dizia que devemos ter um projeto para trabalhar nele; ter uma perspectiva redentora sobre os problemas da vida e compartilharmos a vida com as pessoas que amamos. Ele deu o nome para isso de logoterapia. Na verdade, esse método não é de Frankl, ele é de Jesus Cristo de Nazaré. Ele quem nos ensinou a investir na vida, a olhar para a redenção que vem dele mesmo e a amar pessoas que nos cercam. E o resultado será óbvio, teremos o verdadeiro sentido da vida que é exaltar a Trindade sempre. Todos que vivem para projetos próprios, todos que vivem para a ilusão e pessimismo e todos que vivem para a individualidade, não encontrarão o verdadeiro sentido da vida. Nunca encontrão a…

Canções da alma

Assisti um filme maravilhoso e cheio de lições de vida! O filme Nasce uma estrela é a história de uma garota garçonete que canta na noite numa boate. E um dia, um desses processos interessantes da vida, acontece com ela. Ela canta e aparece o cantor famoso Jakson Maine (Bradley Cooper).  Ally (Lady Gaga), uma cantora insegura, mas tem um talento que é observado por Jakson. Ao mesmo tempo em que Ally ascende ao estrelato, Jackson vive uma crise pessoal e profissional devido aos problemas com o álcool. Ele se enamora com a sua voz e a leva para um dos seus shows. Sobretudo quando a carreira de Ally vai crescendo, Jack vai perdendo a luta contra o alcoolismo e o vício em drogas. Apaixonados, eles tentam se apoiar, mas isso acaba se tornando algo mais complicado do que o previsto.  Bom, o filme tem partes muito marcantes, mas o que me chamou a atenção foi a percepção dele em relação ao que estava dentro de Ally. Jakson olha para o coração e percebe que as suas canções surgem da alma. Os doi…

Amizade perfeita

Aristóteles afirmou que a amizade perfeita é aquela que se realiza no bem e que reside no bem, esta é a amizade entre os bons homens que não tem em vista outra coisa a não ser o amor que está neles mesmos. Precisamos praticar esse amor na amizade quando temos ouvidos para ouvir os amigos nos seus dilemas e crises da vida. Precisamos amar aos amigos conhecendo um pouco mais do que eles são e do que necessitam como seres humanos. Nesses tempos de relacionamentos mais líquidos, rápidos, superficiais e cheios de interesses, temos nos preocupado em falar mais sobre as nossas conquistas do que ouvir o que o outro tem a dizer. Os amigos que amamos, nós ouvimos, acolhemos, falamos o que deve ser dito na presença de Deus e os amamos. E amar envolve tempo, dedicação, atenção e amizade constante. Invistamos tempo e atenção para com os amigos do coração! (Alcindo Almeida)

Amor marcante

Hoje meditando durante o dia, pensei: uma coisa sabemos — não somos capazes de entender o amor de Jesus Cristo. Verdade é que se amássemos o bastante, colocaríamos a vida e a cautela de lado pela pessoa que amamos. Amamos a nossa esposa e amamos os filhos, amamos nossos pais. Mas, quando se trata do amor de Deus ao enviar a segunda pessoa da Trindade aqui nessa terra. E quando olhamos para o corpo quebrantado e coberto de sangue de Jesus Cristo naquela Cruz, ficamos inquietos, sem sentidos, sem compreensão e sem entender de fato, a razão da Trindade amar tanto os pecadores, a ponto de se dar espontaneamente numa Cruz para trazer vida eterna para os eleitos.  Olho para esse amor infinito e acredito que o único ato que pode brotar do meu ser é ficar prostrado em adoração e cheio de gratidão com louvor diante do Pai, do Filho e do Espírito Santo, por tão grande amor. Nós fomos perdoados, amados incondicionalmente por Cristo. Através de Cristo, o Evangelho da graça chegou até nós. Somos …

Buscando um significado

Uma viagem ao descobrimento de si mesmo, encontrar seu lugar na vida, se sentir acolhido e tomar consciência de seu próprio eu, é o desejo de todo ser humano. A Bíblia faz questão de trabalhar o significado dos nomes. Vemos o relato de nomes em vários capítulos de Números e Crônicas. Paulo faz questão de citar vários amigos em Romanos. Ele faz menção dos nomes deles. Como precisamos de significado nessa vida. Quando somos esquecidos em algum momento da vida, ficamos tristes, magoados e decepcionados com que fez isso conosco. Todos nós amamos ser acolhidos. Tem um casal aqui da nossa comunidade que sempre estar com eles. Quando estou na casa deles sou muito bem recebido. Eles me tratam como se fosse um filho deles. Tenho prazer de estar ao lado deles porque simplesmente são atenciosos, gentis, amáveis, acolhedores e muito agradáveis. Todos nós como seres humanos buscamos significado. Bom, o dono do significado para vida se chama Jesus Cristo de Nazaré. Lá na cruz, ele resgatou nosso nome…