Promessas para os fiéis

- Texto para reflexão: Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam (Tiago 1.12).
 
A vida é uma prova constante para andarmos na comunhão com Deus e sermos lapidados por Ele. Tiago ensina-nos exatamente isso no texto, mas ele trabalha algo que é difícil no meio religioso, pois hoje sofremos um problema sério naquilo que chamamos de igreja evangélica.
Uns pregam que Deus envia a tentação para a nossa vida, enquanto outros sempre culpam Satanás e vivem amarrando-o por causa disso. O fato é que ele sempre se desamarra, geralmente toda semana. Mas Tiago ensina que na verdade somos atraídos e envolvidos pelas nossas próprias cobiças e desejos.
É verdade que algumas tentações são externas, vindas de Satanás, mas na maioria das vezes elas nascem da nossa própria cobiça. Por isso a Bíblia é clara em dizer que devemos resistir ao diabo nas tentações externas. Também afirma que não é o que entra no homem que o contamina, mas o que sai; que há caminho que ao homem parece bom, mas o fim é caminho de morte, e o homem insano, insensato, é seduzido pela mulher pecadora.
Tiago mostra-nos estas verdades e nos dá uma dica de que somos gerados não para a prática e a escravidão do pecado, mas para a obediência à Palavra. No versículo 12 ele fala de uma coroa da vida para os que são provados e resistem para os que suportam com perseverança.
Os eleitos são confortados pelo Senhor que promete essa coroa. No entanto, Tiago também diz que as tentações são nossas e continua a sua idéia afirmando que as provações não são tentações vindas de Deus para o mal. No que diz respeito à tentação para o pecado, ela parte do interior, das nossas próprias cobiças, causadas pelo mal que habita em nós, e ela gera falta de comunhão com o Pai.
Tiago fala de uma felicidade que provém de um teste forte de fé. Ele diz que o homem feliz é aquele que suporta com perseverança a provação, ou seja, o teste de Deus. Depois de passar pelo teste e ser aprovado, ele recebe uma coroa da vida, que nada mais é do que um sinal de alegria no coração .
Tiago diz que quando somos colocados à prova e resistimos com perseverança, somos aprovados, somos tratados como pessoas genuínas na fé cristã. Pessoas que foram moldadas como o metal e foram achadas limpas, puras e perfeitas diante de Deus .
Deus prova os ricos para ver se eles abrem mão do seu dinheiro para ajudar os mais carentes e prova os pobres para ver se eles recebem as aflições sem murmurações, revoltas e sem abandoná-lo. Ele testa os fiéis para ver o quanto suportam na sua fidelidade diante dele.
Olhe para a vida de Abraão. Deus lança sobre ele uma provação muito forte: Toma teu filho, teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá; oferece-o ali em holocausto, sobre um dos montes, que eu te mostrarei (Gn 22.2). Veja que teste terrível na sua fé, pois ele foi pai aos cem anos e agora, depois desse grande milagre na sua vida, Deus lhe pede o que tinha de mais precioso. No entanto, ele se levantou de manhã cedo, albardou seu jumento e tomou consigo dois de seus moços e Isaque, seu filho. E tendo cortado lenha para o holocausto, partiu para ir ao lugar que Deus lhe dissera.
O texto diz que Abraão tomou a lenha do holocausto e a pôs sobre Isaque, seu filho. Diz também que ele tomou na mão o fogo e o cutelo. Então ele e Isaque foram caminhando juntos. E quando Isaque perguntou-lhe onde estava o cordeiro para o holocausto, Abraão respondeu: Deus proverá para si, meu filho, o cordeiro para o holocausto (Gn 22.8).
O que aconteceu?
Quando Abraão deitou-o sobre o altar em cima da lenha e, estendendo a mão, pegou o cutelo para imolar seu filho, o anjo do Senhor bradou-lhe do céu e disse: Abraão, Abraão! O anjo prosseguiu e disse: Abraão! Abraão! (…) Não estendas a mão sobre o rapaz e nada lhe faças; pois agora sei que temes a Deus, porquanto não me negaste o filho, o teu único filho (Gn 22.11-12). E quando Abraão levantou os olhos, atrás dele havia um carneiro embaraçado pelos chifres no mato. E ele tomou o carneiro e o ofereceu em holocausto em lugar de seu filho. E o versículo 14 diz que Abraão chamou àquele lugar Jeová Jiré, que significa “no monte do Senhor se proverá”. E diante desse teste Abraão foi aprovado, recebeu a alegria da parte do Senhor e foi achado como um homem fiel diante do Pai.
Lembre-se de que em todas as nossas lutas, tribulações e provações somos trabalhados e moldados pelo Senhor, pois Ele tem um propósito para tudo que acontece na nossa vida. Deus age em nós para que sejamos dirigidos por Ele.
Ele quer moldar, lapidar e tornar a gente mais dependente dele cada dia, por isso, ele prova e testa o coração dos seus.
_____________
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas