Leituras em fevereiro 2018


1.MCCALL, Larry. Andando nos passos de Jesus. São Paulo: Fiel, 2009. De acordo com a Bíblia, você pode reconhecer um seguidor de Jesus Cristo por meio de dois fatores: a pessoa obedece às palavras de Jesus e segue os passos dEle? A pessoa anda como ele andou? (1 João 2.5-6). O autor focaliza de modo simples e brilhante os traços característicos que Jesus demonstrou quando esteve neste mundo. McCall afirma: Refletir o caráter de Jesus deveria ser o padrão de vida normal de todo cristão. Este livro é uma ajuda e esperança para aqueles que clamam: Senhor, muda-me! Torna-me cada vez mais semelhante a Jesus. Contém 172 páginas.

2.GRÜN, Anselm. Steindl-rast,David / A. Hediger,Markus. O depósito da nossa fé espiritualidade para o nosso tempo. Rio de Janeiro: Vozes, 2017. Nestas páginas são discutidas abertamente e com simplicidade as questões centrais da fé! Com grande sabedoria e com rico tesouro de suas experiências, Anselm Grün e David Steindl-Rast falam sobre questões-chaves da vida e da fé, com as quais todo homem e toda mulher se confrontam durante sua vida: De onde vim e para onde eu vou? O que acontece depois da morte? Quem é Deus? Por que está acontecendo todo esse sofrimento em nosso planeta? De onde vem o mal? Como vou ser feliz? Contém 208 páginas. 

3. GRÜN, Anselm. Palavras que nos sustentam. A sabedoria do credo. Rio de Janeiro: Vozes, 2017. Algumas pessoas, quando cantam ou recitam o Credo, sentem-se como que obrigadas a amarrar-se nessas palavras, abrindo mão da própria razão para acreditar nelas. Outras se questionam se é mesmo necessário expressar sua fé com essas frases. Pois, não basta crer no amor de Deus? Qual a razão dessas palavras e frases complicadas, que parecem provir de uma época muito diferente da nossa? A fé não é algo puramente pessoal? Faz sentido expressar-me usando palavras tão antigas? Nesta obra, Anselm Grün reflete o Credo levando a sério os questionamentos que as pessoas levantam sobre essa declaração de fé. O objetivo é apresentar o mundo das imagens do Credo às pessoas que buscam e querem crer, a fim de que possam ganhar uma visão totalmente nova de sua própria vida. Contém 136 páginas.

4. GRÜN, Anselm. Falar e silenciar. Por uma nova cultura do diálogo atencioso. Rio de Janeiro: Vozes, 2017. Este livro não oferecerá regras a serem seguidas quando falamos. E tampouco se trata de uma análise linguística, mas de uma proposta de percepção dos efeitos que nossa língua exerce sobre nossa vida e nossas interações. Desse modo, a partir de um contexto inicial sobre a língua e suas características, o autor propõe uma reflexão sobre aquilo que caracteriza um diálogo profundo e verdadeiro, e sobre a fala atenciosa utilizada como fonte de encontro com o outro e de entendimento de seu coração. Contém 160 páginas.

5. BAVINCK, Herman. Dogmática Reformada – Prolegômena. São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2012. Dogmática Reformada foi o manancial da teologia Reformada nos últimos cem anos. É de longe a mais profunda e abrangente teologia sistemática Reformada do século 20. O leitor ficará maravilhado com a erudição de Bavinck, sua criatividade e equilíbrio. Bavinck é confessionalmente ortodoxo, mas reconhece a necessidade de colocar as tradicionais formulações das Escrituras no contexto das discussões contemporâneas. Contém 660 páginas. 

6. CAMPOS, Heber Carlos. Eu Sou - Volume 1Doutrina da Revelação Verbal. São Paulo: Editora Fiel, 2017. O professor Dr. Heber Carlos de Campos é um reconhecido teólogo sistemático e ministro presbiteriano que alia a erudição acadêmica, a ortodoxia bíblica e o coração pastoral e traz para si a monumental responsabilidade de produzir uma dogmática num tema de importância vital para a teologia e a igreja cristãs. Este primeiro volume foi divido em sete partes, que tratam dos seguintes temas: A revelação verbal e as outras partes dos prolegômenos. A revelação verbal como verdade de Deus. A doutrina da revelação verbal. A doutrina da inspiração verbalA doutrina da inerrância das Escrituras. A doutrina do cânon das Escrituras. A doutrina do testemunho interno do Espírito Santo. Esta é uma obra de referência que poderá ser usada por professores e alunos de teologia e por ministros e pastores interessados em aprofundar seu conhecimento bíblico-teológico acerca da doutrina da revelação verbal. Contém 432 páginas.

Você também pode gostar

0 comentários