Sentindo-se dependente do Pai

- Texto para reflexão: Em me vindo o temor, hei de confiar em ti (Sl. 56.3).

 
A experiência da contemplação de Deus Pai, permite-nos vencer qualquer ilusão de independência em relação a Deus Pai. Em comparação com a grandeza e a majestade do nosso Deus, não temos uma única opção além de aceitar, de uma vez por todas, a nossa insignificância, a nossa dependência total dele.
Como somos pobres e carentes da graça de Deus, do cuidado de Deus. Como dependemos de Deus para tudo. Pensem, se Deus tirasse o ar que respiramos por 5 minutos. Quem conseguiria sobreviver?
È bom sabermos que nenhum bem temporal, por mais espetacular que seja, pode nos satisfazer e trazer independência de Deus. Tudo nesta vida terrena possui limites, inclusive o nosso próprio coração.
Nenhuma consolação é maior do que o cuidado de Deus na nossa existência. Nenhum ouro é mais precioso do que andar na dependência de Deus.
O vazio interior que nos persegue, a aridez espiritual que nos faz sentir vencidos, nossos poderes que causam apreensão, as falhas do nosso intelecto, nossas lembranças da vida sofrida, as nossas vontades não realizadas.
Os sonhos que se tornaram em pesadelos. Tudo isto, mostra claramente que não podemos andar sem a memória viva em nossa mente e coração, de que Deus é aquele que constantemente cuida de nós. E o quanto precisamos nos sentir dependentes dele.

_____________
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas