Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

O estrangulamento da nossa fé

Charles Spurgeon, um dos grandes pastores da Igreja Batista de Londres disse: “*A ansiedade não esgota as angústias do amanhã; só esgota as forças de hoje*". Pensar continuamente no futuro, se preocupar e desenvolver uma imaginação excessiva a respeito do que pode vir a acontecer — e que, em geral, nunca acontece —, tentar se antecipar, ao amanhã, é realmente cansativo. Nossa mente precisa de descanso, ela precisa relaxar e não deixar que a ansiedade tenha controle. A grande verdade é que em todas as áreas da vida, se elas não são resolvidas já temos ansiedade no coração. O que significa ficar ansioso? Significa ficar indevidamente preocupado. É sofrer antes do tempo, é ficar angustiado. Ansiedade é um estrangulamento. É entrar em apatia. É não acreditar que Deus está no controle de todas as áreas da vida. Talvez, alguns não gostem, mas, ansiedade é ser incrédulo diante de Deus. Porque é o fato de não entregarmos tudo de maneira confiante para ele e descansar sempre nele. O grand…

Moderação para a vida

Salomão diz em Provérbios 15.1: A resposta moderada neutraliza a ira, mas a língua afiada põe mais lenha na fogueira. Ele mostra que podemos destruir ou construir relacionamentos por meio da nossa palavra. Quando abrandamos uma crise, quando queremos evitar destruição nos relacionamentos, respondemos sem dureza e severidade. Mas, quando damos vazão para o ego, respondemos de maneira dura e provocamos a ira, damos vazão à rebeldia e quebramos os relacionamento com as pessoas. Vale a pena mesmo pensarmos antes responder com raiva, ira e furor no coração. Porque quando respondemos com graça, afeto e moderação evitamos desastres na nossa alma e no coração dos outros! Então, sejamos prontos para ouvir, tardios para falar e para nos irar. Porque uma palavra dita sem ira abençoa, soma e edifica as pessoas ao nosso redor! (Alcindo Almeida).

Um paradigma de espiritualidade

Ao ler o Livro de Gênesis me deparei com o capítulo 30 que a gente não presta muito atenção, por conhecer bem. É o texto sobre a chegada dos filhos de Jacó. Só que bateu forte no coração o versículo 22: Lembrou-se Deus de Raquel, ouviu-a e a fez fecunda. Ao ouvir Raquel, Deus simplesmente mandou um dos maiores homens que o Velho Testamento conhece, José. Um tipo de Cristo, alguém que é um paradigma de espiritualidade e santidade para nós. Que lembrança divina e profunda! (Alcindo Almeida).

Luz para o caminho

Davi diz no Salmo 34:5 e 6: Olhai para ele e sede iluminados; e os vossos rostos jamais serão confundidos. Clamou este pobre e o Senhor o ouviu, e o livrou de todas as suas angústias. Davi foi iluminado pelo Senhor diante das artimanhas de Saul para matá-lo. Na verdade era sempre Saul que ficava todo atrapalhado na perseguição a Davi. Deus nunca deixou Davi ficar confundido e sempre lhe deu direção diante da fuga de seu inimigo. Ele usou o próprio Jônatas (filho de Saul) para que Davi fosse iluminado e não ficasse jamais confundido. Deus ilumina a nossa vida hoje e não permite que fiquemos confundidos. Ele nos ajuda na nossa caminhada, nos auxilia nas decisões e questões da vida. Davi tinha Deus como um espelho a refletir em sua alma. Ele podia ver a face de Deus, serena e misericordiosa lhe dando luz para o caminho e direção para não se confundir. Davi afirma que ele clamou ao Senhor e o ouviu e o livrou de todas as suas angústias. Confiemos na direção que Deus nos dá, ele ilumina a …

Nas tuas mãos!

Aprecio demais o jeito que Davi fala sobre a soberania e controle de Deus quanto à nossa vida. Ele diz: Nas tuas mãos estão os meus dias (Salmo 31.15). Davi confia em Deus e sabe que o socorrerá. Ele confia no caráter de Deus e tem plena certeza que Deus é o Deus da sua vida e coração. E quando ele diz que os seus dias estão nas mãos do Eterno, a ideia é que, mesmo no meio do caos, todos os eventos da sua vida são controlados, dia após dia, na presença do soberano Deus. Ele sabe que nada acontecerá por acaso. Para nós hoje é a mesma ideia de Paulo em Romanos 8.28, quando afirma que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Como é bom descansar na certeza do cuidado e direção do Eterno Deus. Tudo na vida acontece dentro da direção divina. Nada escapa da sua vontade e propósito para nós. Precisamos descansar nessa promessa de que, os nossos dias, estão nas mãos do Eterno. Deus já planejou tudo sobre nós, ele usará pessoas, oportunidades e momentos certos para que os …

Falemos a verdade sempre!

Penso que a mentira só se rende diante da verdade. A rebelião termina quando a verdade prevalece. Minha esposa sempre diz que a mentira sempre se estrepa. A mentira é filha de um ser mau. Ela não tem nada a ver com os que pregam a ética e a verdade. Assim, estamos numa guerra como cristãos, porque hoje, todo mundo arranja um jeito brasileiro de inventar uma mentirinha para tais e tais negócios. Parece que a mentira virou uma rotina comum nos negócios, nos relacionamentos e no geral da vida. Pais mentem, filhos mentem e as crianças crescem em vários ambientes de mentira. A Bíblia diz em Colossenses 3:9: Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do homem velho com os seus feitos,  que não podemos mentir porque já nos despimos do velho homem. E diz que devemos dizer sim, sim e não, não! Pensemos sobre esse conceito bíblico para praticar numa vida de ética e verdade! Temos que ser pessoas como José que tinha uma palavra de verdade em todos os atos da sua vida. Temos que ser co…

Lançamento do livro de Provérbios

Você é o nosso convidado especial para o lançamento do meu novo livro que será no dia 19.02.  Horários: 
10:45 Campus Alphaville 19:00h Campus Tamboré
O nome do livro é: Provérbios - inteligência para a vida.  Marque essa data na sua agenda!

Minuto de graça #24 - A inveja adoece o coração

A jornada da oração

A verdade é que a contemplação das Sagradas Escrituras e o silêncio na presença de Deus, são duas percepções muito próximas. A palavra de Deus nos leva ao silêncio, o silêncio nos faz ficar atentos à Palavra de Deus. O Dr. J. I. Packer disse muito bem: "Orar é ir “do dever ao deleite”. A jornada da oração e contemplação divina, passam por esse processo de prioridade e de deleite. Só valorizamos aquilo que é prioridade na vida. Só investimos tempo naquilo que traz benefícios e crescimento para nós. Então, cresçamos  a cada dia na experiência da oração diante do Senhor Deus! (Alcindo Almeida).

Um amigo franco

Que coisa!  A gente normalmente condena os ditos "amigos de Jó". Só que Eliú parece ser mesmo um amigo franco e ele consegue fazer o diagnóstico dos sintomas de auto-suficiência e justiça própria na vida de Jó. Vejam a coragem em indagar Jó: Achas que é justo ao dizeres: Maior é a minha justiça do que a de Deus? (Jó 35.1-2). Tem que ter coragem para dizer isso para um amigo! Porque esse questionamento mexe com o ego inflamado, que chega a achar que pode questionar as ações divinas! Que Deus coloque em nosso caminho amigos francos e sinceros assim, que eles nos ajudem a perceber o quanto somos miseráveis e pecadores. Que eles nos ajudem a olhar o quanto somos pequenos e necessitamos todos os dias da graça especial do Eterno Deus! (Alcindo Almeida).

Amparo divino

Quando o nosso coração se abate no meio das lutas, podemos ter a certeza que o Eterno Deus está sempre ao lado. Ele olha para dentro de nós e nos consola, nos ampara e nos ajuda sempre. Como diz a canção do Grupo Logos: Ainda bem que em meio as minhas trevas, vejo a luz. Nessas horas mais difíceis sinto Cristo me enxugando o rosto. Motivando-me outra vez a seguir em frente, sem olhar pra trás. Vivamos com essa confiança em nome de Jesus! (Alcindo Almeida).

Os detalhes da vida

Deus está no controle da nossa vida e sabe exatamente onde estamos. Ele conhece todos os detalhes e sabe dos desejos mais íntimos que temos lá dentro do coração. Às vezes, pensamos que algo está errado e chegamos a achar que Deus nos abandonou. Porque vemos os problemas e lutas aumentando. Mas, Deus está no mesmo lugar de sempre, reinando, arquitetando divinamente todos os processos da nossa vida e história. Como diz a Bíblia, Deus tem todos os nossos passos dirigidos por ele. O texto de Jeremias 10.23 afirma: Eu sei, ó Senhor, que não é do homem o seu caminho; nem do homem que caminha o dirigir os seus passos. Deus controla, dirige, desenha, trabalha todos os detalhes da vida sempre. Descansemos nessa verdade e certeza para o coração! (Alcindo Almeida).

A bondosa providência do Pai

No livro de Ester está registrado que um homem chamado Hamã construiu todo um plano para acabar com os judeus. Realmente, Hamã era um homem mau! Quando olhamos para tudo que ele fez, lembramos da política de Nicolau Maquiavel que poderia funcionar temporariamente. Sim, porque a política divina é superior e mostra o fim daqueles que intentam mal contra o povo de Deus. Evidente que Deus torna o mal em bem. Vemos isto na história de Mardoqueu, o parente da rainha Ester. Hamã projetou e intentou contra os judeus e contra Mardoqueu. Ele, movido completamente pelo ódio, queria ver a ruína de Mardoqueu. Só que Hamã se complicou todo, porque Deus tornou todos os projetos malvados dele em bem na vida de Mardoqueu, Ester e o povo judeu. Diante de tudo isso, deixo algumas dicas para nós:
1. Vivamos a vida sabendo desta realidade profunda no coração. Os atos maus dos homens ímpios, Deus os torna em bênçãos na nossa vida.  2. Deus faz justiça em favor do justo. Mesmo que aos olhos humanos demore, De…

A direção divina no coração

Nós quereremos alcançar o significado dos acontecimentos gerais da nossa vida, dos relacionamentos, dos e encontros e desencontros. Queremos entender o significado do sofrimento e da dor. Mas, a única coisa que entendemos na verdade é, que somos seres limitados em todos os processos da vida. E que só Deus tem conhecimento absoluto acerca dos planos dele para nossa história de vida. Por isso, o sábio Salomão afirma em Provérbios 16.1-3: Do homem são as preparações do coração, mas do Senhor a resposta da língua. Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o Senhor pesa o espírito. Confia ao Senhor as tuas obras, e teus pensamentos serão estabelecidos. Não tem jeito mesmo, nossa vida é frágil e só podemos ter a direção divina no coração! Deus tem os planos e propósitos definidos para nós. A única atitude que nós podemos ter é confiar e depender do Eterno todos os dias da vida! Então vivamos com a fé no coração crendo que Deus tem sempre o melhor para o coração! (Alcindo Alme…

Viver!!!

Viver é sofrer, sorrir, chorar, se alegrar e perceber que ainda respiramos pela graça do Eterno dentro de nós (Alcindo Almeida).

A realidade das perdas

Se existe alguma palavra que resuma bem a nossa dor, é a palavra “perda”. Perdemos tanto! Às vezes até parece que a vida é apenas uma série de perdas. Quando nascemos, perdemos a segurança do ventre, quando fomos para a escola, perdemos a segurança da nossa vida familiar, quando conseguimos o nosso primeiro emprego, perdemos a liberdade da juventude e quando envelhecemos, perdemos a nossa boa aparência, os velhos amigos, a nossa fama. Quando nos tornamos fracos ou doentes, perdemos a nossa independência física, e quando morremos, perdemos tudo! E estas perdas fazem parte da nossa vida normal! Mas, quem é que tem uma vida normal? As perdas que se assentam profundamente nos nossos corações e mentes são a perda da intimidade através das separações, a perda de segurança através da violência, a perda da inocência através do abuso, a perda dos amigos através da traição e a perda do amor através do abandono. Estou agora a tentar sugerir que todas estas perdas toquem…

Morrer para viver

Aquele que não morre antes de morrer estará perdido quando morrer! O Evangelho de João 12.24 nos ensina sobre isso: Digo-lhes verdadeiramente que, se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, continuará ele só. Mas se morrer, dará muito fruto. A lógica é a seguinte, para vivermos, temos que morrer, morrer para o nosso ego inflamado que quer reinar acima de todos. Temos que morrer para o nosso orgulho, soberba e para a nossa presunção! Temos que morrer para nossa empáfia de achar que somos os melhores de tudo! A perspectiva no Reino de Deus é que só tornaremos vasos de barro ao sermos quebrados completamente! E isso é a morte para nós mesmos! A verdade é simples no Evangelho, quem quiser viver para Deus tem que morrer para si mesmo! Quem quiser dar frutos profundos, tem de experimentar a morte de si mesmo! Estamos prontos para morrer? Quando morremos, vivemos não para nós mesmos, e sim, para Jesus Cristo de Nazaré! Então, a vida não é mais nossa, é dele, o presente e futuro são p…

Ele está nos moldando

Vivemos momentos de inúmeras formas na caminhada da vida. Em cada um deles, percebo que viver é uma permanente reconstrução de nós mesmos. Todos os dias erramos e acertamos, nos entristecemos e nos alegramos, sorrimos e choramos. Celebramos as vitórias e lamentamos as derrotas. E assim caminhamos todos os dias! Creio que para não morrermos soterrados na poeira das durezas e estranhezas da vida, precisamos entender que Deus está nos nos moldando. Ele nos ensina em cada processo desses momentos de caminhada diária. A Bíblia diz que Deus nos molda como um vaso de barro, e ele faz isso em todos os processos. Nos alegres e tristes da nossa vida. Somos os vasos de barro que estão no trabalho e tecelagem divina sempre. Então vivamos  com todos os lados da nossa história, sabendo que o Deus Eterno nos molda em todo tempo (Alcindo Almeida).

Minuto de graça# 75 - A grande oportunidade

Minuto de graça #09 - Cultivando a comunhão divina

Leituras gerais em 2016

1.ZÁGARI, Maurício. O fim do sofrimento – Um livro para quem busca consolo e esperança nos momentos mais sombrios. São Paulo: Mundo Cristão, 2015. Estruturado em torno de trinta afirmações que pessoas em sofrimento costumam expressar, frases como: "Estou atravessando o vale"; "Não consigo mais sorrir"; "Minha vida acabou"; "Acho que Deus não me ama"; entre outras, o autor fala sobre o fim do sofrimento, não apenas no sentido de extinção, término e chegada ao ponto final do tempo de luta, mas também sobre o seu fim no sentido de finalidade e propósito e que pode ser usado por Deus para nos moldar, aperfeiçoar e ensinar lições que serão extremamente úteis para nós mesmos e para as pessoas ao nosso redor. Um livro inspirador, que revela uma nova atitude, poderosa e eficaz, e que conduz os leitores da tristeza para o descanso nas promessas infalíveis da Palavra de Deus. Contém 176 páginas.
2.BONHOEFFER, Dietrich. Prédicas e alocuções. São Leopoldo/RS…