Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

A inteligência humilhada

Imagem
Hoje comecei a ler esse belo e preciso livro do amigo e parceiro de ministério, Jonas Madureira: A inteligência humilhada. Ele diz que "ela é também a consciência da humilhação da razão que nos faz reconhecer o papel fundamental da fé. A razão não precisa morrer, só precisa dobrar os joelhos. A razão que se sujeita a Deus não deve se envergonhar da sua sujeição, nem se inferiorizar pelo fato de reconhecer sua dependência da revelação. Pelo contrário, a razão, consciente da sua miséria, deveria ser grata pela dádiva da revelação, pois, como aprendemos com nossas mães, quando alguém nos dá um presente, a única reação adequada é a gratidão. É possível ser inteligente e, ao mesmo tempo, piedoso! Todavia, antes de ser piedoso é preciso ser grato. A propósito, não é a razão que faz o teólogo piedoso, mas, sim, a gratidão. A razão faz o teólogo inteligente, mas somente a gratidão torna-o piedoso e inteligente. Portanto, não passa de uma piada de mau gosto a ideia de que “Das duas, uma: …

Minuto de graça #96 | Uma graça que trasnforma

Imagem

Morrendo todo dia

Imagem
Jesus disse em Lucas 9.23: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Seguir a Jesus é morrer todos os dias para nós mesmos e a fim de que a vida dele seja viva em nós. Só podemos seguir os seus passos através da cruz, através da negação de nós mesmos. Não há outro caminho no Reino, a não ser o da negação de nós mesmos. Sem crucificação não tem serviço e sem serviço não tem participação no Reino.  Sem morrer para nós mesmos não tem cruz, não tem Evangelho. A morte para nós mesmos implica em ter Cristo no centro de tudo. Ele que reina em nós, ele que dirige os nossos passos, ele que governa o nosso coração em tudo. A fala de Jesus não é algo fácil de se fazer. Quem quer vir após ele, precisa de três atitudes cruciais: 
Negar-se a si mesmo.  Tomar cada dia a sua cruz. Segui-lo sempre. 
Complicado né? Porque não conseguimos abrir mão do nosso ego por questões mais simples, imagina quando nos deparamos com essa proposta de Jesus. Segui-lo é abrir mão…

Parte 1 Confessando os pecados diante do Deus majestoso. Rev. Alcindo Al...

Imagem

Parte 2 A graça marcante do Deus da aliança. Rev. Alcindo Almeida

Imagem

Um diálogo com o Eterno

Imagem
A oração é o caminho que nos conduz à morada de tesouro interior, ao espaço em nós no qual Deus mesmo habita. Toda a riqueza que podemos adquirir está dentro de nós por meio da graça soberana! Através do silêncio e da oração devemos nos voltar para nosso interior e penetrar neste lugar no qual descobrimos em Deus, toda riqueza de nossa vida, Jesus Cristo de Nazaré.  Oração não é um mantra, ou uma reza divina onde repetimos um pai nosso! Oração é um diálogo com o Eterno quando nós abrimos para ele e dizemos tudo que sentimos! Nesse momento desfrutamos de amizade, de comunhão e relacionamento com aquele que nos sustenta e nos ama! Por isso, Davi disse: Quando tu disseste: Buscai o meu rosto; o meu coração disse a ti: O teu rosto, Senhor, buscarei - Salmos 27:8. Que aprendamos a buscar a face de Deus através da oração! (Alcindo Almeida).

Minuto de Graça #95 | Reconciliação divina

Imagem

Ep. 02 - O caráter do rei

Imagem

Sermos cristãos

Imagem
Nós devemos viver o que somos e falamos. A existência de sermos cristãos é porque um dia fomos transformados pela regeneração feita pelo Espírito Santo. Agora, a nossa vida é em Cristo Jesus por meio do Espírito que habita em nós.  A nossa agenda divina é pautada pela direção do Espírito. Ele nos ajuda a vencer o pecado através de uma luta dela contra a nossa carne, como Paulo nos diz em Gálatas 5.17: Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Viver como cristão movido pelo Espírito não é ter um código de ética, mas é viver cheio do fruto do Espírito em cada detalhe do ser. Como Paulo afirma em Gálatas 5.22: Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.  Ser cristão é viver assim mesmo, com a paz, com o amor, com a fé e com essa bondade que o Espírito Santo nos empresta para que nos pareçamos mais com Jesus Cristo de Nazaré. Que ele nos…

A verdade divina

Imagem
C. S. Lewis disse algo precioso demais: O cristianismo não apenas nos diz que somos pecadores; ele nos oferece perdão. Não apenas nos diz que estamos numa prisão; ele abre as portas para que saiamos. A grande realidade que o texto de Gênesis 3 nos apresenta é que o homem caiu, rompeu com Deus. Ele desobedeceu as ordenanças divinas. Agora, todos nós precisamos de redenção do nosso pecado em Adão, precisamos ser restaurados na amizade e comunhão com a Trindade. Por isso, Cristo veio a este mundo e se fez homem, a fim de trazer o perdão de céu para que pessoas voltam a andar com Deus.  Cristo abre as portas para que entremos no céu da comunhão e da celebração da vida divina. Através de Cristo temos a libertação da prisão do pecado. O texto de João 8:32 afirma: E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Jesus é essa verdade que nos liberta da prisão do pecado e nos coloca no caminho da comunhão eterna com Deus.  Conhecendo a verdade divina que é Cristo, recebemos o perdão e somos li…

A providência divina

Imagem
A providência de Deus significa que dirige a nossa vida e que ela não é um amontoado de acidentes como já ouvimos alguns teólogos miseráveis afirmando. Um dia desses, ouvi isso de alguém: "O Deus da providência que o calvinismo explica é um tirano escolado nos manuais de Maquiavel. Ele não passa de um frio executor de uma sórdida agenda". Claro que isso é insano, uma afirmação infeliz e sem base bíblica.  A providência de Deus é real, ela está em todos os processos da nossa história! Então o propósito de Deus significa que ele nos envolve numa missão irresistível, capaz de transformar todos os processos da nossa jornada, mas não do jeito que queremos, sempre do jeito dele e para a glória dele! Dentro do propósito do Eterno Deus, ele nos aceita, nos aprova e — mais impressionante de tudo — tem prazer em nós pela sua própria graça. Percebam que ele nos aceita, não somos nós que o aceitamos. Ele que realiza algo em nós, não nós para ele. Tanto que a Bíblia afirma em I Joã…

A visão no nosso coração

Imagem
O texto de Eclesiastes 9.10 afirma: Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças. 
O nosso coração é a centelha que nos capacitará para perseguirmos os sonhos. A fala de Salomão expressa uma verdade que a maioria das pessoas não percebe: apenas realizamos aquilo pelo que nos empenhamos de todo o coração. Quando estamos dispostos a colocar toda a energia nisso, então, será algo que marcará a vida sempre. Esse texto mostra que temos uma missão nessa vida que é decidir fazer algo, que é se envolver com algo de produtivo na vida. Não estamos nessa terra para passar em branco, estamos aqui para realizar algo, para produzir, para somar, para investir, mesmo que haja resistência, oposição e dificuldades. Não importa, precisamos estar dispostos a enfrentar pressão, se desejamos cumprir nossa missão como cooperadores do Reino de Deus.  Temos que trabalhar para o bem da criação, temos que amar as pessoas, temos que investir em gente, temos que sonhar com um futuro digno p…

Minuto de graça # 94 - Os coxos que recebem graça

Imagem

Discipulado da cruz

Imagem
Brenann Manning disse: Ser cristão é ser como Cristo. Devemos perder a vida de algum modo, a fim de encontrá-la. O cristianismo prega não apenas um Deus crucificado, mas também homens e mulheres crucificados. Paulo disse: Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo (Gl 6:14). A grande verdade para nós é que não existe discipulado sem cruz. Não somos seguidores de Jesus Cristo de Nazaré sem a realidade da cruz.  Somos chamados para um caminho de renúncia radical de tudo na vida. Quando andamos com Cristo, a cruz faz parte do processo da vida, nós entramos num projeto de morte diária do nosso ego. Porque seguir a Cristo, ter o discipulado no coração é viver para ele, é fazer o que ele deseja e não nós.  Lembro-me do ano 2008, quando estava para mudar de igreja. Eu tinha o grande desejo de ir para uma comunidade que já almejava demais! Um dia, estava no carro, esperando para uma reunião com …

Sonhos divinos

Imagem
Os sonhos são pensamentos ainda não vivenciados por todos nós! Eles podem ser chamados de desejos ainda não realizáveis. Todos nós precisamos sonhar com algo. Sonhadores vão longe nas ideias. Pensamentos geram sentimentos e os mesmos comportamentos. Através dos nossos sonhos entramos no ciclo: pensar - sentir - agir.  Olhando para Neemias, vemos um homem que sonhou com algo no seu coração. O sonho foi de ver os muros da sua cidade restaurado, reconstruído. Esse sonho virou sua motivação, o combustível para ele seguir adiante no seu propósito, o reconstruir os muros de Jerusalém. Para isso, ele pensou, sentiu e agiu na vida. Ele usou todos os recursos que tinha ao seu redor, ele contou com o apoio do seu chefe, que confiava nele. Ele contou sobretudo, com a graça divina no seu coração.  Neemias colocou esse sonho diante do Eterno Deus e em todo tempo pediu a direção dele para a realização desse sonho precioso. E podemos ver que esse sonho abraçaria um povo, uma nação. Esse sonho alimento…

Não passamos de pó e cinza

Imagem
Olhamos para o homem desse Século e ele vive como se não fosse morrer. A soberba vive no seu interior e faz planos para conquistar, para o amanhã e se esquece do que Tiago diz no capítulo 4: Se Deus quiser faremos isto ou aquilo.  O homem tem a fome de ser conhecido, de criar um nome para si mesmo. Inclui a perseguição do melhor lugar, o aperto de mãos certas, a batida nas costas certas, estar nos ambientes certos manipulando e cavando habilmente.  O tempo todo há uma preocupação jamais pronunciada em torno de uma agenda egocêntrica, oculta: que o seu nome fique lá em cima, sob o foco dos holofotes. O grande problema é que esse homem do Século XXI se esquece que os seus dias são passageiros. Ele se esquece do que Salomão afirma em Eclesiastes 3: Todos vão para o mesmo lugar; todos procedem do pó e ao pó tornarão.  Algumas pessoas são atiradas no centro do palco independentemente de seus próprios desejos. Elas acham que podem tudo, conquistam tudo, mas não se lembram da realidade bíbl…

Sendo perfeitos

Imagem
Somos todos chamados a ser perfeitos na visão das Escrituras Sagradas. Toda vez que vemos essa ideia exposta quando Jesus afirmou para os seus discípulos: Sede vós perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus (Mateus 5:48). Nós ficamos com uma pergunta no ar: Será que é para sermos impecáveis e super seres? Não, não!!!  A palavra “perfeito” é uma tradução do original grego “teleios”, que significa literalmente: “plenamente desenvolvido”, “amadurecido”, “completo”, “maduro” e “adulto”. Jesus nos convida para sermos perfeitos nesse sentido de excelência sem mácula. Ele não nos chamou para ser perfeccionistas. Não há como ser um perfeito nesse sentido e nem no sentido de santidade total como Deus é na verdade essência, porque somos seres humanos falhos. Erramos, pecamos e somos filhos de Adão na natureza humana caída. A ideia é de sermos completos e maduros no Reino.  Perfeitos é lutarmos para que a glória de Cristo se reflita em nosso viver. Sendo mais amorosos, mais justos, m…

Sem azedar a alma

Imagem
Como precisamos imitar o José de Deus. Uma pessoa que soube lidar com os traumas e abandonos da vida sem azedar a alma. O nome de Manassés é: Deus me fez esquecer de todo meu trabalho. Efraim: Deus me fez prosperar sobre a terra da minha miséria. Deus reverteu o veneno mortífero diante da dor e abandono que José sofreu diante dos seus irmãos. Ele considera tudo o que passou como algo divino, como o cumprimento da vontade de Deus. Quando ele se revela aos seus irmãos, afirma: Para preservação da vida é que Deus me enviou adiante de vós.  A confiança de que Deus está acima do mal que os seus irmãos lhe fizeram, torna possível suportar e suplantar o que aconteceu com ele no passado. José mostra que o seu relacionamento com Deus é efetivo e o impulsiona a ter uma resposta de perdão, graça e amor para com todos aqueles que o feriram profundamente na alma.  Somos convidados a agir assim também como José, a amar e perdoar aqueles que nos feriram, nos abandonaram, nos magoaram, nos deixaram par…

Leituras em junho de 2017

Imagem
WONDRACEK, Karin Maria Aparecida S. Brigido, Nilton E. Herbes, Thomas Heimann. Perdão: Onde saúde e espiritualidade se encontram. São Leopoldo RS: Editora Sinodal, 2016. O “perdão como caminhada espiritual” insere a rica dimensão do sagrado nessa discussão. Já o “perdão como encontro relacional” dialoga com o importante e elucidativo campo da psicologia. O “perdão como destino comunitário” é o ponto de chegada que finaliza nossa caminhada teórica, na perspectiva de que o perdão sempre precisa ser vivido coletiva e comunitariamente. Que esta leitura seja um tempo de escuta e diálogo, consigo mesmo e com os diferentes autores e autoras, resgatando memórias, contemplando outros saberes e desenvolvendo novos recursos para o mundo das relações. Perdão, tema atual, existencial em sua essência. Mas isso não o torna mais fácil de ser abordado. Afinal, o perdão nunca poderá ser tomado levianamente. É preciso caminhar junto a ele com sensibilidade, empatia, respeito, evitando juízos apressados,…