Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2019

Fé centrada em Deus

A certeza da fé é a convicção de pertencermos a Cristo e que já desfrutaremos da salvação em Cristo. Essa pessoa sabe que o Espírito Santo a regenerou e continua a santifica-la. A certeza pessoal da fé é conhecida por frutos como comunhão com Deus, confiança, obediência voluntária, ser sedento por Deus, uma alegria inexprimível e paz no Deus Trino.   A certeza pessoal da fé mostra o nosso grande anseio de glorifica-lo ao cumprir a grande comissão. A certeza pessoal da fé nos faz orar e crer na renovação de todas as coisas. Essa certeza faz com que vivamos no meio das lutas, dificuldades e crises da vida, crendo que tudo tem um plano, tudo tem uma direção divina. Deus está no trono reinando e nada acontece por acaso. Como diz Salomão em Provérbios: É da natureza humana fazer planos, mas a resposta certa vem do Senhor. Ainda que as pessoas se considerem puras, o Senhor examina as intenções de cada um. Confie ao Senhor tudo que você faz, e seus planos serão bem-sucedidos. O Senhor fez tud…

Amadurecimento em Cristo

Há um texto bem preciso que Paulo diz: Seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo. Não há um cristão adulto que não tenha necessidade de crescer. O crescimento é algo que deve fazer parte integral da vida do cristão. Seguimos a verdade que é Cristo em amor e nessa verdade crescemos e nos alimentamos. Crescer na fé e na verdade em Cristo requer tempo, aprendizado e caminhada.  Não é possível gente que anda com Deus ficar estagnado na fé. A vida cristã implica em maturidade diária. Como diz o texto sagrado de Oseias: Conheçamos o Senhor; nos esforcemos por conhecê-lo. Vivemos na jornada em processo de crescimento na Palavra. Vivemos nos alimentando dela para que tenhamos as respostas no coração para todas as áreas da nossa vida.  D.M. Lloyd-Jones afirmou no seu livro As insondáveis riquezas de Cristo: “Cristianismo não é você parar na conversão e no conhecimento de que os seus pecados estão perdoados, e então se contentar com isso pelo resto da vida; cr…

Temos sentido em Deus

Alister McGrath comenta que num de seus diálogos, “Platão compara os seres humanos a jarros que estão vazando. De algum modo, estamos sempre incompletos. Podemos despejar coisas nos recipientes de nossa vida, mas há algo que impede que o jarro fique cheio”. Com a visão do iluminismo, o ser humano tentou de diversas maneiras eliminar Deus. Ele tentou se livrar da realidade espiritual de que há um Deus que reina e controla tudo e todos. Vivemos esses dias hoje, as pessoas têm anulado Deus da história, acham que Deus é uma utopia é algo vão, banal e sem sentido!  Gosto do que Willian Lane Craig diz no seu livro Em guarda: Conhecer a Deus imediatamente deu um significado eterno na minha vida. De agora em dian­te, as coisas que eu fazia estavam carregadas de sentido eterno. De agora em diante, a vida importava. De agora em diante, eu podia me levantar a cada dia, pois cada dia era um dia em que eu caminhava com Deus.  O nosso jarro fica cheio quando entendemos que o significado da vida está e…

Somos criação de Deus

Há uma empáfia de criaturas tentando ser deuses em potencial. Os seres humanos tentam viver de maneira independente e como autossuficientes. Muitos vivem como se Deus não existisse e como se não precisassem do sustento do Eterno Deus. Triste ilusão de seres humanos, não podemos viver sem o Criador. Por isso, precisamos abraçar a nossa qualidade de criaturas que foram criadas pelo dono do Universo. Deus é o doador da vida e somos os receptores dela na criação.  Recebemos o grande privilégio de Deus de sermos criação sua e isso para a sua glória. Nascemos para glorificar a Trindade pelo que ela é e faz em nós. Como Joe Rigney disse no seu livro As coisas da terra:“Querer ser Deus é uma asneira quando ser uma criatura é a condição que nos permite conhecê-lo e ter nele o prazer maior da nossa existência. Os limites que existem no fato de sermos criaturas são o que viabiliza sermos personagens na história que, englobando-nos, é fundamentalmente acerca de Deus. A personagem que somos é chama…

Conversando com nossa alma

A obra Da Alma de Anima, faz parte da compilação das obras do grande Aristóteles. Nela, o filósofo faz um tratado sobre alma – a psykhê – o princípio animador de todos os seres vivos. Tal obra reflete que a alma é o princípio que diferencia os seres animados dos inanimados, vista a priori como o princípio de organização do corpo.  Geralmente não falamos da alma, achamos um assunto esquisito demais porque é um mistério falar do ser, da alma. Mas, podemos falar sim, pois o salmista fala com sua alma e pergunta porque ela está abatida e perturbada. Davi fala com ela e a coloca diante de Deus. Davi pede para que sua alma espere em Deus porque ainda o louvará.  Podemos conversar com sua alma, podemos perguntar pelo estado dela, podemos perguntar sobre o nosso ser e colocar diante de Deus. Porque Ele conhece tudo de nós, Ele sabe de toda nossa crise interna. Ele sabe do que se passa dentro de nós. Ele visita o nosso interior, examina, lapida e trabalha em nós. Abramos a nossa alma diante do Cr…

Deus nos aceita por graça

É impressionante como somos sensíveis àquilo que as pessoas dizem ou escrevem a nosso respeito. Quando alguém nos diz: Você é burro! Você não presta para nada nessa vida. Essas falas nos perseguem e martelam a nossa mente sempre. Lembro-me do meu pai falando essas coisas para mim. Cresci tentando mostrar para as pessoas que não era nada daquilo. Eu queria tirar as notas antes do ano fechar, para que meu pai nunca falasse que eu era burro. É impressionante como as palavras duras e destrutivas mexem com a alma e vão lá no fundo do nosso ser. Nós nos sentimos mal quando alguém fala algo negativo sobre nós.  Graças a Deus que não precisamos provar nada para Deus, para que sejamos amados por Ele. Não precisamos mesmo, Ele até sabe quem somos e somos pecadores.  Somos pessoas que romperam com Deus, mas nada disso, faz com que Ele deixe de nos amar e sorrir para nós. Quantas vezes desejei que meu pai me abraçasse e dissesse que me amava mesmo com os meus defeitos e incapacidades. Mas, ele nunc…

Um convite para a principal questão da vida espiritual

Hoje ouvi um pedaço da palestra de Henri Nouwen. Ele disse: eu sou aquilo que eu faço. Pense em como é importante para nós o que nós fazemos. A gente se sente bem em fazer algo: eu tenho vida, eu vivo!" Quando você faz algo de que se sente orgulhoso, você diz: "Veja isto aqui! Fui eu que fiz! Se eu escrevo um livro e ele é publicado, eu digo: Vejam isto! Este é meu livro! Eu realizei algo!" E eu me sinto bem em minha própria pele. Quando as pessoas envelhecem elas dizem: Você talvez pense que eu não realizei muitas coisas, mas olhe só estes troféus! Veja, eu fui um jogador de futebol, um jogador de tênis, um mestre aqui ou ali. Veja o que eu realizei em minha vida! A gente fica feliz, porque essas realizações nos dão um sentimento de bem-estar. Entretanto, assim que a gente constata que não se pode mais realizar tantas coisas, ou quando as pessoas não nos valorizam tanto mais pelo que se faz, a gente logo se sente mal, deprimido, pessimista. E então, de repente se descobr…

Morrendo para si mesmo

No Evangelho de Mateus, Jesus disse: Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me. Ouvimos uma pregação meio esquisita e simplista hoje sobre seguir a Jesus.  Os pregadores dizem: Venha para Jesus e você será feliz. Sua vida será de vitória total. Você nunca mais sofrerá e será uma pessoa próspera. Só quequando lemos esse texto nos deparamos com uma ideia diferente de Jesus. Ele nos traz a proposta de negação, de renúncia e esvaziamento total para andar com Ele. A proposta de Jesus não é muito agradável, porque ele diz que se alguém quiser andar com Ele deve matar o ego, desistir de si mesmo por causa do Evangelho de Cristo.  A proposta de seguir a Cristo é de ter um Senhor absoluto na vida que tem o controle total da nossa vida. Negar a si mesmo e levar a cruz é ter Cristo como primazia em tudo. Negar a si mesmo é abrir mão de si mesmo em prol de uma causa maior, o Reino de Deus. Negar a si mesmo é ter um performanc…

Tudo tem seu tempo determinado por Deus | Alcindo Almeida

https://www.youtube.com/watch?v=jDzfSZRgwjY

A nossa fonte de cura

O texto do profeta Jeremias afirma: Cura-me, Senhor, e sararei; salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor. Como temos feridas nessa vida, como sofremos na alma. Como temos tristezas profundas no coração. E quando olhamos para esse texto vemos a expressão do coração do profeta Jeremias, abrindo a alma, rasgando a alma perante o Senhor Deus. Ele clama: Cura-me Senhor!  Que precioso ter o Senhor como nossa fonte de cura e alívio nas horas complicadas da vida. Ele nos cura e sara, ele nos salva e nos anima para prosseguir na jornada. Como precisamos de cura lá dentro do ser, porque carecemos de Jesus, carecemos da sua renovação e cuidado sempre!  Não tenhamos medo de abrir a página interna da nossa alma, Deus nos ouve e nos cura. Podemos louvar ao Senhor porque ele nos assiste e nos ampara sempre! (Alcindo Almeida)

Minuto de graça #39 - O exercício da mentoria

As Escrituras no coração

Temos vivido um tempo em que a ignorância sobre Deus tanto de seus recursos, como da prática da comunhão com Ele, tem relação direta com a fraqueza da igreja moderna. Duas tendências infelizes parecem ter produzido este processo. A primeira tendência é que a mentalidade cristã se adaptou ao espírito moderno, ou seja, a atitude atual em relação a Deus é deixa-lo à distância, quando não o nega completamente. A ironia disto é que os cristãos modernos, preocupados em manter as práticas religiosas num mundo sem religião, têm permitido que Deus se torne distante. A segunda tendência é que a mentalidade cristã se confunde pelo ceticismo moderno. Por mais de três séculos o fermento naturalista da perspectiva renascentista tem agido como um câncer no pensamento ocidental. O ceticismo a respeito da revelação divina e dos fundamentos cristãos, deu margem ao questionamento mais amplo que abandona toda ideia da unicidade da verdade, e com isso qualquer esperança de unificar o conhecimento humano.  Te…

O brilho é dele

Temos visto inúmeros acontecimentos na nossa sociedade. Há uma busca frenética para as pessoas serem alguém. As meninas querem terem uma beleza exterior, os homens querem ganhar dinheiro e alcançar um status. As crianças crescem competindo em todas as áreas da vida.  Confesso que estou num momento diferente na vida! Tenho pedido a Deus que me dê a graça de escapar de mim mesmo, romper com meu ego pela graça também e viver com a liberdade emprestada pelo Senhor Jesus a mim. Estou tentando apreciar o belo da criação e viver centrado em Cristo! Chega da gente querer aparecer e sempre brilhar! O brilho é tão somente de Cristo, jamais dessa coisa da empáfia humana, dessa filosofia de Augusto Comte sobre o trono do homem, do homem no centro!  O humanismo de Comte, filósofo francês, ensinava que o homem era a base de todos os valores e de toda a excelência, de que o homem era o objeto de todas as atividades. De que a humanidade era o único objeto da nossa adoração. Esse projeto é totalmente …

Onde está o nosso coração?

O texto sagrado do Evangelho de Mateus 6:19-21 afirma: Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração. No meio de tanta busca hoje pelas posses terrenas nos deparamos com essa fala de Jesus. Ele fala algo que parece uma loucura para nós hoje, porque lutamos muito mais pela sobrevivência material.  Há pessoas que trabalham 16 horas para conquistarem mais, só um pouco mais. E o convite é: Acumulem para vocês tesouros no céu. Acredito que isto tem a ver com as riquezas espirituais, tem a ver com a eternidade com Deus. Esse tesouro não é consumido, não acaba, não é destruído em hipótese alguma.  Jesus conclui sua fala nessa perspectiva dizendo: Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração. Como isso mexe com nossa es…

Um tempo para a Palavra

Há uma canção do Grupo Logos que diz: É na Palavra que encontro clareza para o meu andar. São nos conselhos de Deus que acho paz. Só na verdade asseguro o futuro do meu viver, aí, confiante, consigo caminhar. A razão de estar seguro e confiante, e de ter meus passos na luz. É andar obedecendo a Palavra e temendo ao Deus que me fez.  Hoje pela manhã, tive o privilegio maravilhoso de terminar a leitura das Escrituras Sagradas pela 39ª vez. Li várias vezes inúmeros textos e capítulos. Tive a oportunidade de rever as histórias lindas como as de Abraão, Isaque, Jacó, José de Deus, Davi, Moisés, Ana, Rute, Maria, Joao Batista, Paulo, Pedro e Timóteo. Que passeio divino para o coração. Que precioso ler um texto que já tinha lido 38 vezes e ver Deus falando novamente de uma maneira diferente. Ver Deus tocando na minha alma de uma maneira peculiar. O livro Sagrado é profundo para a alma, cada vez que lemos, refletimos e ponderamos nele, crescemos, amadurecemos e nos tornamos pessoas mais humild…

O belo da Trindade

O coração humano foi criado para adorar e admirar a Trindade. No processo divino houve um efeito chamado queda. Perdemos essa noção do belo, do perfeito e da santidade total na vida. Perdemos a noção da glória e majestade da Trindade. Rompemos através de Adão e Eva, a nossa imagem foi desfigurada no ser, no caráter e na espiritualidade.  Agora, sem comunhão, sem amizade e sem essa visão do belo divino, precisamos de um mediador. Precisamos de alguém puro, santo, sem mancha alguma de pecado para nos atrair novamente para perto da Trindade. Ela manda a segunda pessoa, Jesus Cristo de Nazaré.  O Evangelho vem para manifestar a glória de Deus e aplicar remoção do obstáculo que impedia de vermos a glória e majestade da Trindade. Jesus vem para nos permitir ver novamente o belo da Trindade. Através dele, através da sua obra vicária na cruz do Calvário, a nossa imagem é renovada, reconstruída e temos acesso de novo ao jardim divino. Por isso, Paulo diz em Romanos 5.10: Porque se nós, sendo ini…

Vida correta

O texto de Miquéias 6:8 afirma: Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o Senhor pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benignidade, e andes humildemente com o teu Deus? A maior luta do ser humano é viver de acordo com princípios da vida. Essa luta é antiga e atual. Como é difícil viver de maneira correta. Como é complicado andar honestamente, andar em retidão e praticar todos os dias a justiça na vida. Miquéias fala de fazer justiça, amar misericórdia, ou bondade, e ser humilhado diante de Deus. Ele se reporta a questão dos mandamentos divinos que conduzem a vida do povo de Deus. Esse texto tem a ver com a adoração ao Eterno Deus, adoramos e celebramos a Deus quando consideramos a justiça, quando praticamos o amor para com o próximo e quando nos rendemos diante da majestade e grandeza de Deus. O grande reformador genebrino João Calvino, comentando esse texto, diz que os hipócritas colocam toda a santidade nos ritos externos; mas Deus requer o que é muito difer…

Três dimensões da teologia

Rowan Williams está certo ao chamar a atenção para três dimensões da teologia: A primeira é a celebração. A teologia começa na adoração a Deus. O dogma, poderíamos dizer, é a doxologia.  A segunda é a comunicação. A teologia procura explicar o significado de Deus e de suas obras para os que estão dentro e para o que estão fora da igreja.  A terceira é a crítica. A teologia luta por distinguir o testemunho verdadeiro do falso quanto a Deus e às suas obras. Há muita gente que nos critica por estudarmos tanto a teologia sadia. Se Rowan está certo, com um estudo apropriado e sério sobre as dinâmicas espirituais da Teologia sadia, glorificaremos mais ao Senhor, nos comunicaremos de maneira correta, concisa e inteligente. E teremos compreensão maior do que é certo e errado. Não incorreremos em erros que mancham o ensinamento verdadeiro e honesto das Escrituras Sagradas. Todos nós como cristãos somos pequenos teólogos que pegamos as Escrituras, lemos, estudamos e tiramos os ensinamentos delas p…

As Escrituras como fonte da vida

Kevin Vanhoozer afirmou no seu livro Encenando o drama da doutrina: Ser bíblico não se restringe à teoria, mas é também uma questão de prática. Uma coisa é ter uma visão da autoridade bíblica, outra é compreender a palavra de Deus e formular sua verdade sistematicamente, e outra ainda consiste em não apenas afirmar a verdade, mas também praticá-la ou corporificá-la. Com frequência, fazer teologia de acordo com as Escrituras não inclui este último sentido. A presente proposta trabalha com uma compreensão vigorosa do que significa ser bíblico que inclui as três dimensões: tem em alta conta as Escrituras, usa as Escrituras como fonte e norma da doutrina cristã e corporifica as Escrituras em formas da vida cotidiana. Bem, é fato que passamos uma crise enorme nesse Século de pessoas que apenas têm uma teoria sobre as Escrituras. Jesus exortou de maneira profunda o povo daquela época dizendo: Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas que testificam de mim. E…

A graça que atrai

Sempre que o mestre Jesus passa em algum lugar a sua graça atrai e chama pessoas. Ele é como um imã divino. A sua graça chama pecadores para perto, para que Ele mostre seu amor, compaixão, afeto e esperança. É uma pena que tenhamos tantos modos diferentes de Jesus, por isso, repelimos as pessoas de se aproximarem de nós.  Como sou insensível às realidades espirituais e algumas vezes não percebo que passo longe dessa graça em atrair pessoas como o mestre Jesus. Ele atrai uma mulher adúltera quando todos queriam mata-la e Jesus pergunta onde estão os acusadores! E diz para ela ir e não pecar mais. Esse imã divino atrai um Zaqueu, uma mulher samaritana, um gadareno que todos têm medo. Esse imã divino atrai a mim, um ser absolutamente miserável, pobre pecador e carente dessa graça especial.  Como precisamos olhar para o nosso Senhor Jesus e pedir para que ele nos dê a graça de atrair pessoas e apresentar o Evangelho da graça para elas. Mostrar o que esse imã divino faz no coração humano! …

Leituras em fevereiro de 2019