Andando com Deus

O texto de Gênesis 5.24 afirma: E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.
Olhemos para a vida e percebamos claramente que o fato de saber sobre Deus não é a mesma coisa do que andar com Ele. A melhor prova da existência de Deus é a comunhão pessoal com o próprio Deus. Quando olhamos para a vida de Enoque, percebemos que esse rapaz viveu sempre em comunhão com Deus e um dia desapareceu. 
O texto diz que Deus o tomou para si. Andar com Deus é ter a percepção profunda dele dentro de nós, é senti-lo em nossa existência, é respirar a graça dEle em todo tempo. Andar com Deus tem a ver com o coração estar ligado nEle, tem a ver com uma comunhão inigualável, porque passamos a desfrutar de um tempo com Deus que marca o coração, um tempo que gera mudanças na vida. 
Andar com Deus faz a diferença em tudo que fazemos e pensamos. Porque passamos a viver mais de perto a vida de Deus dentro de nós mesmos. Imagino a profunda experiência de intimidade que Enoque teve com Deus. De alguma forma, Enoque sentiu mais perto as batidas do coração do Senhor. Foi tão marcante que Deus resolveu leva-lo logo para a eternidade! 
Aprendamos a cada dia a andar em intimidade com Deus! (Alcindo Almeida).

Você também pode gostar

0 comentários