Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

Meditação em I Reis 11.1-10

Olhando para essa atitude de Salomão, percebemos que o pecado afetou a totalidade das faculdades humanas, mente e a vontade. O rei Salomão era louco por mulheres diz o textos sagrado. A filha do faraó foi apenas a primeira de inúmeras mulheres estrangeiras que ele teve, as moabitas, as amonitas, as edomitas, as sidônias e as hitéias. O rei, filho de Davi que era tão íntimo de Deus, se apaixonava por elas e não as rejeitava e o fato é que as mulheres o levaram a se desviar de Deus. Suas mulheres o atraíam para o lado dos deuses estrangeiros, e sua fidelidade ao Eterno foi esmorecendo. Ele não se manteve leal ao Eterno, tanto que virou devoto de Astarote, a deusa dos sidônios, e de Moloque, o abominável deus dos amonitas. Salomão desprezou abertamente o Deus da aliança, não seguiu os passos de seu pai, Davi. Ele construiu altares semelhantes para os ídolos de todas as mulheres estrangeiras. O Eterno ficou triste com Salomão, por vê-lo abandonar aquilo que ele aprendeu e viu sobre o que …

Livro novo sobre relacionamentos a dois

Terminei o ano pensando seriamente em juntar toda a prática de aconselhamento para casais, com simplicidade, resolvi escrever um livro novo sobre relacionamentos a dois. E não é que o negócio está fluindo? Eu já escrevi 20 páginas. E o casal que me incentivou demais - a quem agradeço de coração é o Igor Melo e a menina Daniella Marques de Melo. Esse casal me abençoou demais! Orem por esse projeto que creio ser um instrumento bem legal!

A loucura do Evangelho

A cruz é o poder de Deus para nós porque ela carrega tanto a morte como a ressurreição de Jesus Cristo. Esta é a fraqueza que é transformada em força. Este é o poder que emana vida, e vida em abundância. Esta é a loucura do Evangelho de poder que vem do céu por meio de uma manifestação do amor sincero de Deus por gente que não vale nada. A loucura do Evangelho de poder por pecadores está no amor, cujo significado é uma cruz onde o Jesus Nazareno se dá e se entrega livremente (Redenção graciosa - Série Intimidade com a Palavra - Livro de Romanos).

Pensamentos de Todos se comunicam

O escritor nigeriano Chimamanda Adichie diz: "Se só ouvirmos uma história sobre uma pessoa ou país, arriscamos um mal-entendido crítico." Por quê? Porque supomos que essa é a história inteira sobre essa pessoa ou país, e fechamos nossa mente para aprender mais sobre eles. Quando isso acontece, torna-se difícil encontrar o ponto em comum, p. 123.

Mentoria na vida: Remédio para evitar frustrações no pastorado

                 Texto para reflexão:(Samuel 23.14-18)
John C. Maxwell no livro Os 4 segredos do sucesso apresenta três problemas para o exercício da mentoria e amizade: Ego, Insegurança e individualismo. Ele chama a nossa atenção que o sucesso não é alcançado sozinho. Por isso, as palavras: ego, insegurança, individualismo não cabem neste processo[1].Estabelecer relacionamentos positivos deve ser um desafio enorme para a vida pastoral. Precisamos nos conectar com as pessoas em diferentes níveis de liderança. E para isto precisamos jogar fora estes itens. Como fugir destes problemas: ego, insegurança, individualismo? Eu diria que a resposta é através do exercício da oração na mentoria na vida. Lembro-me de um dos nossos encontros do Projeto Timóteo que o Ricardo Barbosa afirmou: “É na oração que eu descubro o perdão, a graça e o amor do Pai. E isto com a ajuda de um pai espiritual”. Há algum tempo venho refletindo com alguns amigos na caminhada na igreja sobre a necessidade de termos alg…

O convite de Deus para nós

O convite de Deus para nós hoje é crer contra a esperança. Ele nos convida para acreditar que Ele age como agiu no passado. Ele abre mares impossíveis de abrir. Somos convidados para crer no poder de Deus sem vacilar, sem desconfiar. Crer que Ele pode fazer milagres profundos em nossa caminhada (Redenção graciosa - Série Intimidade com a Palavra - Livro de Romanos).

Martinho Lutero

Martinho Lutero é um dos grandes personagens que marcou profundamente o curso da história moderna do Ocidente. Abalou os fundamentos medievais de seu mundo e abriu novos horizontes a seus contemporâneos. Lutero era um homem profundamente religioso, consciente, da presença de Deus na história humana. De modo semelhante a Jacó, do qual nos faia o Antigo Testamento em Gênesis 32.22-30, lutou com Deus até compreendê-lo como o Senhor soberano que tem amor profundo para com suas criaturas, mesmo caídas. Sua pregação da justificação do pecador somente pela fé por causa de Jesus Cristo transformou Igreja e sociedade. Dela vieram significativas contribuições para o desenvolvimento da humanidade. A influência de Lutero não se restringiu à vida da fé, o campo que lhe era mais familiar por tradição e educação. Fez-se sentir também em setores como educação, política. economia e outros. O impacto de sua obra sobre cultura e costumes foi grande em todas as camadas da população. Já em sua época era i…

Deus está no controle de tudo

Quando Roma mostrou-se vulnerável, o monge Agostinho de Hipona escreveu A Ci­dade de Deus. Ele descreveu duas cidades, uma feita pelo homem, outra por Deus. Seu ponto central era que Deus está no controle da construção da sua cidade, seu reino, e está fazendo tudo que é neces­sário para povoar essa cidade com cidadãos que o amem acima de tudo. Quando você faz uma citação dessa em pleno Século XXI parece algo sem sentido não? Porque nessa realidade moderna não compre­endemos que é Deus que está construindo nossa agenda para tor­nar este mundo seguro e maravilhoso para morarmos na redenção da criação. Na perspectiva divinda construir a cidade do homem é o nosso propósito e não de Deus. Deus está no controle do que ele quer realizar e ele está na construção divina dessa terra renovada com a presença do Cordeiro nela. No processo todo e para nossa compreensão com limites, Ele está se movendo através da história, isso por meio dos terremotos, do terrorismo e dos jantares de festa, sim, por…

Um motivador principal

Visão é o motivador principal da ação humana, e, portanto, tudo o que fazemos deveria ser resultado da visão que Deus colocou em nosso coração. A visão influencia a forma como conduzimos toda vida. Ela tem a ver como nós gastamos nosso tempo e dinheiro e quais são nossas prioridades. Sem visão não temos valores que nos guiem na nossa vida. A vida sem visão perde o rumo, as nossas atividades ficam sem um significado e o nosso tempo perde propósito. A visão é a alma da nossa vida, ela é o pré-requisito para a paixão e a fonte da nossa persistência. Quando temos visão, sabemos como permanecer na corrida e terminá-la. A Bíblia mostra que há necessidade de termos visão, o moço de Eliseu, Geazi foi convidado a ter a visão de ver um exército a favor do povo de Deus. Salomão disse que assim como o homem imagina ele o é. Jesus disse que deveriamos olhar para os campos e ver que eles branqueavam para a ceifa. A verdade é que a visão é o motivador principal para tudo que realizamos na vida. A vi…

Aprendendo a andar com o Pai através da vida de Jesus

Tendo se levantado alta madrugada, saiu, foi para um lugar deserto, e ali orava. (Mc. 1.35a).
Não há dúvida que a vida de Jesus foi muito atarefada. Ele esteve atarefado ensinando seus discípulos, pregando às multidões, curando doentes, expelindo demônios, respondendo perguntas de inimigos e amigos, principalmente dos fariseus legalistas de Israel. Jesus andou de um lugar para outro. Ele estava tão envolvido em atividades que se tornava difícil ter algum tempo sozinho. Só que a Palavra informa-nos que em meio a tantas atividades, o nosso mestre tinha tempo para andar em comunhão com o Pai. Está claro no relato do texto de Marcos, que Jesus tinha uma vida muito cheia e raramente, era deixado sozinho. Pode até nos dar a impressão de um fanático impulsionado a transmitir sua mensagem por todo lado a qualquer custo. A verdade, porém, é diferente. Quanto mais nos aprofundamos nos relatos do Evangelho sobre sua vida, mais vemos que Jesus não era um zelote tentando realizar muitas coisas dif…

O caminho diário da cruz

Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me (Mateus 16.25). Precisamos do silêncio no coração. Precisamos aprender a silenciar o nosso coração para sermos sujeitos a Cristo. Precisamos silenciar o nosso coração para que guardemos a vida do Espírito dentro de nós. Assim falaremos menos e pecaremos menos. Porque o nosso ouvido será exercitado para ouvir a voz do Espírito em silêncio. A razão da vida cristã em sujeição a Cristo é a glória de Deus, não a nossa própria glória. Para andarmos na perspectiva da glória de Deus todos os dias da nossa vida, precisamos entrar na estrada longa da renúncia e da abnegação. Precisamos entrar no caminho diário da cruz e cruz tem sentido de estar na descendente, para que Cristo cresça e nós diminuamos. Num mundo em que o compromisso é com o próprio bem-estar e o sucesso pessoal, a mensagem de Jesus nos convida a ter um compromisso de vida com Deus por meio da renúncia e da abnegação. O nosso mestre Jesus nos deixou seu…

Pessoas criadas com propósito

Deus nunca criou um fracasso. Ele nos planejou, ele nos esculpiu e nos criou para sermos pessoas com propósito. Se temos falhado, é porque saimos fora dos trilhos divinos, e geralmente fazemos isso por causa do pecado. O pecado nos tira do foco que é honrar o nosso criador na vida. Lembremos que não precisamos ficar à margem do caminho. A redenção nos restaura na habilidade e graça para cumprir a visão que é realizar a vontade de Deus, com os dons e talentos que nos deu. Josué é alguém que segue os propósitos eternos de conduzir o povo para Canaã. Moisés, Davi e Neemias tiveram visões que os dirigiram e incentivaram suas ações. Isso é o que Deus quer para nós como pessoas criadas com propósito: de honrá-lo e servi-lo em toda nossa jornada. ________ Alcindo Almeida

Você tem um plano na vida?

Eu fui alguém influenciado por uma pessoa exigente e minuciosa no planejamento de vida e trabalho. Foi meu professor de uma matéria na GV chamado Jair Latorre e trabalhei com ele numa montadora no ABC. Trabalhar com ele foi joia demais para meu desenvolvimento. Eu já era uma pessoa bem disciplinada nas terafas e metas para a vida, andando com ele, fiquei mais esperto. Hoje tenho planos para o que faço na semana, no mês e no ano. Uma pergunta básica para todos é: Temos um plano? Sabemos o que faremos na semana seguinte, no mês seguinte, no ano? A Bíblia mostra que Deus nos dá a habilidade de elaborá-lo e para isso ele nos deu a mente, o dom da imaginação e a graça dele. Ele também nos deu a graça de colocar pessoas sábias do nosso lado para nos ajudar com os sonhos no coração. O que esperamos? Ficaremos parados esperando o plano acontecer sem nos envolver com ele, sem pensar, elaborar e ter uma vida de construção, trabalho e metas? Pensemos sobre isso na vida!
______________ Alcindo Alme…

Coragem na vida

Coragem é uma palavra chave em relação à persistência para lidarmos com as questões da nossa vida. Coragem é a habilidade de levantar-se diante do medo, claro que ter coragem passa pela estrada do medo. De certa forma se não temos medo, não seríamos humanos. O Eterno Deus disse a Josué: Sê forte e corajoso (Josué 1.6,9.) Provavelmente Josué deve ter estado com medo! Então medo é algo positivo quando suscita coragem na vida. Quando estamos com medo de realizar algo porque é muito grande, então exercitemos a coragem confiando em Deus. Aí entra a coragem quando estamos com medo, mas vamos em frente crendo que quando realizamos algo que parece impossível, Deus o torna possível como o texto de Mateus 19.26 nos ensina. Quando uma pessoa encontra seu propósito, ela pode sorrir e dizer que pela fé e coragem que vêm de Deus houve êxito. Precisamos nos lembrar que Josué não foi o que foi por suas próprias forças, a coragem e fé vieram de Deus para seu coração. Ele se tornou forte, corajoso no m…

Conectado à fonte da vida

Eu sou a videira, vós, os ramos, sem mim nada podeis fazer (João 15.5).
Jesus diz para seus discípulos permanecerem nele, porque assim, ele permaneceria neles também. Uma vara, um ramo não pode de si mesmo dar fruto, se não permanecer na videira. E a palavra de Jesus é que assim, também eles não dariam frutos se não estivessem nele em comunhão. Só os que tivessem comunhão profunda com ele é que dariam muito fruto e perceberiam que nada poderiam fazer sozinhos. O grande presente de Deus no nosso coração é que um dia ele reuniu-nos no corpo de Jesus Cristo, hoje não vivemos mais em função de nós mesmos. Não, não, nós vivemos em função de Jesus de Nazaré. Nós somos pela graça de Deus o lar onde o próprio Deus deseja manifestar todos os dias a totalidade de sua glória divina. Nessa perspectiva aprendamos a depender deste Deus tão amoroso, bondoso que um dia nos amou e nos fez povo seu. E isso tudo para que fôssemos moldados e trabalhados por ele para termos comunhão com ele e assim darmos …

Deus nos formou com um propósito

Precisamos entender que Deus criou todas as coisas para cumprir um propósito na vida. Tudo que o Eterno Deus criou serve para um propósito único que é glorificá-lo para sempre. Nós não somos uma surpresa para nosos pais, somos uma engenharia divina do Eterno Deus. E dentro desse projeto divino ele nos deu um propósito especial para cumprir. As Escrituras dizem que fomos escolhidos nele antes da fundação do mundo (Efésios 1.4-5). O Eterno Deus planejou tudo o que devemos ser e fazer antes mesmo de nascermos. Isso nos leva a ter mais respeito pela vida porque sabemos que Deus nos criou com um propósito e que cuidara para que esse propósito se cumpra, em todas as facetas DA vida glorificaremos ao Senhor. Não é por acaso que Paulo nos recomenda dizendo: Quer comais, quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus (I Coríntios 10.31). Nossa vida é importante porque Deus nos criou para fazer algo e ninguém mais pode fazer isto por nós. O nosso propósito é viver…

A visão no coração

O texto de Eclesiastes 9.10 diz: Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças. A visão no nosso coração é a centelha que nos capacitará para perseguirmos os sonhos. A fala de Salomão expressa uma verdade que a maioria das pessoas não percebe: apenas realizamos aquilo pelo que nos empenhamos de todo o coração. Quando estamos dispostos a colocar toda a energia nisso, então, será algo que marcará a vida sempre. Esse texto mostra que temos uma missão nessa vida que é decidir fazer algo, que é se envolver com algo de produtivo na vida. Não estamos nessa terra para passar em branco, estamos aqui para realizar algo, para produzir, para somar, para investir, mesmo que haja resistência, oposição e dificuldades. Não importa, precisamos estar dispostos a enfrentar pressão, se desejamos cumprir nossa missão como cooperadores do Reino de Deus. Temos que trabalhar para o bem da criação, temos que amar as pessoas, temos que investir em gente, temos que sonhar com um futuro di…

Lançamento do livro: Redenção graciosa

Redenção graciosa faz parte da Série Intimidade com a Palavra - Livro de Romanos. Ele é mais um da série no NT com Filipenses, Efésios e Tiago. O lançamento será em fevereiro se o Eterno permitir!

03/02/13: IP de Ermelino Matarazzo às 19:00 horas
17/02/13: IP Alphaville às 19:00 horas
Um abraço e aguardo vocês nesse momento precioso!

Intregalidade do ser humano

Devemos pensar na intregalidade do ser humano, nós o defendemos. Nós o tratamos como centro do projeto divino. Só que vivemos numa época difícil porque até o povo que se diz cristão já transformou o ser humano num objeto. O ser humano virou o grande financiador do projeto de alguns líderes no nosso país (Alcindo Almeida).

A revista "Forbes" listou os milionários entre os bispos fundadores das maiores igrejas evangélicas do Brasil

Creio que a fala é para esse tipo de pastores da mídia. Só quero lembrar que no meio Protestante não ganhamos fortunas, apenas aquilo que é para o sustento mesmo. Damos duro no ministério pastoral e isso td na verdade traz tristeza no coração, pois as vezes meus amigos me confundem com esse tipo de ministério. Digo que sou pastor presbiteriano e não ganho essa fortuna. Com muita luta e suor seguimos na vida como outros brasileiros. Agora que conseguimos comprar nosso AP que pagaremos em 426 vzs. Eu afirmo com certeza que ganho para viver e pagar as contas honrando os compromissos sem luxo e regalias. Não quero ser passivo com tudo isso sei que é complicado ficar comentando, mas não dá para ler isso e ficar calado!

Somos chamados pela graça de Jesus Cristo

Somos chamados pela graça de Jesus Cristo. Somos escolhidos pelo seu amor para carregar a sua paz no coração porque o Eterno Deus nos ama com um amor eterno. Somos amados d’Ele, chamados para o projeto da santidade, da vida de comunhão com o eterno todos os dias da nossa vida. Como diz John Piper: Que Deus nos conceda conhecer esse amor. Agarrá-lo. Saboreá-lo. Descansar nele. Ser libertado e ser feito radical por ele. E que passemos o resto de vida elogiando-o a todos que conhecemos (Redenção graciosa - Série Intimidade com a Palavra - Livro de Romanos Alcindo Almeida).

A crise da inveja

O texto de I Samuel 18.9 diz que depos daquele momento em diante, Saul teve inveja de Davi e ficou de olho nele. A Escritura é honesta sempre e mostra de forma nua e crua a estrutura humana, ela é pecadora, invejosa e vingativa. O rei Saul por causa da música que as mulheres fizeram para Davi, morreu de inveja no coração. Como é terrível ser dominado pela inveja, pela insegurança em relação ao outro. A inveja nos torna mesquinhos nos relacionamentos com o próximo. Ela nos faz desprezar o outro e olhar sempre para nós mesmos. Qual é o remédio para a crise da inveja? 1-Olhe para o sucesso do outro como presente de Deus para ele;
2-Perceba que Deus tem presentes para você também;
3-Reflita sobre o texto de Pv. 13.30 que diz: “O coração tranquilo é a vida da carne; a inveja, porém, é a podridão dos ossos”.
4-Somos todos alvos do amor de Deus, mesmo quando ele dá maiores bênçãos para outros e aos olhos humanos, menos para nós.
_______
Alcindo Almeida.

O Eterno Deus vê o coração - (I Samuel 16.7)

Geralmente nas nossas relações olhamos para aquele que é simpático, para aquele que é mais divertido e tem boa influência no meio da sociedade. Geralmente não temos facilidade de dar atenção para os menos favorecidos, os mais humildes, os mais complicados na vida. Muito provavelmente Samuel desceu para a casa de Jessé com este pensamento, com este comportamento. Talvez ele tenha pensado: vou ungir rei aquele que for mais forte, aquele que mais me agradar. Só que a palavra de Deus para o coração de Samuel Fo para não atentar para a aparência porque o Senhor olha para o coração.
O olhar de Deus é o verdadeiro espelho, que olha para a alma e não para as aparências. Deus nos vê de maneira profunda, ele vê as nossas intenções escondidas. Ele vê o que nem nós vemos. É assim que Deus se relaciona conosco, olhando para o nosso interior, para o mais íntimo do ser. Os homens nos julgam pelas atitudes, Deus verifica o homem pelo coração. Fazemos amizades em função das qualidades externas, Deus f…

Texto de Bernardo de Claraval

Comece tua consideração por ti, não te ocupes de outras coisas e negligencies a ti. De que serve ganhar o mundo inteiro se te perdes? Por mais sábio que sejas, não possuis toda a sabedoria se não és sábio contigo mesmo. E quanto de sabedoria te faltaria? Em meu modo de ver, tudo. Ainda que conheças todos os mistérios, a largura da terra, a altura dos céus, as profundezas do mar, se és um néscio para consigo mesmo serás como aquele que edifica sem os fundamentos, e levanta uma ruína, não um edifício. Tudo o que construíres fora de ti será como pó amontoado levado pelo vento. Pois não é sábio aquele que não o é consigo. O sábio será sábio por si, e beberá primeiro de sua,própria fonte. Assim, comeces por ti tua consideração e acabes também em ti (A transcendência acima da imanência: a Alma na mística de São Bernardo de Claraval).

Meus comentários sobre Veja São Paulo: Profissão Pastor

Parece que os editores não leram os pensamentos de Calvino, Soren Kierkegaard e Jacques Ellul sobre a vocação pastoral. Um dos destaques do texto diz que “Templo é dinheiro” e ainda “há mandamentos para conquistar fiéis” tais como inovar nas ofertas, caprichar no discurso e ter dons artísticos. Isso não faz sentido para quem leva a série o Reino de Deus. A vocatio do pastor não é deste mundo, ela é divina. A nossa vocação é mais do que uma profissão que depende de um benefício financeiro. Claro que quem prega o Evangelho com fidelidade tem sustento pastoral em suas comunidades. Mas, não há dinheiro que compre a vida de uma pessoa que investimos, acompanhamos e dedicamos um pedaço do nosso coração a elas ou por elas.
Não há como trabalhamos com a espiritualidade do coração e dizer que isso é uma profissão como a de um engenheiro ou de um bancário. É uma pena que tanta gente pense em igrejas e pastores como algo que visa lucros. Como pastores protestantes nós prezamos a instrução séria …

Selah & Paul Washer - Ante ao Trono de Deus nas Alturas

Livro Redenção graciosa

Precisamos dar uma boa dose de injeção no conhecimento da Palavra de Deus, porém com um recheio de conversão das emoções do coração. Precisamos de conhecimento, mas também de mudança de pensamentos, daquele moldar do coração para que tenhamos o equilíbrio no culto da vida diante de Deus (Meu novo livro Redenção graciosa, p.220).

É o coração que faz brotar amor

A inteligência não nos torna amorosos, é o coração que faz brotar amor. Não adianta buscarmos amor através das nossas posses e de toda a nossa sabedoria humana. Podemos ter toda ciência da face da terra, mas, se não tivermos amor, nada seremos. O amor é mais do que dinheiro, é mais do que as posses e qualquer riqueza que vocês tenham. Amor é algo que brota do coração de Deus para o nosso coração humano ( Alcindo Almeida).

Série na IP Alpha em janeiro

Descanso no pastor da alma - Salmo 23 Você não pode perder esse tempo de reflexão!
Marque na sua agenda.
Manhã: 10:45 - Pr. Alcindo Almeida - Salmo 23.3
Noite: 19 horas - Sem. Victor Fontana - Salmo 23.4
________________
Igreja Presbiteriana em Alphaville
Largo da Igreja, 01 Santana de Parnaíba – SP.

Lançamento do novo livro Redenção graciosa

Ele faz parte da Série Intimidade com a Palavra - Livro de Romanos. Ele é mais um da série no NT com Filipenses, Efésios e Tiago. Marquem na agenda de vocês. 
Data: 03 de fevereiro 2013 Horário: 19 horas.Local: Igreja Presbiteriana de Ermelino Matarazzo Espero vocês nesse momento precioso!

Necessidade de aceitação

A grande realidade é que desde o Éden, temos a necessidade de aceitação. Adão e Eva quando ouvem a voz no jardim os dois se escondem com medo. E agora a vida deles será numa trajetória de aceitação. Os filhos deles são assim, haja vista a atitude de Caim, pois, seu ódio para com Abel é exatamente por não ser aceito. Ele mata porque se sentiu rejeitado em relação ao seu irmão. Que mal terrível acometeu nosso coração. Hoje fazemos muitas coisas com o fim lá no íntimo de sermos aceitos, de sermos notados pelas pessoas que nos cercam. Gostamos dos aplausos, da lembrança para atender o grito do coração: aceite-me por favor. O remédio para essa doença é a cruz de Jesus de Nazaré, lá somos aceitos como perdoados, lá somos tratados no ego que é morto todos os dias. Lá somos libertos da necessidade de provar para os outros que somos alguém. Lá somos tornados filhos do Deus que ama gente pecadora como nós. Lá somos totalmente aceitos pelo sangue que é derramado em nosso favor. _______ Alcindo Alm…

O casamento é ideia divina

Eu sempre afirmo nos atendimentos e conselhos para pessoas que se casarão que a minha definição sobre casamento é: casamento é um misto de alegria ardente, dor, felicidade, tristeza, renúncia, otimismo, chateações, vitórias, derrotas, conquistas, perdas e vai por aí. Não me iludo com essa ideia de mar de rosas que alguns falam.  E ainda temos de conviver com as heranças que os Séculos 18 e 19 nos deixaram. Antes deles, as estruturas familiares eram construídas com a solidez do casamento. E uma pessoa encontrava sentido através da sua família. Havia a figura predominante do pai e da mãe na casa, e a fidelidade era algo notável e valoroso. A mudança crucial vem com o Iluminismo, o sentido da vida foi considerado como fruto da liberdade do individuo de escolher o tipo de vida que mais satisfazia a sua personalidade. Ao invés de ter sentido através da entrega ao outro e da abnegação em prol da família, das pessoas, agora é prol de si mesmo. O casamento é redefinido como a forma de encontra…