Deus tem o controle de todas as coisas

- Texto para reflexão: Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus (FILIPENSES 4.19).
Em I Coríntios 8.6 vemos que Deus dirige, controla todas as coisas. Por isso, podemos todas as coisas nele. A alegria invade o nosso coração quando percebemos no nosso coração que o Deus de Paulo, o mesmo Deus nosso supre todas as nossas necessidades em glória por Cristo Jesus (versículo 19).

Não deveríamos ficar surpreendidos por ver o sofrimento e a dor humana à nossa volta. Mas, devemos ficar surpreendidos pela alegria, cada vez que vemos Deus, e não o mal tem a última palavra (NOUWEN, Henri. O Caminho para o Amanhecer. São Paulo: PAULINAS, 1999, p. 27).
Na segurança em Deus é aberto o caminho para vivermos com alegria mesmo em meio aos problemas e dificuldades da vida. Pois, nós temos o suprimento de todas as nossas necessidades em glória por Cristo Jesus. Então, não somos guiados pelas circunstâncias da nossa vida, somos guiados pela esperança num Deus que jamais nos abandona, e sim, cuida todos os dias de nós.
Assim a alegria é o fruto da nossa esperança. Quando confiamos profundamente em Deus, de que ele está conosco suprindo todas as nossas necessidades, vivemos não em função das circunstâncias da vida, mas vivemos em função da alegria de sermos guiados, acolhidos e guardados pelo no Pai.
Aí não vivemos ansiosos por qualquer coisa, e as nossas petições são sempre conhecidas diante de Deus. Então temos consciência na vida de que perto está o Senhor. Assim passamos a entender com alegria no coração de que o Deus de paz é conosco todos os dias da nossa vida. E de que ele guarda a nosso coração e a nossa mente em Cristo Jesus.
A alegria é fundamental à vida espiritual. Seja o que for que pensemos ou digamos para Deus, se não possuirmos alegria no coração, os nossos pensamentos e palavras não podem produzir frutos.
A alegria é a experiência de sabermos que somos amados de Deus incondicionalmente e que nada – doença, fracassos, quebras emocionais, opressão, guerras, ou mesmo a morte, podem nos privar deste amor (NOUWEN, 1999, p. 22).
Alegria nos leva para a total dependência e reconhecimento de que Deus está ao nosso lado nos protegendo, nos amando, nos sustentando nos guardando todos os dias da nossa vida. É exatamente, por isso, que mesmo estando preso Paulo pôde repetir nesta carta a palavra alegria por 13 vezes.
Eu encerro esta reflexão usando o texto de Filipenses 4.4 para que a alegria seja o nosso foco para o crescimento diante de Deus. Paulo diz: Alegrai-vos no Senhor, outra vez vos digo: alegrai-vos no Senhor.

____________
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas