Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

Leituras em março de 2016

1.OLYOTT, Stuart. Jonas. O missionário bem sucedido que fracassou. São Paulo: Fiel, 2015. Stuart Olyott contou a história de Jonas de um modo especial, com ricas e instrutivas ilustrações, exortações práticas e aplicações que haverão de provarem-se muito úteis a todo leitor. Sua ênfase em toda narrativa, é na graça e misericórdia de Deus, que oferece a salvação a um povo ímpio pelos lábios de um pregador que nem desejava ver sua conversão, ao tempo em que também trabalha o coração deste pregador, ensinando-lhe lições muito preciosas na medida em que o conduz por esta aventura fascinante, que envolve um chamado extraordinário, uma fuga alucinada, um encontro com a morte, uma oração sincera, uma aparição impressionante, e um final aparentemente sem conclusão. Mas que tem conclusão e nos ensina muitas coisas. Contém 78 páginas.
2.LEMAN, Kevin. Direto ao ponto. Sexo e intimidade no casamento. São Paulo: Mundo Cristão, 2016. Confesse: após alguns anos de casamento, o sexo pode tornar-se ent…

Paulo César Baruk - Senhor, Preciso de Ti (Lord, I Need You) [Sony Music...

As portas para o amor de Deus

Deus nos proporcionou um meio muito melhor de conhecê-lo. A maior prova de Seu amor por nós está na cruz do Calvário. Trata-se de um aspecto da cruz que foi completamente ignorado nas últimas décadas. Não temos consciência do que realmente se passou lá, entre o Pai e o Filho. Mas esse acontecimento abriu as portas para o amor de Deus, um amor tão vasto e seguro que não pode ser desafiado nem em nossos dias mais tristes (Wayne Jacobsen).

A nossa confiança

Crer não é pensar de maneira positiva nem alimentar esperanças infundadas. Não tem a ver com ganhar uma relação com Deus. Não tem a ver com as boas obras, nem com o simples feito de ser “uma boa pessoa”. Não nos convertemos em cristãos só porque estamos afiliados a uma instituição religiosa, ou porque seguimos a uma tradição, nem porque nascemos em uma família cristã. Crer é colocar a nossa confiança em alguém ou em algo. É um verbo de ação. Isto envolve uma decisão consciente. No significado bíblico, crer é algo que compromete a profundidade de nosso coração, e não somente nossa mente. Quando cremos, ligamos as realidades mencionadas anteriormente com o compromisso de ancorar nossa esperança na pessoa de Jesus. Quando cremos, respondemos de maneira positiva ao amor que Deus tem por nós. Esse amor é tão profundo e tão amplo, que proporciona todo o contexto por tudo o que Ele fez por nós.

Abraço acolhedor

Eu fico pensando no jeito de José tratar seus irmãos. O jeito dele tratá-los é com graça, perdão e amor. E quando ele se volta para os irmãos, tem uma ação, ele abraço-os. E o abraço de José é de restauração e perdão para com seus irmãos. O seu abraço é acolhedor e divino. É o abraço que traz sustento, cuidado e paz com seus irmãos (Alcindo Almeida).

Meditando no Salmo 26.1-3

Davi pede para que Deus o examine provando-o e esquadrinhando o seu coração e mente. Ele quer ter um coração limpo e reto diante de Deus. Davi quer andar de maneira honesta e verdadeira diante daquele que o ama. Então ele pede para que o Senhor prove as suas afeições mais profundas. Como precisamos fazer isto na relação com Deus. Necessitamos pedir a ele que nos prove e veja se há algum caminho ruim que atrapalha a nossa comunhão com ele. Precisamos pedir para que ele examine o nosso coração, pois, como a Bíblia diz o coração é corrupto, enganoso e muitas vezes não dá atenção aos princípios do Reino de Deus.  Precisamos pedir para que o Senhor prove e examine a integridade do nosso coração. Pedir para que ele esquadrinhe, ou seja, vá até no mais íntimo do nosso ser para que tudo seja limpo e fique transparente diante do criador da nossa alma. Depois de fazer esta oração Davi entende que a benignidade de Deus está diante dos seus olhos e ele percebe que tem andado na verdade de Deus. …

A nossa maior confiança

No Salmo 20.7 e 8 o rei Davi diz: Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus. Uns encurvam-se e caem, mas nós nos erguemos e ficamos em pé. Davi compara a vida do povo de Deus com a dos homens materialistas. Ele afirma que uns confiam em carruagens, ou seja, na força militar de um Exército com muitos soldados e carruagens. Ao contrário, o povo de Israel confia no Senhor Deus.  O povo confia na ação divina em oposição à força humana. Porque em Deus há permanente confiança para a vida, ao contrário das riquezas e prazeres humanos, que se findam numa rapidez enorme. Pelo fato de Deus ser a confiança do seu povo é nele, diz Davi, que o povo se gloriará. É no Senhor que livrou o povo das mãos de Faraó, rei do Egito, que ele terá alegria e felicidade.  Hoje a maioria do povo brasileiro acredita que os problemas são resolvidos através do dinheiro. Mas, o dinheiro tem seu limite, pois, soluciona o problema das finanças, porém, não o problema d…

Minuto de graça #41 - Deus sempre ouve a nossa voz

A grandeza de Deus

Olhem para o Salmo 19 e vejam que maravilha! Deus é lembrado como o criador do cosmos, só em olharmos para os céus, pois, manifestam, declararam a glória, a majestade e a grandeza do Pai. O firmamento anuncia as obras das suas mãos. Os seres humanos não podem declarar em hipótese alguma a ignorância a respeito do Deus criador, pois, na obra da criação ele dá a revelação de si mesmo, ele dá a revelação geral a todo o mundo de que é o grande escultor e o criador do cosmos. O testemunho das grandes obras de Deus está na própria natureza criada. A grandeza de Deus é evidenciada na criação pelo fato que sua criação tem uma ordem determinada, pois, o versículo 2 afirma que um dia faz declaração a outro dia e uma noite revela conhecimento a outra noite. O versículo 3 mostra que o testemunho de Deus através da criação não necessita falar com voz, basta vermos. Esse Salmo só gera gratidão no coração, pois, de fato: os céus proclamam a glória do Eterno e soberano Deus (Poesia e oração. Alcindo …

Dentro de si

Uma pessoa pode realizar grandes feitos e deter uma enorme quantidade de conhecimentos, e ainda assim não ter nenhuma compreensão de si mesma. Mas o sofrimento faz olhar para dentro de si. Se isso acontecer, então lá, dentro de si, está o começo de sua aprendizagem (Soren Kierkegaard).

Minuto de graça #13 - Amizade da alma

Abundante alegria

No Salmo 16.11 Davi diz que o Senhor fará ver o caminho da vida, na presença dele. Ele faz uma afirmação que deve nos impactar e nos levar a um louvor imenso ao nosso Deus. Ele afirma que na presença de Deus há abundante alegria, em Deus como ajudador há delícias perpetuamente. Davi faz estas observações porque ele sabe que pode confiar no Senhor, sabe que o Senhor é a sua porção e o seu conselheiro. E ele sabe que em todas as horas da vida há alegria na presença de Deus. 
Ele sabe que os prazeres terrenos não são suficientes para preencher o seu coração. Há alegria plena na presença de Deus e as delícias em Deus são totalmente satisfatórias e permanentes porque ele é o seu conselheiro e o seu refúgio. Em meio a tantos problemas, lutas e as nossas tribulações, nós temos este conforto da parte de Deus. Na sua presença temos alegria satisfatória, uma alegria que não é passageira, mas é perpétua, eterna, verdadeira e perduradora. Que o Senhor nos ajude para que confiemos nele sempre para …

O toque de Jesus

Chega!!!

Vivemos um momento sério e decisivo para nossa nação! Acredito que a mudança precisa começar de baixo, nas nossas relações simples. Elas precisam ser movidas pela verdade, honestidade e caráter. Precisamos ensinar nossos filhos a falarem com verdade e respeito. Precisamos olhar para a justiça não como um item alheio à nossa conduta, mas como parte integral da vida. Gosto demais do texto de Miquéias 6.8: Que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus. Chega dessa desgraça de jeitinho brasileiro e dessa maldita lei de Gerson em levar vantagem em tudo. Chega de votar nesses lixos de políticos que só querem dinheiro e poder. Chega de tanta mentira apresentada por essas novelas globais que só estragam nossas famílias. Chega de ficarmos calados diante do erro e da maldade. Chega de tanta violência com o ser humano! Chega de falcatruas e ações cheias de hipocrisia na vida. É hora de reconhecermos nossa miséria e de joelhos…

Minuto de graça #40 - O Deus que ama gente torta

Reconstituição da unidade quebrada

O próprio Adão está agora disperso por toda a superfície da terra. Antes concentrado em um único lugar, ele caiu; tendo sido quebrado em pedaços, por assim dizer, ele preencheu o universo com seus fragmentos. Entretanto, a misericórdia de Deus juntou seus pedaços espalhados por toda parte e, fundindo-os no fogo de sua caridade, reconstituiu sua unidade quebrada (A cidade de Deus de Agostinho).

O caminho da bem-aventurança

“É quase impossível superestimar o valor da verdadeira humildade e de seu poder na vida espiritual. Pois, o primeiro passo na humildade é o primeiro passo no caminho da bem-aventurança, e a consumação da humildade é a perfeição e plenitude da alegria. A humildade contém em si a resposta a todos os grandes problemas da vida da alma. A humildade é a única chave que dá acesso à fé, início da vida espiritual, pois fé e humildade são inseparáveis. Na perfeita humildade desaparece todo egoísmo e a alma não vive mais para si nem em si mesma mas para Deus; na humildade a alma se perde de vista, mergulha em Deus e é nele transformada” (Thomas Merton. Novas Sementes de Contemplação. Editora Fissus, Rio de Janeiro, 2001. p. 179-180).

Minuto de graça #39 - O exercício da mentoria

Ser mulher é uma arte

Selecionei uma parte do meu livro para expressar um pouco dessa arte divina chamada mulher. "A mulher tem senso intuitivo, tem um espírito de atender as necessidades dos outros por causa do próprio instinto feminino. Ela não se preocupa muito em mostrar ou provar sua competência. Demonstrar que ela precisa de ajuda não é sinal de fraqueza, é simplesmente demonstrar que é humana. Um homem se sente constrangido em pedir ajudar e em reconhecer a fraqueza, a mulher não. Ela diz quem é movida muito pela sua emoção e assim mostra sua personalidade através do choro, dos gritos, dos desejos e das frustrações. Ela é absolutamente genuína na expressão dos sentimentos. Ela não tem medo de dizer quem é e nem o que sente. Ser mulher é uma arte toda especial. Ele é mãe, esposa, amiga, parceira e completa o homem tornando-se um com ele. Feliz dia internacional da mulher! (Livro: Um jeito doce de viver com seu cônjuge).

Espinhos - Grupo Logos Paulo Cezar.

Senhor Jesus eu não entendo o espinho, Mas se a cruz é o Fim deste caminho, Dá-me mais graça, Não sou maior que meu Senhor Apenas servo sou, Apenas servo e nada mais.
Se as pontas aguçadas da coroa Te feriram ó cabeça Eu que sou corpo Parte do teu corpo, Não devo reclamar.
Dá-me mais graça Senhor! Dá-me mais graça! Passa os teus dedos nos meus olhos Vem me consolar. Dá-me mais graça Senhor! Dá-me mais graça!
Faze me em Cristo outra vez, Ser ,mais que vencedor. Senhor Jesus Ainda não entendo o espinho, Mas, se o mesmo, Faz parte da tua cruz, Eu o aceito, não sou maior Que meu Senhor Apenas servo sou, Apenas servo e nada mais. Senhor se estou por ti sendo provado, Eu quero aprovado ser Agora sei o que tens a dizer, E creio nisto também Basta-me a graça Fim (faz-me em Cristo outra vez, Faze em Cristo outra vez, Faze em Cristo outra vez Ser mais que vencedor um.

Série de Rute na IPALPHA

Quando os problemas surgem na vida, podemos fazer uma destas três coisas: suportá-los, fugir deles ou usá-los em nosso favor. Não podemos controlar as circunstâncias da vida, mas podemos controlar nossa reação diante delas. Essa é a essência da fé: crer que Deus está trabalhando a fim de que tudo coopere para o nosso bem.  Venha participar de mais essa série de mensagens da IPALPHA.  Começa no próximo domingo, dia 06 de março e será simultânea em nossos dois campus.  ‪#‎ipalphacampusalphaville‬ ‪#‎ipalphacampustamboré‬
Convidamos você a mergulhar nessa história de Rute!

Minuto de graça #38 - Equilíbrio para a vida

Missão da igreja

"A missão da igreja só pode ser devidamente compreendida em termos do modelo trinitário. A missão não é primariamente uma ação nossa. É um ato de Deus, do Deus trino – do Deus Pai, que está constantemente trabalhando em toda a criação e nos corações e mentes de todos os seres humanos, quer reconheçam ou não, gentilmente guiando a história rumo ao seu verdadeiro fim; do Deus Filho que se tornou parte desta história criada em sua encarnação; e do Deus Espírito Santo que nos foi dado em antecipação do fim para nos capacitar, ensinar a igreja e convencer o mundo do pecado, da justiça e do juízo. Antes de falar sobre o papel que desempenhamos, o papel de nossas palavras e obras na missão, precisamos estabelecer firmemente esta ação de Deus no centro do nosso pensamento. Essa é a realidade fundamental da missão: o resto é derivado dela" (Lesslie Newbigin).

Cheios de Cristo

Não nos conformemos com essa cultura de idolatria. Mas, sejamos cheios de Cristo! Somos chamados para viver Romanos 12.2 fora da história de idolatria da nossa cultura. Temos que dizer não para a história consumista na nossa nação! (Michael Goheen - Fórum do CTPI em Campinas).

José: moço da graça marcante na vida

Olhando para a vida de José, percebemos que ele é o moço da graça marcante na vida, todos que estão ao lado dele, enxergam como Deus está trabalhando na vida humana. José é notado por uma fé verdadeira, ele é devoto e envolvido com os princípios divinos. A Torá está na sua mente e no seu coração. A Palavra divina faz parte do coração dele. José começa a mostrar como ser generoso com as pessoas ao seu redor. Ele cuida das pessoas e hoje Deus nos convida para imitar esse moço que é um tipo de Cristo na vida (Alcindo Almeida).

Leituras em fevereiro de 2016

HOUSTON, James M. O discípulo: O aprendizado é uma longa caminhada com o verdadeiro mestre. Brasília, DF: Palavra, 2010. O Aprendizado é uma longa caminhada com o verdadeiro mestre. Do alto de sua erudição e prática de mais de cinquenta anos como mentor espiritual, o Dr. James Houston nos conduz a um mergulho investigativo pela história, filosofia e psicanálise revelando-nos onde as pedras preciosas que muito ajudarão (na condição de mentores, mentoreados, ou simplesmente como cristãos) a nos reconstruímos - não mais sobre a areia, mas sobre a rocha, como Jesus Cristo ensinou. Contém 248 páginas.
GRUN, Anselm. 50 rituais para a vida. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2010. Os 50 rituais descritos neste livro pretendem incentivar o leitor a desenvolver seus rituais próprios e pessoais. Na obra, o autor explica que o objetivo dos rituais é preservar um espaço livre em meio às exigências da vida, em meio às situações de estresse, para que o praticante respire e aprecie o tempo para si. Conté…