Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Arena Corinthians tem 32% da obra concluída

Iniciada em 30 de maio de 2011, as obras da Arena Corinthians já apresentam um avanço de 32%. Atualmente, além da fase final da cravação de estacas, são executados diversos serviços no canteiro, ...como: a construção de um muro de contenção entre o edifício oeste e um dos estacionamentos a céu aberto; a instalação de pilares, das vigas jacaré, das lajes e dos degraus nas arquibancadas sul e leste. A Arena Corinthians já apresenta estágio final das obras dos dois túneis que servirão de saídas de emergência no dias de jogos, bem como da galeria subterrânea de serviço. A construção conta hoje com 185 equipamentos e 1.650 trabalhadores, divididos em três turnos de trabalho. Outros números: Além de 3.631 estacas cravadas, já foram montados 244 pilares, 323 vigas pré-moldadas, 124 vigas jacaré, 2.136 lajes e 675 degraus.

Começa domingo a série - A família que eu sempre quis!?

No próximo domingo pela manhã -dia 06 de maio abordaremos esse tema: CONVERSAR, FAZER E AMAR-Relacionamento pais/filhos e filhos/pais
- Conversas que geram vida: Pr. Hilder; - Construindo relacionamentos: Pr. Alcindo; - Amando de verdade: Pr. Marcos.
Você não pode perder esse tempo na IP Alphaville!

Vídeo da reflexão de ontem a noite na IP Alphaville

"Lean on Me" (Confie em mim) - Kirk Franklin http://www.youtube.com/watch?v=nWS3Bk4gsFA Lean on Me - Kirk Franklin

A admiração constrói

Na comunidade de Cristo, quando preservamos a unidade do Espírito passamos a trabalhar a palavra admiração. Interessante que essa palavra no latim tem o significado de: eu olho para. A inveja quer dizer: eu vejo. Invejar quer dizer olhar mal, enquanto que admirar implica em olhar para. Ambas têm a ver com o olhar. A grande diferença é que a inveja traz raiva, enquanto que a admiração motiva, valoriza e constrói. Vejam que a inveja é dizer eu olho para destruí-lo. A admiração diz: olho para aprender como você conseguiu, como você conquistou isso. A inveja desqualifica pessoas, a admiração traz brilho no que as pessoas fazem de valoroso e precioso. Deus quer que tenhamos na preservação da unidade na comunidade admiração pelas pessoas, pelo que elas são na presença dele. Todos nós fomos comprados por preço de sangue. E vivemos agora no mesmo ideal do Reino de Deus, como agentes de transformação nós devemos vencer a inveja dentro de nós, o egoísmo e trazer pessoas para serem amadas, abraç…

Exposição do livro de Efésios

No próximo domingo teremos a Exposição de Efésios 4.3-6. Tema: Preservando a unidade em Cristo Será na celebração da noite às 19 hs. Venha participar desse momento na Igreja Presbiteriana em Alphaville!! _____________________ Largo da Igreja 1, Alphaville - Santana de Parnaíba.

Série - família na IP Alphaville

Encontro da família na IPA Alphaville

A humildade que protege

A humildade protege nossa personalidade do narcisismo[1] e nos habilita a celebrar o sucesso dos outros, sem o desconforto da inveja e do ciúme. Andar em humildade é andar como Cristo andou. É optar pela Cruz, pelo anonimato, pela renúncia ao egocentrismo e engajar-se no serviço ao próximo. Tem uma palavra em latim que se chama “elatus” é aquele que se eleva acima das pessoas, que se coloca em primeiro lugar. Esse é aquele que abusa do poder, humilha as pessoas. Ao contrário, o que teme a Deus, anda contemplando a sua própria humanidade e lembra sempre que é pó. Então a humildade dos que andam com Deus em temor e reverência diante dele é da fragilidade. Os que andam com Deus reconhecem que são seres humanos que descem a própria humanidade [2]. No Reino de Deus não há espaço para os arrogantes. Deus resiste esses tais e dá graça para aqueles que cultivam o temor através da humildade. Deus quer que nos esforcemos para viver um cristianismo onde as pessoas se caracterizam por seu anonimat…

Cuidado com a inveja

A inveja tem levado muitas igrejas à ruína. Por causa dela, várias denominações têm rachado da maneira mais triste que pensemos! A inveja é um sentimento destrutivo de alguém que pretende tirar o que conseguimos com lutas e suor. A inveja tira o nosso foco e conduz a nossa energia para o lado errado da vida. A inveja não nos permite olhar para o outro, mas somente para nós mesmos. E tudo que fizeram a mais que nós, isso gera inveja no nosso coração. A inveja nos transforma em seres intolerantes em relação ao sucesso dos outros. Então sofremos por termos menos dinheiro, menos felicidade do que o vizinho. Porque a inveja sempre nos empurra para a quantidade daquilo que o outro tem e isso causa infelicidade na gente. Como disse François de La Rochefoucauld: A nossa inveja dura sempre mais do que a fortuna daqueles que invejamos. Cuidado com a inveja no nosso coração!

_______ Alcindo Almeida - Equipe pastoral da IP Alphaville.

Jesus Genérico - LU&TERO com Marcos Botelho

Um Fardo Pesado Demais

Toda amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmias, e toda malícia seja tirada de entre vós (Efésios 4:31). Oh, o aperto gradual do ódio. Seu estrago começa como a rachadura em meu pára-brisa. Graças a um caminhão em alta velocidade numa estrada de cascalho. meu vidro foi trincado. Com o tempo. o trinca-do tornou-se uma rachadura, e a rachadura, um tributário sinuoso... Eu não podia guiar meu carro sem pensar no ignorante que dirigia rápido demais. Embora nunca o tivesse visto. podia descrevê-lo. Ele era algum malandro vagabundo, que enganava a esposa. dirigia com seis latas de cerveja no banco e deixava a televisão tão alta, que os vizinhos não podiam dormir... Já ouviu a expressão "cego de raiva"? Deixe-me ser bem claro. O ódio azedará a sua perspectiva e quebrará as suas costas. O fardo da amargura é simplesmente pesado demais. Seus joelhos se dobrarão sob a carga. e o seu coração se romperá embaixo do peso. A montanha à sua frente já é bastante íngreme sem a opressão …

Encontro da família na IP Alphaville

Data: 10 de maio Horário: 20 horas Preletor: Pr. Hernandes Dias Lopes (Pastor da Igreja Presbiteriana de Vitória. Conferencista e apresentador do programa Verdade e Vida). Louvor: Gisele Midian e Felipe Morais no piano
____________________________ Endereço: Igreja Presbiteriana em Alphaville Largo da Igreja, 01 Santana de Parnaíba – SP A igreja fica próxima da Padaria La Ville

Quem tem a felicidade

Davi afirma: Como Deus deve gostar de você: Você não aparece no bar do pecado, você não anda a espreita no beco sem saída, você não frequenta a escola dos desbocados (Salmo 1.1). No mundo há vozes interiores que nos insistem para que olhemos para uma noticia, ouçamos um pedido de vazão para o erro, para que nos voltemos para algum amuleto. Porque o mundo não dá vazão para as Escrituras. Vivemos num mundo barulhento e violentamente armado e arrogantemente materialista. Um mundo que não espera pela Palavra de Deus e pela santidade na vida. Havia um grande afastamento da lei de Deus. Por isso, o salmista apresenta quais as condições para um homem viver a felicidade na caminhada espiritual diante de tanta corrupção do mundo. Para o salmista é impossível conceber a ideia de alguém que quer meditar na Lei do Senhor tendo um acordo com os ímpios. Para meditar profundamente na Palavra de Deus é necessário recuar e afastar-se daquele que não respeita a Palavra de Deus. O salmista diz que aquele …

Serenidade para com todos

Cremos que o discipulado sob a influência do Espírito Santo nos ajudará a chegar à medida da estatura da plenitude de Cristo. Em termos práticos, isso significa uma igreja integrada por famílias que vivem em paz, harmonia e serenidade. Serenidade significa não ser belicoso. É exatamente o contrário de turbulento. O turbulento é irrequieto, provocador de intranquilidade. A Palavra de Deus mostra que quando temos temor dele não somos pessoas confusas, perturbadas e em desordem. Uma pessoa que cultiva temor de Deus tem fruto do Espírito Santo e, portanto, possui serenidade para com os outros. Nunca perde a postura, nunca perde o equilíbrio. Daí temos maridos ternos, sábios e amáveis. Temos esposas submissas de caráter afável e aprazível. Temos filhos respeitosos e obedientes. Temos jovens que andam em santificação e retidão diante de Deus e dos homens. Temos adultos honrados e venerados pelos mais jovens. Temos crianças felizes, criadas no amor e no temor do Senhor. Termos homens trabalh…

Agentes de transformação

Os agentes de transformação são identificados como discípulos de Jesus que se caracterizam por sua integridade, fidelidade, intimidade e amor para com Deus e para com o próximo. Isso com a prática dessa palavra humildade. Precisamos ser pessoas que almejam a semelhança com Jesus e ele é a própria personificação da humildade no coração.

Jesus é a nossa paz

A nossa vida no sentido geral é muito boa, mas de vez em quando parece que a nossa paz é interrompida por uma discreta inquietação. São os acidentes com os nossos filhos. Como ontem, a nossa pequena levou um tombo passeando com o primo e ralou toda a perninha. É um pai que fica doente e quando chegamos no hospital pensando que só foi uma queda de pressão, descobrimos que ele está com câncer e a vida dele está por um fio. É a notícia de um casal querido que resolveu separar-se depois de 20 anos de caminhada. E que tem filhos que sofrem a dor da perda da presença de um dos lados. Enfim, são muitas as facetas da vida que querem roubar, tirar a nossa paz. Mas, Jesus não nos enganou quanto as nossas inquietações. Jesus disse no Evangelho de João que teríamos aflições nessa terra. Não foi por acaso que ele nos alertou quanto a nossa ansiedade. E ele disse algo que é fundamental para perseverarmos na paz dele em nós: Referi-vos essas coisas para que tenhais a paz em mim. No mundo haveis de t…

Fórum com Ed Rene Kivitz

Hoje, com alguns amigos da igreja de Alphaville, fomos ouvir o Ed Rene Kivitz na IBAB. E ele trabalhou o tema - O Grande abismo. Algumas coisas foram bem importantes para aplicar na vida profissional:
Somos vítimas do mundo corporativo. Trabalhamos num mundo corrupto, cujo deus é o dinheiro. Nesse mercado vemos o Inferno. Porque o desejo pelo poder é marcante e isso gera corrupção no coração humano. No domingo o sermão da montanha funciona que é uma beleza, mas na segunda-feira temos de mostrar metas. Aí está o grande abismo. Há um grande abismo na relação trabalho x missão: O trabalho como adversário da missão; O trabalho para financiar a missão; O trabalho como campo para a missão; O trabalho como disfarce da missão; O trabalho como missão. Esse é o ponto chave para a nossa espiritualidade. Aqui, trabalhar é cooperar com Deus para colocar ordem no caos da terra. Temos uma ação como povo de Deus na realidade cotidiana, acontece então a inserção desse povo no espaço público. Uma ação intencion…

Pensamento de Einstein

"Não basta ensinar ao homem uma especialidade, porque se tornará assim uma máquina utilizável e não uma personalidade. É necessário que adquira um sentimento, senso prático daquilo que vale a pena ser empreendido, daquilo que é belo, do que é moralmente correto" (Albert Einstein)

Talmidim com Ed Rene Kivitz Bob-Moon

Reflexão de Ed René Kivitz no Fórum Cristao de profissionais -

Coach é diferente de mentor. Embora os manuais misturem os conceitos e cada autor faça uma opção conceitual, minha opinião é essa mesmo: coach é diferente de mentor. Coach é mais um anglicanismo inserido em nosso vocabulário. A idéia original por trás do conceito é bem explicada por Max Gehringer. Ele esclarece que “há 600 anos, numa pequena cidade da Hungria, chamada Kocs, foi desenvolvida uma carruagem bem maior que as utilizadas na época, pequenas e apertadas, para no máximo quatro pessoas. A novidade húngara, que acomodava confortavelmente oito passageiros, recebeu o nome de Koczi szerér, ou “vagão de Kocs”. Rapidamente copiada em toda a Europa, a koczi fez tanto sucesso que logo virou sinônimo de carruagem, de qualquer tamanho. Franceses e espanhóis adaptaram a pronúncia para coche, de onde derivou o inglês coach, que deu origem a uma série de outras palavras, desde a americana stagecoach – as “diligências” dos filmes de bangue-bangue – até a classe “turista” dos aviões, a coach cl…

Resenha do livro: O Deus pródigo: Descubra a essência da fé cristã na parábola mais tocante de Jesus.

KELLER, Timothy. O Deus pródigo: Descubra a essência da fé cristã na parábola mais tocante de Jesus. Rio de Janeiro: Thomas Nelson Brasil, 2010.
Tim Keller, nasceu na Pensilvânia e estudou no Gordon-Conwell Theological Seminary e no Westminster Theological Seminary. Em 1989, inaugurou, junto com a sua esposa Kathy e seus três filhos, a Igreja Presbiteriana Redeemer, uma das mais “vibrantes congregações em Manhattan”, segundo a Christianity Today. Entre os seus livros, destaque para mais dois editados aqui no Brasil a fé na era do ceticismo e deuses falsos. O livro sustenta que, quanto à postura diante de Deus, há basicamente dois tipos de pessoas: Os irmãos mais novos (nos dias de Jesus, publicanos e pecadores - Cap. 1, p. 25) e os irmãos mais velhos (fariseus e mestres da lei - Cap. 1, p. 26). Esses dois tipos (irmãos mais novos e irmãos mais velhos) estão retratados na parábola de Lucas 15. Ambos estão perdidos. A mensagem desta parábola, ao contrário do que se pensa, está concentrada…

Uma ética, um jeito de ser

Hoje dediquei um tempo da minha devoção lendo o livro de Ester. Que fibra e compromisso destes prosonagens de Deus: Mardoqueu e Ester. Diante do decreto de aniquilação de todos os judeus na província, eles têm uma atitude de confiana no caráter do Eterno Deus. Ester se reune com as suas servas, elas oram e jejuam. Ester diz que o que tivesse de acontecer, que assim fosse. Mardoqueu está nas escadas do palácio e não se curva diante do terrível Hamã. Vemos na vida deles que a ética cristã é a forma como os cristãos representam Deus na criação. Os dois servos mostram o diferencial de pessoas que andam com Deus mesmo. Que respeitam a aliança e vivem por ela - custe o que custar. A fala de Ester no meio de toda a questão foi: Vá reunir todos os judeus que estão em Susã, e jejuem em meu favor. Não comam nem bebam durante três dias e três noites. Eu e minhas criadas jejuaremos como vocês. Depois disso irei ao rei, ainda que seja contra a lei. Se eu tiver que morrer, morrerei (Ester 4.16).  Es…

Seguindo a Cristo

Seguir a Cristo é caminhar em direação ao propósito de Deus ao nos criar à sua imagem e semelhança. Quando amamos, imitamos o nosso mestre. Quando pratricamos a justiça refletimos o caráter de Jesus. Quando cuidamos das pessoas ao nosso redor, fazemos o que Cristo fez na sua vinda na terra. Somos o reflexo do criador aqui na terra!

Cultivando o caráter, a afetividade e o conteúdo - (João 1.1)

Lendo os pensamentos e ideias do filósofo Sócrates sobre a essência da comunicação, ele resume em três conceitos fascinantes o que ele denominou ethos, pathos e logos. O primeiro, ethos, diz respeito ao caráter. Pathos compreende a parte da afetividade, e logos, o do conteúdo. Ethos, segundo Sócrates, diz respeito à credibilidade do mestre, sua credencial. Ele afirmava que o nosso jeito de ser é mais importante do que o que dizemos ou fazemos já que determina o que dizemos ou fazemos. Aquilo que somos como pessoa é o fator que mais pesa em nossa atuação como orador comunicador e conselheiro. Temos que ter atrativos para aqueles a quem ensinamos. É preciso que as pessoas confiem em nós e quanto mais confiarem, melhor conseguiremos comunicar-lhes o que desejamos dizer-lhes. O outro aspecto, pathos, diz respeito ao modo como o mestre desperta as emoções e sentimentos de seus alunos. O filósofo sabia que são as emoções que determinam o rumo de nossos atos. E isso é a chave para a motivação,…

Cristo crucificado

Nós cristãos protestantes cremos que em Cristo e através do Cristo crucificado Deus substituiu a is mesmo por nós e levou os nossos pecados, morrendo em nosso lugar a morte que merecíamos morrer, a fim de que pudéssemos ser restaurados em seu favor e adotados na sua família. O Dr. J. I. Packer com acerto escreveu que esta crença "é o Marco distintivo da fraternidade evangélica mundial e ela nos leva ao próprio coração do Evangelho cristão”. A cruz é o começo da trajetória redentiva na história humana. Sem cruz não tem redenção e sem cruz não tem vida eterna com Deus. Paulo diz: Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores (Romanos 5.8). Jesus, como Filho de Deus, era o único que podia morrer pelos pecados do seu povo. Ele o fez por você e por mim! Deus o Pai é amor em si mesmo; amor é uma característica do seu ser. Por isso, ele doa seu próprio Filho em amor e graça. Agostinho definiu esse amor de Deus de maneir…

Novo livro - Lutando pela igreja de Ariovaldo Ramos , Ricardo Bitun

Sinopse: Este livro é um grito corajoso de falas, reflexões e análises de pastores, teólogos e líderes leigos sobre a postura atual da igreja de Cristo no século 21. O pastor Ariovaldo Ramos, e vários amigos* que partilham da mesma visão, reuniram-se em um fórum, abrindo seus corações, ministrando palestras e concedendo entrevistas. Ariovaldo Ramos e Ricardo Bitun foram os facilitadores que possibilitaram esta publicação. O encontro não se limitou a reflexões e críticas abstratas, mas tem gerado resultados com posicionamentos e atitudes de resgate, de defesa e de promoção da igreja que tanto amamos.

Um narcisista

Para um narcisista, a realidade é concebida apenas dentro de seu universo fechado e egoísta. Para alguns líderes de determinadas igrejas é assim mesmo. Eles se acham os últimos bastões de Deus. A propotência é tão grande que eles dizem que o ministério é deles, a visão é deles, os projetos são deles e etc. Nessa visão de um narcisista, só esqueceram que a glória no Reino de Deus é tão somente dele. Ele não divide com ninguém. Então, no Reino não há espaço para gente assim. E a lembrança para todos nós é que o ministério é do Eterno Deus, a igreja é dele, o Reino é dele. Na presença dele não passamos de servos que falam acerca dele e do que ele faz no coração humano. Que o Eterno Deus tire de nós essa empafia de narcisismo! _______ Alcindo Almeida

O RESGATE - Série na IP Alphaville - Culto da paixão.

Convidamos todos para um encontro precioso na sexta-feira. Será um momento importante!! Data: 06.04. Horário: 19:30 min. Preletor: Pr. Hilder Stutz. ________________ Igreja Presbiteriana em Alphaville Largo da Igreja, 01 Santana de Parnaíba – SP.

Somos tentados a viver sem sentido

Lendo o livro do Ricardo Barbosa, ele chama a atenção para o fato de que somos tentados a dedicar nossa existência a ganhar, comprar, competir, acumular, sem saber exatamente para quê. Aceitamos a mediocridade como um padrão, afinal, todos vivem e pensam assim. Somos puxados para baixo o tempo todo acreditanto que a vida é assim mesmo. Mas, há algo que transcende a futilidade do nosso tempo. Jesus no seu sermão do Monte nos convida a não andar anciosos pela vida, há coisas mais nobres. E o mais nobre é buscar o Reino dele em todos os lados da nossa vida. É o que diz o versículo 33 de Mateus 6. O problema terrível é que sabemos de cór esse texto, porém, não sabemos vivê-lo porque somos tentados pela ilusão do ter mais do que ser. Então, trabalhamos para ter, lutamos para ter. Atropelamos um monte de facetas da vida em função do ter e ter. Muitas vezes somos como aquele rico louco da parábola contada por Jesus em Lucas 12.13-21. Ele vive  em função do terreno, ele se acha. Ele chega a d…

Série Resgate - ontem na IPALPHA - Pr. Hilder Stutz

O Resgate: A noite em que ninguém dormiu -(Ex. 12.1-14)
Às vezes, alguns não conseguem dormir por causa de uma criança com dores ou uma febre. Não há propriamente história, só biografia (Ralph Emerson). As pessoas que fazem a história. Elas vinculam a vida das outras pessoas com histórias, com fatos. Deus não faz história sem pessoas. Ele envolve gente na criação. Todos nós na história somos um milagre divino. Deus preparou o Reino para fazermos parte dele na história. A história da páscoa em Israel é a mesma de hoje. O resgate na noite do texto de Êxodo 12 na noite em que ninguém dormiu pode acontecer hoje também. 1. Deus sempre tem um plano:
O Deus da história nos trouxe até aqui. A nossa vida não é um acidente. Ela é algo preparado por Deus. Deus nos amou e tem um plano de redenção para nós. O povo é peregrino na terra, fica como escravo durante 400 anos. E depois de muito sofrimento, o clamor deste povo chega aos céus. Moisés é escolhido para ser o instrumento de Deus para resgate do …

Leituras no mês de março de 2012

N. T. Wright. Seguindo Jesus. Brasília: Editora Palavra, 2012. Coloque Jesus, o Cristo ressurreto, no centro de sua vida, pensamento, trabalho, dor, sofrimento, ansiedade, esperança e medo. Coloque-o no centro, e faça com que todas as demais coisas girem em torno dele. Aprenda a adorá-lo; amá-lo; aprenda a viver com uma nova vida em seu novo mundo. Quanto mais você olhar para Jesus, mais desejará servi-lo neste mundo. Isto é, se você estiver olhando para o verdadeiro Jesus, obviamente. Muitas pessoas criaram um "Jesus" para si mesmas, e têm decoberto que esse personagem inventado por elas não supre todas as suas expectativas. Ele até as faz felizes de tempos em tempos, mas nao as desafia, não as move a fazer algo para mudar o mundo. Coisas, por sinal, que o verdadeiro Jesus tinha o hábito de fazer. A proposta de Seguindo Jesus é a de mostrar o verdadeiro Jesus para a vida de seus seguidores que acabam ficando confusos diante de tantas propostas apresentadas na igreja de hoje…

A nossa fome

"Nossa fome não é de bens, viagens ou sucesso. A nossa fome é de uma humanidade mais nobre e mais real" (BARBOSA, Ricardo. Identidade perdida. Curitiba - PR: Editora Encontro, 2012, p.25).