Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2007

Estabeleça a prioridade do ouvir

Salomão afirma em Eclesiastes 5.1b: Chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal.
Ouvir [obedecer] é melhor do que a participação formal na oferenda de sacrifícios. O ensino é que a obediência sincera, de coração, a Deus, é superior à participação religiosa meramente cerimonial. O formalismo produz autojustiça e resulta não em bem, mas em mal para o praticante. Dá a impressão de que tudo está bem perante Deus, mas não está.
O ensino de Salomão é que Deus quer obediência da nossa parte (Deuteronômio 10.12) em sinceridade. No meio de todo o formalismo e cerimonial do Antigo Testamento, esse é um ensinamento repetido (Salmo 51.16,17; Provérbios 21.3; Jeremias 6.20; 7.21-23; Amós 5.21-24).
Cremos num Deus pessoal que nos criou como seres pessoais para se relacionar pessoalmente conosco. O distintivo da pessoa é a palavra. Deus, assim como nós, é um ser que fala e quer ser ouvido. É na Bíblia que fundamentalmente encontramos a Palavra de Deu…

490 anos de Reforma: um retorno ao temor diante de Deus

- Texto para reflexão: Ouçam a conclusão da matéria inteira: Temer a Deus e manter seus mandamentos: para este fim é o dever inteiro do homem King James (Eclesiastes 12.13).

- Texto para reflexão: Ouçam a conclusão da matéria inteira: Temer a Deus e manter seus mandamentos: para este fim é o dever inteiro do homem King James (Eclesiastes 12.13).A época em que os reformadores viveram foi de grande inquietação. Foi o tempo do descobrimento das Américas; imperadores, reis, generais e papas lutavam entre si, para tentar moldar a Europa moderna; a Igreja Católica detinha a supremacia espiritual, cultural e política, e as tentativas de reforma, como as de John Wycliffe (1328-1384) e John Huss (1373-1415) foram esmagadas. Surgiram gênios como Erasmo, Miguelângelo, Da Vinci, Rafael, Colombo, Copérnico. Mas o fim da Idade Média foi marcado por uma inquietação profunda com a morte, culpa e perda de sentido. A teologia de Lutero, Zuínglio, Calvino e dos demais reformadores foi uma resposta especí…

Precisamos da audácia e compromisso de Sadraque, Mesaque e Abede- Nego

- Texto para reflexão:Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias e cheguem os anos em que dirás: Não tenho prazer neles (Ecls.12.1)

Quando olho para a vida destes jovens percebo a coragem e disciplina deles em se lembrar do criador. Eles não estavam preocupados com o decreto do rei de quem não adorasse a estátua seria lançado na fornalha ardente. Eles estavam preocupados na adoração sincera e verdadeira ao Deus de Israel. Eles se lembravam do criador em todos os aspectos da vida deles. Há muitos jovens cristãos que estão vendendo a alma para os movimentos do mundo por aí. Alguns perderam a ética por causa de uma promoção. Alguns jovens se dobraram à mentira para galgarem espaços e status na vida. Estão com carros de primeira linha e a consciência está no buraco da vida. Alguns jovens afundaram o seu compromisso com Deus por causa das drogas e do sexo fora do casamento.
Quando olhamos para a vida de Sadraque, Mesaque e Abede- Nego percebemos q…

Buscando o prêmio da soberana vocação em Cristo

Texto para reflexão: “Prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus. Pelo que todos quantos somos perfeitos tenhamos este sentimento e se sentis alguma coisa de modo diverso, Deus também vo-lo revelará. Mas, andemos de acordo com o que já alcançamos” (Filip. 3.14-16).

Quando lemos este texto de maneira bem atenciosa percebemos que o apóstolo Paulo termina o vers. 16 dizendo: Mas, andemos de acordo com o que já alcançamos. Nós alcançamos a bênção da salvação, da vida eterna que começa aqui na terra. Alcançamos a graça de sermos redimidos pelo sangue de Cristo Jesus. É exatamente este alvo do Reino de Deus que Paulo quer prosseguir e ganhar o prêmio como corredor celestial de Deus. Pergunta-se: qual o alvo da nossa vida? As pessoas falam da seguinte maneira: Bem, eu preciso agradar a minha esposa com um carro novo. Eu quero comprar uma casa nova. Eu quero concluir a minha Faculdade. Eu quero entrar no MBA. Eu quero terminar meu curso de inglês. Eu quero f…

Guardando o nosso coração para Deus

- Texto da reflexão: Tão-somente guarda-te a ti mesmo, e guarda bem a tua alma, para que não te esqueças das coisas que os teus olhos viram, e que elas não se apaguem do teu coração todos os dias da tua vida; porém as contarás a teus filhos, e aos filhos de teus filhos; o dia em que estiveste perante o Senhor teu Deus em Horebe, quando o Senhor me disse: Ajunta-me este povo, e os farei ouvir as minhas palavras, e aprendê-las-ão, para me temerem todos os dias que na terra viverem, e as ensinarão a seus filhos (Dt. 4.9-10).

Não somos feitos para amar coisas terrenas. Só o que é insubstituível, único e imortal pode tocar nossa mais profunda sensibilidade humana e ser uma fonte de esperança e consolação[1]. Só podemos amar ao Senhor quando guardamos a nós mesmos das corrupções terríveis deste mundo. Só podemos amar ao Senhor quando a nossa alma está limpa e pura diante do criador.
Só podemos amar ao Senhor quando os nossos olhos estão voltados para as grandezas dele. Só podemos amar ao Senh…

O Pai cuida sempre da nossa vida

- Texto da reflexão: O Senhor vosso Deus, que vai adiante de vós, ele pelejará por vós, conforme tudo o que tem feito por vós diante dos vossos olhos, no Egito, como também no deserto, onde vistes como o Senhor vosso Deus vos levou, como um homem leva seu filho, por todo o caminho que andastes, até chegardes a este lugar. Mas nem ainda assim confiastes no Senhor vosso Deus, que ia adiante de vós no caminho, de noite no fogo e de dia na nuvem, para vos achar o lugar onde devíeis acampar, e para vos mostrar o caminho por onde havíeis de andar (Dt. 1.30-33).

O sofrimento que todos nós suportamos requer, certamente, mais do que simples palavras, mesmo palavras espirituais. Frases eloqüentes não podem aliviar nossa dor profunda, mas sempre encontramos algo especial que nos conduz através dos sofrimentos.
Ouvimos um convite para deixar que nosso lamento se transforme numa fonte de cura, que nossa tristeza se torne uma passagem da dor à dança. Quem Jesus declarou que seria bem-aventurado? Aque…

A igreja é um lar para o coração humano

A igreja tem que ser o lar, o lugar onde não precisamos ter medo de sermos felizes.
A igreja tem que ser o lugar onde não precisamos ter medo de rir, chorar, nos abraçar, sonhar (NOUWEN, Henri. Fontes de vida. São Paulo: Vozes, 1996, p. 21).
A igreja tem que ser o lugar onde podemos descansar o nosso coração aflito e pesaroso. A igreja tem que ser o lugar do afago, do acolhimento e do amor. A igreja tem que ser o lugar da simplicidade e do caminho para a cruz de Jesus de Nazaré.
Nouwen foi a primeira pessoa que usou a expressão "mobilidade descendente". Em um artigo de 1981, publicado na Sojouners, ele escreveu contra a incontrolável busca pelo prestígio, pelo poder e pela ambição - em outras palavras, a mobilidade ascendente - tão carac­terística da cultura americana em que ele vivia antes de partir para o Canadá.
O grande paradoxo que as Escriturasnos revelam é que liberdade real e total só pode ser alcançada por meio da mobilidade descendente, ou seja, pelo caminho da humilda…

Oração sacerdotal e dependente do Senhor Jesus Cristo

- Texto para reflexão: João 17.1-26.

Em João 17.1-26 temos a oração sacerdotal do Senhor Jesus Cristo. Esta oração traduz aquilo que foi tratado sobre a expressão da relação do ser de Deus. A relação que há na Trindade é uma relação em que cada pessoa vive por e para com o outro. O que o Pai tem pertence ao Filho e ao Espírito Santo. Esta relação nos convida a participar deste momento de comunhão na trindade (vers. 21).Deve haver a nossa participação no gozo da comunhão do ser de Deus. Fora da comunhão não existe nada verdadeiro. Fora da comunhão com a Trindade não há sentido da nossa existência humana.
A Trindade determina o ser da comunhão, da relação com a oração. Oração é a participação em comunhão com Cristo. Nós não somos mais estranhos diante de Deus Pai somos agora co-herdeiros com Cristo (Rom. 8.15-17). Oração é participação da gloriosa comunhão que tem no Pai, no Filho e no E.S. Não somos coadjuvantes da relação, somos participantes e beneficiados da mesma graça que Cristo des…

Saindo desse mundo totalmente tecnológico

- Texto para reflexão: "Andou Enoque com Deus" (Gn. 5.22).

Um sociólogo escreveu – A multidão solitária. E nesse livro ele fala que com o crescimento da cidade e da tecnologia houve uma mudança na consciência humana. Antigamente havia direção para dentro, hoje é para fora no sentido de dar vazão para a tecnologia.
A tecnologia nos leva a criar a idéia de usá-la como extensão para um ambiente técnico. Então vivemos um mundo tecnológico. Vivemos num mundo dirigido pela visão tecnológica. Não somos apenas órfãos, mas somos uma ferramenta no mundo técnico.
Olhamos para a nossa vida e pedimos ferramentas para trabalhar. A igreja sem perceber ficou secularizada porque todo o ambiente é técnico. O problema das pessoas hoje é que não conseguem consertar os relacionamentos porque é uma questão técnica. Daqui a pouco precisaremos de chave de fenda para consertar os relacionamentos.
O ambiente técnico influencia a alienação e que desemboca na solidão humana (James Houston, Encontro no Serv…

O sofrimento nos aproxima mais de Deus e da sua graça

-Texto para reflexão: "Foi-me bom ter sido afligido pora que aprendesse os teus decretos" (Salmo 119.71).

A vida, não raro, se nos apresenta como um grande palco de sofrimento e dores. O sofrimento se apresenta como uma espécie de enigma que ultrapassa a nossa capacidade de entender. Mas, um entendimento que tenho é que ele nos aproxima cada vez mais de Deus. As Escrituras nos mostram em suas primeiras páginas, como a dor e o sofrimento entraram no mundo e, indica, também como uma conseqüência do pecado original dos nossos primeiros pais. A grande realidade é que sofremos. Na vida não podemos descartar nunca a realidade do sofrimento em ser o pedagogo de Deus em nossa vida. Há um pastor que escreve sobre as aflições como sendo bênçãos da dependência do Pai. E no seu livro As bênçãos na Aflição – ele diz algo extremamente profundo e relevante: O vale da sombra da morte se constitui num campo de tratamento de Deus para o nosso aperfeiçoamento espiritual (PARANAGUÁ, 2002, p. 31)…

Três atitudes que Deus espera de nós

Humildade no coração: é exatamente isso que Jesus desejou de seus discípulos: humildade e espírito de servo. Tem uma palavra em latim que se chama “elatus” é aquele que se eleva acima das pessoas, que se coloca em primeiro lugar. Esse é aquele que abusa do poder, humilha as pessoas. Ao contrário o que teme a Deus, anda contemplando a sua própria humanidade e se lembra sempre que é pó. Então a humildade dos que andam com Deus em temor e reverência diante dele é da fragilidade. Os que andam com Deus reconhecem que são seres humanos que descem a própria humanidade (GRUN, 2006, p. 24). No Reino de Deus não há espaço para os arrogantes. Deus resiste esses tais e dá graça para aqueles que cultivam o temor através da humildade. Deus quer que nos esforcemos para formar uma igreja onde os seus membros se caracterizam por seu anonimato, por seu amor aos perdidos, por sua mansidão e domínio próprio. Pela formação de discípulos de Jesus que se caracterizem por sua integridade, fidelidade, intimid…

A ORAÇÃO TRANSFORMA A NOSSA VIDA

Quando John Knox, o pai do Presbiterianismo mundial, encontrava-se em seu leito de morte em Edimburgo em 1572, disse a um dos presbíteros que estava ao lado de sua cama: "Tenho meditado durante as duas últimas noites sobre a tão atribulada Igreja de Deus, desprezada pelo mundo, mas preciosa aos olhos de Deus. Tenho chamado a Deus em seu favor e a tenho recomendado aso cuidados do nosso Senhor Jesus Cristo, o cabeça da igreja. Tenho lutado contra Satanás que está sempre pronto ao ataque. Tenho lutado contra a maldade espiritual e tenho vencido. Tenho estado nos céus, onde estou ainda agora, e tenho provado das alegrias celestiais". Aqui está um grande exemplo de uma pessoa que alcançou o ápice de uma vida de oração, uma vida transformada por causa da oração, uma vida de doação ao serviço no Reino de Deus. J. Knox era um homem de oração, tanto que chegou a dizer estas palavras que podem ser pronunciadas por alguém que é transformado pelo dia a dia de oração, de volta para as c…

Não deixemos de seguir os princípios na vida

“A palavra que da parte do Senhor veio a Jeremias, nos dias de Jeoaquim, filho de Josias, rei de Judá, dizendo: Vai à casa dos recabitas e fala com eles introduzindo-os na casa do Senhor numa das câmaras e lhes oferece vinho a beber. E pus diante dos filhos da casa dos recabitas taças cheias de vinho e copos, e disse-lhes: Bebei vinho. Eles, porém, disseram: Não beberemos vinho, porque Jonadabe, filho de Recabe, nosso pai, nos ordenou, dizendo: Nunca jamais bebereis vinho, nem vós nem vossos filhos. Obedecemos, pois à voz de Jonadabe, filho de Recabe, nosso pai, em tudo quanto nos ordenou, de não bebermos vinho em todos os nossos dias, nem nós, nem nossas mulheres, nem nossos filhos, nem nossas filhas. Então veio a palavra do Senhor a Jeremias, dizendo: Assim diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Vai, e dize aos homens de Judá e aos moradores de Jerusalém: Acaso não aceitareis instrução, para ouvirdes as minhas palavras? Diz o Senhor. As palavras de Jonadabe, filho de Recabe, …

O Espírito Santo nos traduz diante do Pai

- Texto para reflexão:Do mesmo modo, o Espírito nos auxilia em nossa fraqueza; porque não sabemos como orar, no entanto, o próprio Espírito intercede por nós com gemidos impossíveis de serem expressos por meio de palavras. E aquele que sonda os corações conhece perfeitamente qual é a intenção do Espírito; porquanto, o Espírito suplica pelos santos em conformidade com a vontade de Deus (Romanos 8.26-27 - Uso da Bílbia King James - editada pela Editora Abba Press).

Como é importante percebermos que não temos forças por nós mesmos. Depois da queda nos transformamos em pessoas herméticas. Não conseguimos nos comunicar mais de maneira sadia e bíblica.
Não percebemos a tragédia em que vivemos por causa da realidade do pecado dentro de nós. Ele infectou o nosso coração e nos separou por completo de Deus. Esta foi a maior perda que os nossos primeiros pais tiveram. A ausência da comunhão com Deus. Os nossos sentidos foram todos afetados. O pecado nos deixou cegos e perdidos. Por isso, precisamo…

Betel nos faz ver a presença e o amparo de Deus

- Texto para reflexão: Levantemo-nos, e subamos a Betel; ali farei um altar ao Deus que me respondeu no dia da minha angústia, e que foi comigo no caminho por onde andei (Gn. 35.3).

Previamente Deus garantiu a Abraão que ele era seu Deus e seria Deus para ele e para sua semente sempre. A Jacó em fuga para uma terra estrangeira, a Moisés que deveria retornar ao Egito e a Josué que deveria entrar na terra prometida e vencer os habitantes hostis, a garantia era de que o Deus que será Deus para seu povo é um Deus que permanece com seu povo. As frases "Eu cuidarei de você por onde quer que você vá", "Eu o trarei de volta", e "Eu não o deixarei", certamente deram informações definidas da maneira em que Deus seria um Deus ativo sempre presente. E esta atividade resultaria no cumprimento de todas as promessas que haviam sido feitas (Gn 28.15).
Jacó reconheceu a presença de Deus em sua vida e isto fez toda a diferença para ele edificar um altar ao Deus de Betel. E …