Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Submissão ao Altíssimo

A humildade não se deprecia, para chamar a atenção, nem valoriza a sua cota para ganhar pontos aos olhos dos espectadores. Ser um cristão orgulhoso é contradição tão grande como ser um ímpio humilde. Se vendemos a nossa imagem por um preço além ou aquém do que somos, devemos suspeitar de nossa experiência de salvação. C. P. Cockerton diz: o orgulho, no sentido religioso, é a atitude de autonomia, de autodeterminação, de independência de Deus. A humildade não é rebaixamento, mas é teonomia completa, isto é, dependência plena do governo Divino. A essência do pecado é a arrogância, a essência da salvação é a submissão ao Altíssimo em dependência. Aquele que for submisso ao Senhor será também submisso aos que o Senhor colocar em posição de liderança. Não há lugar para a insubmissão na vida dos servos do Cordeiro. O que caracteriza um discípulo de Jesus é a disposição íntima de ser obediente à sua lei, e a lei de Cristo se resume em fazer tudo por amor ao Pai. O espírito da cruz mostra qu…

Últimas postagens

Desfrutando o silêncio

Vontade divina

O ritmo divino

As escadas da humildade

Espaço interior

A fonte divina

Cada detalhe da existência

9º dia da Mission Trip Malawi

8º dia da Mission Trip Malawi

Juízes divinos