Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Lendo as Sagradas Escrituras

Imagem
- Texto para a reflexão:A soma da tua palavra é a verdade, e cada uma das tuas justas ordenanças dura para sempre (Salmos 119.160).

Nas Sagradas Escrituras, devemos buscar a verdade, e não a eloqüência para nosso status humano. O livro sagrado deve ser lido com o mesmo espírito que o ditou. Nas Escrituras devemos buscar nosso proveito da santidade de vida através do temor e reverência diante dela.
É verdade que devemos fazer a leitura dos livros simples e piedosos, como a dos sublimes e profundos. Não podemos deixar em hipótese alguma de ler o Livro que tem toda a autoridade divina. Quando lemos com puro amor a verdade passamos a encarnar dentro de nós o Reino de Deus com todo o seu poder e majestade.
Olhando para a realidade da Escritura percebemos que os homens passam, mas a verdade do Senhor permanece eternamente (Salmo 116.2).
O Salmo 63.6 afirma algo sério e profundo sobre o tempo com Deus na sua Palavra: Quando me deito lembro-me de ti; penso em ti durante as vigílias da noite. Medi…

A Tirania do Urgente de Charles Hummel

Imagem
Você já desejou, por acaso, que o dia tivesse 36 horas? Certamente esse tempo extra aliviaria a pressão tremenda sob a qual vivemos hoje em dia. Pense bem as quantidades de tarefas inacabadas que terminaríamos num dia mais comprido. Você já desejou, por acaso, que o dia tivesse 36 horas? Certamente esse tempo extra aliviaria a pressão tremenda sob a qual vivemos hoje em dia. Pense bem as quantidades de tarefas inacabadas que terminaríamos num dia mais
comprido – correspondência atrasada, amigos por visitar, livros ainda não lidos, artigos para o jornal não escritos. Poderíamos, até usar essas horas extras para ganhar um pouco mais de dinheiro que nos ajudaria a pagar as despesas da vida cotidiana.Será que tais horas extras resolveriam nosso problema? Ou estaríamos tão frustrados com um dia de 36 horas como o somos com dias de 24 horas? Quando paramos e meditamos profundamente compreendemos que o nosso dilema é muito mais profundo do que uma simples questão de tempo limitado; é basicame…

Veja este filme: Escritores da Liberdade

Imagem
O roteiro do filme Escritores da Liberdade expõe de forma alarmante temas dentro da estrutura educacional e social, em que as “políticas” de democratização ao acesso a educação ocorre de maneira a suscitar desigualdades e injustiças. A situação fica clara quando o sistema separa os discentes inteligentes dos considerados como problemáticos, sem analisar o verdadeiro potencial do aluno.
Por trás de toda esta problemática observam-se pontos culminantes como:
* Desigualdades nas classes sociais;* Racismo;* Desemprego;* Desestrutura familiar;* Intolerância ao que é diferente;* Políticas públicas sem uma função de fato;* Exclusão social;* Políticas geradoras de sujeitos apenas com capacidade funcional.
“A solução” para os problemas em questão é uma professora novata, a mesma tem papel claro e conciso em relação à aprendizagem. Em sua visão o ensino-aprendizagem propõe mostrar que a realidade do aluno, as suas experiências familiares e sociais são levadas em consideração no processo de ensino-…

Leia: Contempla a face do Senhor - Orar com ícones

Imagem
"Por que ícones? Não teria sido melhor usar pinturas mais acessíveis, como as de Michelângelo, Rembrandt ou Marc Chagall? Os grandes tesouros da arte ocidental realmente poderiam ser mais atraentes, mas escolhi os ícones porque eles foram criados para o único propósito de oferecer acesso, através do portão do visível, ao mistério do invisível. Os ícones são pintados para nos levar ao espaço interior de oração e nos aproximar do coração de Deus. Em contraste com a arte mais conhecida do Ocidente, os ícones são feitos segundo regras antiquíssimas. Suas formas e cores não dependem meramente da imaginação e do gosto do iconógrafo, mas são transmitidas de geração a geração, obedecendo tradições veneráveis. A primeira preocupação do iconógrafo não é tornar-se conhecido, mas proclamar o reino de Deus com sua arte. Os ícones são destinados a ocupar um lugar na liturgia sagrada e, assim, pintados conforme as exigências da liturgia. Como a própria liturgia, os ícones tentam nos dar um visl…

Hábitos que transformam

Imagem
Em 1989, o reverendo John Stott veio ao Brasil para falar num dos congressos da VINDE -- Visão Nacional de Evangelização. Depois de uma de suas palestras, nos reunimos para conversar com ele. Era um grupo pequeno de jovens pastores, sentados em torno de um dos maiores expositores bíblicos da nossa geração, perto de completar 70 anos. A conversa seguiu animada. Ele nos deu liberdade para perguntas pessoais e, entre outras, não faltaram aquelas sobre o porquê de não se casar. Porém, de todas, guardei apenas a resposta que ele deu quando lhe perguntaram sobre a razão do seu longo ministério tão frutífero. Ele respondeu: “Leio a Bíblia e oro todos os dias, vou à igreja todos os domingos e nunca falto à celebração da Eucaristia”. A resposta foi surpreendente por sua simplicidade.Sabemos que ler a Bíblia e orar todos os dias, ir aos cultos e participar da Ceia nunca foram, por si só, sinais confiáveis de espiritualidade, muito menos um caminho seguro para a maturidade. Muitas pessoas fazem …

Congresso de Pastoreio de família em 2010 - PALESTRANTES E LOUVORES

Imagem
7º Congresso Pastoreio de Famílias
DATA: 15 a 15 de abril de 2010
Igreja Batista Boas NovasRua Manaias, 50 Parque Vila Prudente - SP PALESTRANTES E LOUVORES
 JAIME KEMP é doutor em ministério familiar e diretor do Lar Cristão. Foi missionário da Sepal a 31 anos e fundador dos Vencedores por Cristo. É palestrante e autor de 50 títulos. Casado com Judith, é pai de 3 filhas e avô de 2 netos.
 VAGNER VAELATTI é pastor titular da Igreja Batista Boas Novas, desde 1994. Com formação em bacharel e mestre em Teologia com especialização em Evangelismos e missões é casado com Marta Conovalov Vaelatti e tem três filhos.
 HERNANDES DIAS LOPES é pastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória, Doutor em Ministério, conferencista e escritor com mais de uma centena de livros.
 MARTA VAELATTI Marta Vaelatti é líder de mulheres da Igreja Batista Boas Novas, mãe de três filhos.
 MARCOS GARCIA é pastor na Catedral Metodista de São Paulo, no bairro da Liberdade, mestre e doutor em Ciências da Religião, …

Somos os trapos alcançados pela cruz de Cristo

Imagem
- Texto para meditar:Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras; que foi sepultado; que foi ressuscitado ao terceiro dia, segundo as Escrituras (I Cor. 15.3,4).

Algo que precisamos entender é que somos trapos, trapos de imundícia. É exatamente isto que Isaías fala sobre a justiça humana (Ler Isaías 64.6). Aliás, por falar em justiça humana, o meu amigo Glenio Fonseca Paranaguá mostra que a justiça própria (humana) é o maior inimigo da graça. A justiça própria é o principal responsável pelos sentimentos mais azedos e pelas lembranças mais amargas que uma alma pode nutrir (PARANAGUÁ, Glênio Fonseca. O crime da letra. Londrina - Pr: Ide, 2009, pp. 32,33).
Não adianta questionarmos a realidade bíblica sobre nós. Somos os verdadeiros trapos imundos. Somos miseráveis em nosso ser e a nossa justiça não passa de algo imundo. A grande realidade é que pecamos, fazemos aquilo que combina com a nossa natureza depravada que é p…

Leia este livro: A OLIVEIRA ENFLORADA

Imagem
A Oliveira Enflorada é uma obra que aborda, com bom gosto, a frutificação espiritual na vida dos filhos de Deus. É uma leitura atraente e untada com bom humor. Algumas pessoas têm dificuldades em distinguir o fruto do Espírito Santo dos dons espirituais. Há também aqueles que confundem os dons com os poderes latentes da alma, causando muita confusão na aldeia cristã. O autor aqui procura mostrar que o fruto do Espírito está no singular e não no plural, contudo brota com oito atributos específicos, enquanto os dons são vários e com variadas demonstrações. Nem todos têm os mesmos dons, mas todos os filhos de Deus produzem o mesmo fruto.O fruto do Espírito é o Amor e o da oliveira é a azeitona. A oliveira é um tipo do Espírito Santo, que em lugar de azeitonas produz o Amor no viver dos santos. Assim como o fruto da oliveira tem um conteúdo oleoso, assim, o Amor, fruto do Espírito, tem também atributos ungidos que qualificam o testemunho do cristão. O Amor ágape é a marca registrada que ide…

LEIA ESTE LIVRO: CRUZ CREDO! O CREDO DA CRUZ

Imagem
Este livro é um grito de espanto em face do descaso do cristianismo moderno com a mensagem da cruz. É uma expressão de pasmo diante do pouco caso do púlpito contemporâneo com a pregação que Deus elegeu essencial para a salvação do homem. A cruz não é um mero símbolo do cristianismo nem um simples gesticular da mão. Deus escolheu a cruz como centro de sua revelação amorosa e como a demonstração da experiência genuína da fé cristã. A ênfase deste livro não é somente a crucificação do Jesus histórico, mas a co-crucificação do homem juntamente com Cristo, pois não há vida ressuscitada sem a operação da cruz, e é falsa toda religiosidade que não trouxer as marcas dos cravos no caráter de cristão. CRUZ CREDO! O CREDO DA CRUZ é uma obra criteriosa e comprometida com a mensagem essencial e mais urgente para o ser humano. Não propõe um acordo diplomático que negocia divergências de opinião, mas apela como ultimato divino para a salvação do homem e a comunhão com Deus.
__________________________ …

Cristo é a nossa redenção

Imagem
- Texto para meditar:Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos nossos pecados (Cl. 1.14).

Há um problema sério dentro de nós. A raiz de todos nós é lá do Éden. É a raiz do pecado que é de todo filho de Adão. Todos nós fomos contaminados pela raiz do pecado. Todos nós em Adão nos viramos contra o Deus da graça e carregamos agora a nossa luxúria e devassidões do coração. A nossa natureza ficou manchada pela impureza do pecado. O que precisamos como resgate?
Precisamos urgentemente de uma palavra profunda: redenção. Precisamos do perdão dos nossos pecados passados, presentes e futuros. E só uma pessoa santa, imaculada, pura e separada de todo pecado é que pode trazer esta redenção ao nosso coração.
Nós não podemos fazer isto. O Salmo 49.7-8 mostra que a redenção da vida é obra exclusiva de Deus. Homem algum pode remir e nem dar a vida por outro homem. A imortalidade no sentido de vida eterna, só pode vir através de um homem santo e separado de qualquer culpa, culpa e…
Imagem
-Texto para meditar:Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem (Gênesis 50:20).

Talvez esta seja uma pergunta que você já fez algumas vezes diante de circunstancias adversas em sua vida. Talvez seja uma pergunta que você esteja fazendo em sua vida nestes dias.
Se isto está acontecendo ou já aconteceu com você, quero me solidarizar, pois esta pergunta traduz muito de alguns momentos de nossa caminhada.
Não quero recriminá-lo por fazer esse tipo de pergunta, pois só você pode dimensionar o tamanho de sua dor, a extensão do seu problema, a complexidade da sua situação.
Somem-se ainda os temores, os medos, as apreensões, as tensões que situações assim têm a capacidade de produzir e iniciar dentro de nós.
Como administrar tudo isto em seres tão frágeis e vulneráveis como nós?
Na busca de respostas ou explicações, causas e culpados, inquietações e dúvidas, sugiro algumas observações:

I – ENTENDENDO O CONTEXTO
Não perca de vista uma realidade nua e crua: Vivemos num mundo mal; que s…

O amor de Deus não tem condição e nem limite

Imagem
- Texto para meditar:Volta, ó Israel, para o Senhor teu Deus; porque pela tua iniqüidade tens caído. Tomai convosco palavras, e voltai para o Senhor; dizei-lhe: Tira toda a iniqüidade, e aceita o que é bom; e ofereceremos como novilhos os sacrifícios dos nossos lábios. Eu serei para Israel como o orvalho; ele florescerá como o lírio, e lançará as suas raízes como o Líbano. Quem é sábio, para que entenda estas coisas? prudente, para que as saiba? porque os caminhos do Senhor são retos, e os justos andarão neles; mas os transgressores neles cairão (Oséias 14.1,2,5 e 9).

Deus é amor. O seu amor não tem condição nem limite. Ele ama o seu povo apesar de toda a rebeldia, de toda a idolatria e de toda a imoralidade. O seu amor é amor absolutamente imutável.
Olhando para este texto de Oséias, percebemos que quando castiga, é por puro amor que o faz. É impressionante olharmos para a visão do profeta Osíeas em relação as saudades do primeiro amor que Deus sente pelo seu povo. O texto afirma: Quan…

PIPER, John John MacArthur, R. C. Sproul. Apascenta o meu Rebanho. São Paulo: Cultura Cristã, 2009.

Imagem
A pregação bíblica está perto do extermínio em nossos dias. Há somente momentos para "compartilhar", "sugerir", repletos de casos e de pregações voltadas para suprir "necessidades emocionais". Mas a exposição da Palavra de Deus com autoridade é algo cada vez mais raro de se encontrar. Este livro é um apelo aos pregadores para que "preguem a Palavra".
No Antigo Testamento, Deus se desagradou por seu povo estar perecendo por falta do conhecimento dele mesmo. Com muita frequência, aqueles que foram chamados para alimentar o rebanho de Cristo fazem pouco mais do que afagá-los, em vez de alimentá-los com a Palavra de Deus.
Esta obra é para pastores e pregadores. Ela encoraja os pastores a honrar seu chamado. Ela guiará as igrejas a auxiliar seus pastores para que mantenham este padrão bíblico. Todo ministro da Palavra de Deus irá tirar proveito da leitura em oração deste livro. O livro contém 176 páginas.

O lugar do silêncio

Imagem
Em cada um de nós existe um lugarzinho onde o silêncio é completo, um lugar livre de ruído dos pensamentos, livre das preocupações e desejos. É um lugar em que nós mesmos nos encontramos inteiramente em nós. Este lugar, que não é perturbado por nenhum pensamento, é para Eckhart o que existe de mais precioso no homem, o ponto onde o verdadeiro encontro entre Deus e o homem pode ocorrer. A este lugar do silêncio nós precisamos avançar. Não temos necessidade de criá-lo, ele já existe, apenas está obstruído por nossos  pensamentos e preocupações. Quando desobstruímos em nós este lugar do silêncio, poderemos encontrar Deus assim como ele é. Então não nos fixamos em nós e em nossos pensamentos, mas nos desvinculamos inteiramente de tudo, deixamo-nos cair no mistério de Deus que nos sustenta. Então não  prescrevemos a Deus como ele tem que vir ao nosso encontro, mas nos abrimos  para a sua vinda assim como ele a imaginou. Mesmo depois de havermos desobstruído em nós este lugar do silêncio, n…

O caminho de Jesus

Imagem
- Texto para meditar:Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida (João 14.6).
Eugene Peterson diz que o caminho de Jesus implica na construção de um estilo de vida cristocêntrico. O real significado do caminho de seguir a Jesus é muito mais que adotar um manual de boas maneiras com direito a passaporte para a vida eterna. O caminho de Jesus implica na construção de um estilo de vida fundamentado nos valores do Reino e livre da influência conceitual de certo e errado imposta pela sociedade contemporânea.
Para manter o foco no caminho que é Jesus é preciso reconhecer à centralidade da cruz. A cruz de Jesus é o nosso verdadeiro caminho da obediência ao Pai. O caminho nos puxa para a obediência. O caminho do Reino de Deus não é o de mar de rosas, mas é a obediência pela cruz.
A cruz de Jesus é o caminho único para experimentarmos a vida dele, para experimentarmos o caráter dele. Para respirarmos a verdade dele e não a nossa. O único caminho para vivermos um Evangelho verdade…

Descansemos em Deus que está no seu palácio

Imagem
- Texto para meditar:Quando os fundamentos são destruídos que pode fazer o justo? O Senhor está no seu santo templo, o trono do Senhor está nos céus; os seus olhos contemplam, as suas pálpebras provam os filhos dos homens (Salmo 11.3,4).

O que a vida contemplativa significa?
Para mim, significa a procura da verdade e de Deus. Significa encontrar o verdadeiro significado da vida, e o lugar certo na criação de Deus. Significa renunciar à maneira como se vive no mundo. E a única maneira de termos este momento de contemplação é reconhecermos a grandeza de Deus em nós e experimentarmos o momento de contemplação dele no tempo de devoção.
Quando lemos esta parte do Salmo 11, vemos um Davi que se alegra nesta certeza de que o favor divino vem do trono da graça. Quando ele era humilhado e destituído do auxílio humano, ele podia recorrer com toda a certeza para a providência divina que era certa e agia em seu favor. O homem poderia decepcionar Davi, mas Deus em seu trono santo jamais faria isto.
Da…

QUANDO CHEGAMOS AO LIMITE

Imagem
- Texto para meditar:E, sem Ele, nada do que foi feito se fez (João 1:3).

O ser humano freqüentemente é levado a viver no limite. De diferentes maneiras, em inúmeros contextos, por motivações diversas somos levados ao limite.
Ele pode ser representado por um esforço físico (como um atleta ou numa competição), por um esforço profissional (trabalho) ou até mesmo por um esforço emocional (situação de conflito).
Por mais dificuldade que possamos ter para encarar a realidade dos limites, eles estarão sempre diante de nós. Desde o nascimento ou até mesmo antes dele; antes de conhecermos esse mundo exterior, somos confrontados com os limites, pois há um limite até para o nascimento de um bebe. Extrapolar esse limite pode ser danoso, deformador ou até mesmo fatal.
Vamos crescendo e continuamos a nos defrontar com os limites. Na adolescência eles aparecem como uma verdadeira via de duas mãos. De um lado a tentativa de independência nos primeiros fleches da vida adulta; de outro lado a tentativa de…

SUA ALTEZA, O MENDIGO. XXVIII

Imagem
O mendigo assentado no seu trono, em pleno meio fio, esperava, pacientemente, a esmola da graça, que se renova a cada manhã. Neste instante passa pela rua apertada da amizade um carroceiro ignorante, mas metido a ladino, trajando uma fatiota ensebada, parecida com as vestes ultrapassadas de Napoleão Bonaparte. É um esnobe de estirpe rasteira, bronco acintoso e guia dos asnos. Ele grita para o mendigo: – vá trabalhar seu vadio! Deixa de ser inerte! Mexa-se inválido!
Sua Alteza, o mendigo, olha para aquele tipo sentado no banco da carroça de rodas dentadas, tocando um jumento, seu colega de escola, que puxa aquela geringonça às chibatadas, e pensa: – se sou inválido, como posso ser operacional? De fato sou improdutivo, mas não sou grosseiro com o meu próximo. Apedrejar os outros é insanidade. Prefiro ser frágil a ser ferino...
Alguém já disse com muita sabedoria; “duas coisas fazem muito mal ao coração: subir as escadas correndo em passos largos e criticar as pessoas por andarem a passos …

Jesus é o nosso fiador

Imagem
- Texto para meditar:Pois o amor de Cristo nos constrange, porque julgamos assim: se um morreu por todos, logo todos morreram; e ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. Por isso daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne; e, ainda que tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos desse modo. Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. Mas todas as coisas provêm de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Cristo, e nos confiou o ministério da reconciliação; pois que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões; e nos encarregou da palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores por Cristo, como se Deus por nós vos exortasse. Rogamo-vos, pois, por Cristo que vos reconcilieis com Deus. Àquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por…

A nossa impressão ficou na cruz

Imagem
- Texto para reflexão:Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feito justiça de Deus (II Cor 5.21).

Quando contamos a história de um homem que foi executado na cruz dois mil anos atrás pode parecer um início altamente impróprio para qualquer coisa. Por que isto nos interessa tanto hoje?
No Império Romano a crucificação era uma forma de execução muito difundida e em geral a vítima era flagelada ou torturada antes. Depois ela era amarrada ou pregada numa cruz em todas as posições. Esta era a forma de repelir cruelmente as rebeliões nas províncias romanas. Umas delas foi a revolta dos judeus. Flavio Josefo registra que houve a crucificação de fugitivos judeus que tentaram escapar da Jerusalém sitiada na época de sua destruição final pelos exércitos romanos.
O fato é que a crucificação era uma forma de castigo reservado para os criminosos mais reles. Isto nos faz imaginar que Jesus esteve lá e foi considerado como tal. Ele foi considerado um reles.
Al…