Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2007

A graça de Deus é a marca da nossa vida

- Texto para reflexão: E por derradeiro de todos apareceu também a mim, como a um abortivo. Pois eu sou o menor dos apóstolos, que nem sou digno de ser chamado apóstolo, porque persegui a igreja de Deus. Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus que está comigo (I Cor. 15.8-11).

Fenelon foi um conselheiro do padre Tronson. E ele também tenta ensinar o neto de Luís XIV, o Duque de Edimburgo, um garoto cheio de orgulho e arrogante como o seu avô. Então Fenelon diz: Vê se lembra que você é o presente da graça de Deus. Diga para você mesmo eu sou, eu mesmo o presente da graça de Deus para mim. Ele me deu a mim mesmo (HOUSTON, 2003, 144).
Paulo afirma que Deus ordenou a sua vida muito antes dos seus pais o formarem. Temos de reconhecer que apesar de às vezes, nos desesperamos por causa das influências negativas que desgastaram, marcaram e aleijaram a nossa identidade, este não …

Buscando o essencial, não aquilo que é corriqueiro.

(Ler o texto de João 6.38)

Na nossa vida no envolvemos com diversas coisas. Gastamos mais ou menos 3 horas em estudos na Faculdade, no Mestrado ou no doutorado. Damos 8 horas diárias para o serviço. Alguns gastam uma média de 1 hora no Computador. Outros pelo menos 2 horas no futebol, vôlei, natação e ginástica, isto pelo menos duas vezes por semana. Nós gastamos uma média de 1 hora 1/2 diariamente na frente da TV. Nós investimos uma média de 2 horas semanais para algum hobby. O total destas horas é de 17 horas e 30 minutos.
A verdade é que nos deparamos com esta realidade e percebemos que não prestamos atenção na diferença entre o essencial e o urgente. Permitindo que as coisas urgentes e corriqueiras governem o nosso tempo, nunca faremos aquilo que é essencial e estaremos sempre descontentes. O problema básico é como estabelecemos a nossa prioridade. Jesus afirma em João 6.38 o que era essencial para a sua vida. Ele diz: “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a v…

A realidade da estrutura humana

- Texto para reflexão:O homem, nascido de mulher, vive breve tempo, cheio de inquietação. Nasce como a flor e murcha; foge como a sombra e não permanece. Porque há esperança para a árvore, pois, mesmo cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus rebentos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e no chão morrer o seu tronco, ao cheiro das águas brotará e dará ramos como a planta nova (Jó 14.1-2;7-9).

A palavra sofrimento diz respeito aos infortúnios que são da vida humana. E Jó é campeão bíblico em falar de sofrimento. Ele é tão sofredor que tem uma visão correta dos limites da criação. Ele diz que É dito que o homem, nascido de mulher vive breve tempo, cheio de inquietação. Que texto atual não!
Vivemos um tempo mui breve mesmo. Passamos pela vida como uma nuvem mesmo. As coisas vão acontecendo e quando olhamos já foram anos da vida. E percebemos que os dias são de aflições e de inquietações. São as contas que não conseguimos pagar. São as oportunidades que escapam das nossas mãos. São…

Devemos suplicar sempre a misericórdia de Deus para conosco

-Texto para reflexão:Inclina, Senhor, os teus ouvidos, e reponde-me, pois estou aflito e necessitado. Preserva a minha alma, pois eu sou piedoso; tu ó Deus meu, salva o teu servo, que em ti confia. Compadece-te de mim, ó Senhor, pois a ti clamo de contínuo. Alegra a alma do teu servo, pois a ti, Senhor, elevo a minha alma (Salmo 86.1-4).

Há um personagem histórico que nos chama a atenção: Theodore Roosevelt – presidente dos Estados Unidos da América. Ele é chamado de o presidente vaqueiro dos Estados Unidos da América. Quando criança era franzino e tinha muitas doenças. Sofria de asma, tinha miopia e era extremamente magro. Seus pais acreditavam que ele não sobreviveria por muito tempo. Ele se preocupou então em estruturar seu corpo assim como fazia com a sua mente. Ele enfrentou as crises profundas do seu coração porque quando menino era nervoso e tímido e carregava doenças terríveis no seu corpo (MAXWELL, John C. 2007, p. 51). Este foi um presidente reconhecido pela sua braveza e lut…