Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Leituras em maio de 2017

Imagem
1.GROESCHEL,Craig#Naluta.São Paulo: Editora Vida, 2017. Neste livro atual e transformador, Craig encoraja os leitores que anseiam reassumir o controle de suas vidas e colocar Jesus em primeiro lugar novamente. Ele traça valores bíblicos que todos os seguidores de Cristo sabem que são essenciais, e ainda mais importantes para nosso mundo exaurido e centrado em si mesmo. Quanto mais você faz comparação, menos satisfeito fica. Quanto mais interagimos online, mais sentimos falta de uma intimidade face a face, mas o pior ainda está para ser descoberto. Quanto mais filtradas nossas vidas se tornam, mais desafiador fica ser autêntico. Quanto mais expostos à dor do mundo, mais difícil é cuidar.Contém 272 páginas.
2. REDMAN, Beth & Matt. Encontrando Deus no tempo da dificuldade.São Paulo: Editora Vida, 2016. Aprenda a resistir às tempestades da vida com o clamor de “Bendito seja o teu nome” nos lábios. No livro, Matt e Beth apresentam sua experiência de oferecer louvor mesmo quando se enfre…

Um tempo a sós com o Pai

Imagem
Richard Foster no seu livro Celebração da disciplina trabalha a ideia da oração e diz que a meditação nos introduz na vida interior. Disciplina de oração é o que nos leva à obra mais profunda e mais elevada do espírito humano. A oração verdadeira cria e transforma a vida. Orar é mudar. A oração é a avenida central que Deus usa para nos transformar. As palavras do Evangelho de Marcos 1.35 mexem com o nosso coração: Tendo-se levantado alta madrugada, saiu, foi para um lugar deserto, e ali orava. Esse é o estilo de vida de Jesus, ele tem um tempo a sós com o Pai. Ele sai na madrugada para cultivar no seu coração o tempo de oração e meditação. A dica para nós é que precisamos de um tempo com Deus. Lembro do que Martinho Lutero declarou: “Tenho tanto o que fazer que não posso prosseguir sem passar três horas diariamente em oração”. A oração nos faz olhar para Deus além do terreno. A oração nos faz confiar na provisão divina e não nas nossas próprias forças. O mestre nos ensina a colocar a …

Ajudando os filhos

Imagem
Nossa tarefa como pais é a de ajudar nossos filhos a encontrar a própria voz deles. Não podemos viver nossos sonhos nos filhos. Alguns não conseguem ser ou realizar determinados sonhos e transferem isso para os filhos. Nosso propósito como pais, é ajudar os filhos a descobrirem seus talentos dados por Deus, e não querer imprimir o que achamos que deve ser a prática de vida deles. Nosso papel é conduzi-los para mais perto da graça de Deus. O nosso papel é orar com eles e por eles sempre! (Alcindo Almeida).

A estrutura humana é frágil

Imagem
No capítulo 3.1-10 Jó faz questionamentos sobre o fato de ter nascido. No versículo 10 ele diz que Deus não escondeu dos seus olhos o sofrimento. Tudo em Jó está doendo muito. A dor e a perplexidade são demasiadamente fortes e a sua alma está gemendo de angústia. A verdade é que Jó deseja nunca ter sido. Ele apenas contempla a tragédia e responde do modo mais humano que alguém pode responder. No versículo 16 ele diz que preferiria ter sido abortado. No versículo 24 diz que os seus gemidos se derramavam como água. No versículo 26 ele diz que não tinha repouso, nem sossego, nem descanso e veio sobre ele a perturbação. Parece estranho para nós um homem tão próximo de Deus afirmar tais palavras como estas. Palavras que trazem certo desconforto com a situação e questionamento sobre a ação de Deus na vida. A verdade é que a estrutura humana passa por períodos assim. Somos assim, eu sou assim, você é assim! E por isso, vem sobre nós esse negócio chamado de depressão que mexe em todas as noss…

Submissão ao Altíssimo

Imagem
A humildade não se deprecia, para chamar a atenção, nem valoriza a sua cota para ganhar pontos aos olhos dos espectadores. Ser um cristão orgulhoso é contradição tão grande como ser um ímpio humilde. Se vendemos a nossa imagem por um preço além ou aquém do que somos, devemos suspeitar de nossa experiência de salvação. C. P. Cockerton diz: o orgulho, no sentido religioso, é a atitude de autonomia, de autodeterminação, de independência de Deus. A humildade não é rebaixamento, mas é teonomia completa, isto é, dependência plena do governo Divino. A essência do pecado é a arrogância, a essência da salvação é a submissão ao Altíssimo em dependência. Aquele que for submisso ao Senhor será também submisso aos que o Senhor colocar em posição de liderança. Não há lugar para a insubmissão na vida dos servos do Cordeiro. O que caracteriza um discípulo de Jesus é a disposição íntima de ser obediente à sua lei, e a lei de Cristo se resume em fazer tudo por amor ao Pai. O espírito da cruz mostra qu…

Desfrutando o silêncio

Imagem
Sempre penso no silêncio como uma esfera onde podemos entrar em contato com nossa fonte interior. Silêncio tem a ver com a calma. Quando ficamos em silêncio, nossa sede e nossa fome interiores afloram em nós. Mas, o silêncio é capaz de saciar esta sede. Silêncio é dado a nós e podemos mergulhar num espaço de silêncio. Quando o silêncio nos rodeia, nós o experimentamos como algo precioso. Então para desfrutar o silêncio, precisamos aquietar o coração. E no momento de silêncio ouvimos a voz do Pai. Quietude e silêncio são elementos salutares para desfrutarmos da comunhão com o Senhor. Para ouvir Deus, precisamos banhar a nossa alma com o silêncio. Não é por acaso que Deuteronômio 27:9 diz: Guarda silêncio e ouve, ó Israel! Hoje vieste a ser povo do Senhor teu Deus. Silêncio e quietude são os elementos para o descanso do nosso coração na presença do Eterno Deus. A dica é: Guarda silêncio e ouve. Aprendamos a cultivar o silêncio lá dentro do nosso ser para que ouçamos a voz doce do Eterno…

Vontade divina

Imagem
Glenio Paranaguá afirma: No jardim do Éden, o ser humano cruzou com a perfeita vontade de Deus e preferiu ficar com sua vontade egoísta, caindo no pecado. No jardim da oração, o Senhor Jesus optou pela vontade de Deus Pai, a fim de libertar o homem do pecado! Vontade humana é algo que produz orgulho, soberba e prepotência total! Essa vontade humana cria uma trindade do ser adâmico: satisfação, desejo e necessidade! O ego quer isso para sobrevivência! E acaba caindo no mesmo buraco que Adão e Eva caíram, da desobediência. A oração do Pai nosso nos ensina o jeito certo de viver: Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu! Esse é o jeito precioso de vencer essa trindade do ser adâmico, buscando a direção do Pai, pedindo sua direção para a jornada aqui na terra! Porque ele sabe aquilo que é melhor para nós! Vontade soberana, vontade divina para o nosso coração! Que oremos assim sempre: Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu! (Alcindo Almeida).

O ritmo divino

Imagem
Para os gregos o tempo chronos é o que medimos pelo cronômetro. Esse tempo nunca é suficiente. Nesse tempo corremos para lá e para cá. Nele dependemos dos espaços e da correria humana. Nele sempre nos cansamos, nos afadigamos na alma e nos estressamos muito! Chronos é o tempo que devora o nosso coração!  Mas, ao mesmo tempo, os gregos trabalham com o tempo kairós, o tempo agradável! Jesus sempre fala sempre desse tempo agradável no Evangelho. Esse tempo é divino, é do céu! O tempo kairós não traz fadiga, mas graça! É o tempo que realizamos as atividades, mas sem desconfiança, sem medo e sem temor! É o tempo vivido no ritmo divino, é o ritmo da oração e da dependência do Eterno Deus!  O tempo kairós é o daquela oração de Davi quando disse: Far-me-ás ver a vereda da vida; na tua presença há fartura de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente. Que cultivemos kairós divino em nosso coração! (Alcindo Almeida).

As escadas da humildade

Imagem
George Campbell Morgan disse algo precioso demais: Todos os tronos de Deus são alcançados descendo-se as escadas. Nós humanos não gostamos de sair do controle das coisas. A sombra de Adão está completamente impregnada em nós. Gostamos de estar a frente de tudo e o velho homem ainda quer reinar em tudo. Para vencermos o ego do velho homem, precisamos descer as escadas da humildade. Precisamos descer as escadas que nos levam para a cruz. Foi exatamente o que o nosso mestre fez. Ele se humilhou assumindo a natureza humana caída e falida. Ele deixou sua glória, ele se esvaziou, ele assumiu a forma de servo e nessa forma foi obediente ate a morte e morte de cruz. Como diz Glenio Paranaguá: O espírito da cruz nos mantém no estado de dependência plena na suficiência de Cristo. Precisamos descer as escadas da cruz, precisamos imitar essa humildade do Senhor Jesus, porque ela nos aproxima cada vez mais da graça do Evangelho do Reino. O Evangelho que só aceita gente quebrada, gente que passa pe…

Espaço interior

Imagem
No espaço interior do silêncio estamos livres das pessoas, das expectativas, das opiniões, dos desejos e das exigências. Quando estamos no espaço interior do silêncio não precisamos nos preocupar com o que pensam de nós. Quando vivemos assim, ficamos sufocados porque nos preocupamos com o que veem em nós e não o que Deus vê lá dentro do nosso ser.  Olho para a fala de Davi no Salmo 132.4-5 e vejo que a preocupação do seu coração, é achar um lugar no interior do seu coração para contemplar Deus. Um lugar para ter o espaço sagrado que o libera de girar em torno dos acontecimentos humanos. Davi quer um lugar interior de contemplação e silencio para ser liberto das pressões exercidas pelas suas guerras e conflitos diversos. Ele não sossega seu interior enquanto não acha um lugar sagrado para o Eterno Deus. Porque nesse espaço do coração, na presença do seu Deus, ele encontra a paz, o sagrado e o contemplativo.  Nesse espaço do coração, na presença do seu Deus, ele acaba com seu esgotamento …

A fonte divina

Imagem
O deserto é uma figura bem presente no Velho Testamento. Sempre aparece a ideia de que no meio do deserto há um oásis, um poço que podemos tirar água. A figura é que no meio da sequidão sempre há um manancial divino para o coração. O texto de Isaías 35:6b afirma: Águas irromperão no ermo e riachos no deserto. A experiência do deserto é parte na nossa vida. Nós passamos por diversos desertos da vida: lutas em casa com o casamento; com os filhos que têm seus conflitos e limitações; os problemas de saúde na família; o desemprego; o namoro que acabou. A menina que descobre que está com um tumor e só tem 20 anos de idade. Enfim, são muitos os desertos da vida que atravessamos! As palavras do profeta Isaías são marcantes para a nossa alma. No meio dos desertos existenciais da alma, no meio da sequidão Deus manda para nós torrentes que alimentam o nosso coração. No meio de toda dor, solidão e tribulações, Deus manda um manancial de águas para trazer alívio e matar nossa sede. Na presença del…

Cada detalhe da existência

Imagem
Mais de 350 milhões de pessoas sofrem de depressão no mundo. E esse número está aumentando: 18% entre 2005 e 2015. E, o Brasil, é o país com maior prevalência de depressão na América Latina. Segundo o novo relatório lançado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) 5,8% da população – 11,5 milhões de brasileiros – sofrem da doença. Além disso, o Brasil é recordista mundial em prevalência de transtornos de ansiedade: 18,6 milhões de pessoas – 9,3% da população – sofrem com o problema (Revista Ultimato). Eu escrevi um livro sobre a depressão há alguns anos chamado: Depressão na vida - redescoberta da força na fraqueza. Eu percebo que a cada ano, essa doença mexe mais com o coração do nosso povo. Tenho encontrado até a turma mais nova com esse processo. Acredito que nós precisamos refletir mais sobre esse problema que tem afligido, jovens, adultos e os mais veteranos na vida. O ato de conversar abertamente nas nossas casas, sobre depressão é o primeiro passo para entender melhor o assunto …

9º dia da Mission Trip Malawi

Imagem
Hoje dia 12 de maio amanhecemos 4:30 e vivemos um momento profundo na saída do povoado de Golyat. Os pastores tocaram os tambores e cantaram! Perguntei para a esposa do Pr. Israel, o que significava aquilo. Ela disse: Isso é demonstração de honra e despedida para aqueles que os serviram!  O Pr. João disse que somos os heróis deles! Bendito seja o Eterno por tudo!

8º dia da Mission Trip Malawi

Imagem
Hoje amanhecemos 5:45 e os Pastores já estavam em oração! Tomamos um belo café e fomos para os trabalhos normais. Hoje fizemos a exposição de II Timóteo 2, 3 e 4. Finalizamos a conferência e trabalhamos alguns pontos cruciais, como por exemplo: 
A questão das viúvas: na cultura quando o marido morre, o consolo para a esposa e se deitar durante 3 dias com o cunhado! Mauricio ensinou que isso é pecado! A Bíblia tem outro tipo de cuidado para a viúva! A família deve cuidar dela! 
A questão da virgindade de uma moça: eu falei da transformação que as Escrituras realizam em nós. E disse que o costume do pai pagar para a filha perder a virgindade é pecado! Disse que temos que lutar pela pureza da nossa filha! E temos que preparar-lá para um casamento santo diante de Deus! Isso provocou um barulho enorme! Ficaram completamente constrangidos! E disse a eles que isso tem a ver com o tratamento da palavra no nosso coração! Ficamos extremamente edificados com o poder da Palavra no meio da cultura! …

Juízes divinos

Imagem
Interessante analisarmos o significado da palavra juiz. A palavra significa ereto, reto. O juiz é alguém que endireita alguma coisa. Ele tem uma análise final para orientar as pessoas na direção de sua verdadeira natureza. A função dele é de tornar tudo mais fácil para que a essência apareça. Olhando para os juízes das Escrituras Sagradas, a função deles era orientar as pessoas na direção divina. 
A palavra no grego "krites" tem o significado de separar, distinguir e decidir. Ele é uma espécie de árbitro colocando a vida das pessoas em ordem. Ele profere a sentença sempre de forma correta e reta. O juiz no Velho Testamento oferece uma oportunidade de um novo começo e de uma volta para a vontade de Deus. Assim que o grande juiz e profeta Samuel viveu. Ele disse: Se com todo o vosso coração vos converterdes ao Senhor, tirai dentre vós os deuses estranhos e os astarotes, e preparai o vosso coração ao Senhor, e servi a ele só, e vos livrará da mão dos filisteus (1 Samuel 7:3). A …

A visão da sarça

Imagem
Olhamos para a historia de Moisés e vemos que ele foi o instrumento de Deus para libertar Israel das garras do Egito. Moisés, num momento de ira, matou um egípcio e precisou primeiro se confrontar com sua inutilidade, que vê refletida na imagem da sarça ardente, para, como um fracassado, ser instrumento nas mãos do Eterno Deus.  A sarça é a imagem do sentimento que Moises tinha a respeito de si mesmo no estrangeiro. Ele fracassou na ajuda para seu povo, e tem que fugir. A sarça a beira do deserto é um arbusto sem valor. Ele representa o fracasso mesmo, a sequidão, a exaustão, a falta de valor e o menosprezo. Mas, o texto de Êxodo 3:2 diz que essa sarça ardia sem se queimar. Que extraordinário para o coração da gente hoje. Nós nos sentimos como essa sarça, somos fracos, vazios nas forças, secos, desprezados e consumidos. Mas, apesar de tudo, algo ainda em nós arde, sem que queimemos. Apesar de toda fraqueza que temos, há em nós o fogo de Deus, a glória e o poder dele dentro de nós. Some…

Sétimo dia da Mission Trip Malawi

Imagem
Hoje dia 10.05.17, levantamos um pouco mais tarde, às 7:30. Eu não consegui dormir muito porque os bichos estavam agitados porque havia uma iena no meio do acampamento! Também fiquei acordado desde 3:20 da manhã porque tinha um trator no meu quarto (rssss). Tomamos o café que o Pr. Madiba fez para nós e fomos para os trabalhos! O pessoal dos fantoches (Fabi, Vinicios, Jeanne e Júnior) com muitas crianças, aproximadamente 190. Foram distribuídos 330 brinquedos para elas. Os dentistas Jakson e Alessandro que estabeleceram a meta de atenderem 20 pessoas hoje! E Mauricio e eu na conferência de Timóteo!  O dia está bem quente hoje, talvez uns 30 graus! Aqui não tem bancos confortáveis, nem ventilador, nem luz, nem banheiro e nem carro! A única coisa em comum, é a água mesmo! Em cada detalhe vemos o mover divino! Enquanto eu lia I Timóteo 6 pela manhã, me deparei com algo divino! Foi como uma voz me falando, Alcindo, use o exemplo do terno que o Pr. João ganhou do Mauricio! Senti vontade de …

Minuto de graça # 89 - Uma vida pautada pela oração

Imagem

Sexto dia da Mission Trip Malawi

Imagem
Hoje dia 09 de maio, fomos acordados por um pastor chamado Cleber, ele começou a falar as 6 da matina! Mas, durante a noite ouvimos galo cantando, trovões e uma música no bar que não parava! Ouvimos o cabrito berrando! Enfim, a noite foi uma verdadeira aventura! Umas 7 horas, tomamos um café feito na lenha! Momento gostoso e simples! Às 8:45 começamos o curso de I Timóteo 2 com o Mauricio e em seguida ministrei  I Timóteo 3 e um pastor moçambicano, chamado Benjamim traduziu para o dialeto dos pastores moçambicanos e malawenses.
Hoje tiramos foto com o Pr. Fernando que andou durante 3 dias para chegar aqui na vila! Estamos muito quebrantados nessa missão! Glória ao Eterno Deus!  Agora a noite terminei de ler um livro bem legal Amantes e amigos de Joel Beeke, porque amanhã tocarei nesse assunto com os pastores. Tivemos um tempo de compartilhar a vida e as lutas que temos no dia a dia e terminamos cantando a canção Te agradeço olhando para o céu! Tempo maravilhoso.                        

Amando sem medida

Imagem
A medida do amor é se dar sem medida! Nesses dias estive no Malawi com um grupo de amigos de várias igrejas e da nossa em Alphaville. Eu vi muita gente carente de um abraço, de um afeto e de uma ajuda espiritual e social! Me senti pequeno por ter pouco para dar! Mas, o pouco que dei foi pela graça que vive em mim: Jesus Cristo de Nazaré! Percebi nesses dias que quem ama, vive na atenção solícita, tem coração ligado no próximo e o olhos atentos para o movimento do amor divino! Como é bom oferecer um pouco de mim para o outro e perceber que quando faço isso, imito o Senhor Jesus Cristo de Nazaré e trago um pouco da graça divina para a vida! Deus nos chama para amar sem medida, como ele nos amou no seu Filho! Para isso, precisamos nos abrir mais e nos doar mais para o outro! Que o Eterno nos dê essa graça de amar sem medida! (Alcindo Almeida). Foto: Bruno Nogueira

Um amor profundo

Imagem
Fico pensando no amor que a Trindade tem por pecadores como nós! A Trindade se humilha através da pessoa do Filho! O ser de Jesus Cristo de Nazaré entra nessa terra com humildade como Paulo afirmou em Filipenses 2: Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte — morte de cruz. ‬‬Jesus sofre, padece e vai até a morte de cruz no grau máximo da humilhação para garantir vida eterna para nós pecadores! Que amor profundo e sacrificial por nós! Esse amor teve início na eternidade quando a Trindade resolveu nos amar em Jesus. A imagem de Cristo nos assegura que somos o alvo do amor eterno do Pai! Louvado seja a Trindade por nos amar trazendo o Filho para morrer e ressuscitar trazendo graça e perdão para pecadores! (Alcindo Almeida).

Minuto de graça # 88 - Um presente para nós

Imagem

Nosso terceiro dia na Mission Trip Malawi!

Imagem
Pela graça de Deus chegamos em Blantayre às 13h e pensávamos que teríamos problemas na alfândega. Estávamos lotados de bagagens. Incluindo os equipamentos de tratamento dentário. Trabalho que será realizado pelo Alessandro e Jakson. Deus nos deu graça, passamos tranquilamente e seguimos para o Hotel na cidade. Foi bom demais encontrar o Pr, Israel com sua esposa Dani. Também vimos o pequeno Gabriel e a Ana Eliza. Quando viemos pela ultima vez, a Dani estava gravida dela. Que tempo gostos da equipe com eles, passamos o dia junto, fizemos as compras, foi preparada a carne para levarmos na segunda-feira e terminamos a noite orando e saboreando um lanche aqui no Hotel. O nosso coração esta eufórico para o que vira amanhã se Deus nos permitir.

Nosso segundo dia na Mission Trip Malawi!

Imagem
Hoje foi o dia para nós conhecermos alguns missionários da base Jocum. Segue o relato da Alice e Douglas:
Douglas e Alice Hugentobler. Filhas: Lidia, 13, Nicole, 10 e Abigail, 6. Estão na África do Sul e em missões por 17 anos. Eles vieram do RS. Três Coroas, ao lado de Gramado. O Douglas trabalha como Diretor de Treinamento, preparando e equipando quem Deus chamou para o campo. O tônica dele é para que todos vivam plenamente no chamado de Deus. Alice trabalha no campo pastoral da base, cuidando principalmente das famílias. O investimento é para que a adaptação seja menos difícil. Então, o Douglas dá as ferramentas para irem adiante e ela para que não se apavorem e voltem pra trás. O maior desafio no momento é vencer o cansaço que eles tiveram nos últimos anos. Também tivemos um momento bem legal com o Junio, Lorena, Fagner e a Luciana! No momento oportuno compartilharei sobre eles! O fato é que estamos completamente quebrantados com as histórias que ouvimos hj aqui na Jocum. Deus amad…

Nosso primeiro dia na Mission Trip Malawi

Imagem
Nós chegamos hoje cedo em Joanesburgo e já embarcamos para Cape Town. Antes de chegarmos na Base da Missão Jocum, Deus nos deu o privilégio de estar no Cabo da Boa esperança. Presenciamos a realidade das obras criadas! Pudemos ver e confirmar o que o Salmo 19.1 diz: Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Que satisfação ao andar no meio das pedras e sentir a graça de Deus com esse óculos divino para ver a grandeza de Deus na criação. A nós só resta nos prostrar diante da majestade, poder e soberania desse Deus maravilhoso! Primeiro dia ótimo!

Livres de condenação

Imagem
Novamente compartilho algo do que li no livro Ego Transformado de Tim Keller. Ele nos mostra que o apóstolo Paulo tinha consciência mesmo do que aconteceu através da justiça divina, ela o livrou de qualquer condenação. Paulo, mostra a essência de não se importar com julgamentos e nem com elogios. O motivo? Deus o julga. Só a opinião de Deus importa para Paulo. Ele diz em I Coríntios 4:3: Todavia, a mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós, ou por algum juízo humano; nem eu tampouco a mim mesmo me julgo. E o texto de Romanos 8:1 mostra também que nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Não estamos mais no tribunal. Não estamos mais diante de defesa ou acusação.  O que Deus vê quando olha pra nós é o seu filho Jesus Cristo de Nazaré. Nosso desempenho na vida cristã não é para alcançarmos um bom veredicto, pelo contrário, nós nos desempenhamos bem, porque o veredicto já foi dado. Fazemos o que fazemos (obras) por gratidão, louvor e rendição diante do Eterno Deus. Pre…