Entreguemos tudo a Deus e descansemos nele

- Texto para reflexão: Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele e ele tudo fará (Salmo 37.5).
 
A vida se assemelha a uma vereda, a um caminho que deve ser percorrido. Só que ao longo dele há muitos inícios e muitas paradas. Há lugares duros e escabrosos no caminho da vida. E nas complicações do caminho só Deus pode nos guiar com segurança e tranqüilidade (CHAMPLIN, Vol. 4, p.2166).
Então quando lemos o versículo 5 percebemos que Davi está dizendo em outras palavras: Olha! Refresca o teu caminhar diante de Deus, tem tranqüilidade diante do Altíssimo, tem alegria total diante dele, tem prazer diante do Senhor, busca a ele, pois, ele revigorará o teu viver e o teu caminho. Ele trabalhará em teu favor.
Esta afirmação de Davi é a mesma idéia de Isaías 64.4 que diz: Porque desde a antigüidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti, que trabalhe para aquele que nele espera.
Davi diz para nos agradar do Senhor e ele fará o que deseja o nosso coração. Ele nos ensina a darmos a situação ao Senhor com total confiança, porque ele trabalhará, fará uma obra completa por nós. Ele aplanará a nossa conduta, a nossa situação, o nosso modo de vida.
Quando Davi exorta para que entreguemos ao Senhor, confiemos nele, ele quer mostrar que Deus não é apenas o ponto de partida de nossa vida: Deus é a fonte dela. Para descobrir o propósito para a vida devemos então nos voltar para a Palavra de Deus e não para a sabedoria secular.
Devemos edificar a vida sobre verdades eternas e não sobre a psicologia popular, histórias inspiradoras e estímulos para alcan¬çar o sucesso (WARREN, 2002, p. 12). Davi diz para entregar, ou seja, pedir a Deus para que leve o nosso fardo segundo o querer dele. A idéia do verbo é exatamente esta, a de deixar um barco andar, de deixar algo rolando para um lugar (KIDNER, Vol. I, 1992, p. 171).
Aqui está uma lição preciosa para o nosso coração, precisamos aprender a nos agradar e entregarmos tudo nas mãos do nosso Deus porque ele trabalha em nosso favor. Ele realiza os seus intentos e propósitos para a nossa vida segundo o seu bem querer.
Quando nós nos agradamos do Senhor e entregamos todas as situações da nossa vida nas mãos dele, vem um resultado precioso para nós. O resultado é o versículo 5b que diz: Ele tudo fará. A idéia é que a nossa causa, o nosso direito, o que fizemos de correto diante de Deus, será manifesto como a luz, que clareia e é percebida por todos. E o nosso direito do mesmo modo.
O convite para a nossa vida neste texto é para que deleitemos o nosso coração diante do Senhor. Entreguemos a nossa jornada toda a ele. E as demais questões da vida Deus fará em nosso favor para a sua própria glória. Um texto profundo das Escrituras que nos ajuda a entender o cuidado e a necessidade de entregarmos tudo para Deus é Isaías 44.2: Eu sou seu criador. Você estava sob meus cuidados mesmo antes de nascer.
Deus nunca faz nada por acaso e ele nunca comete erros. Ele tem um motivo para tudo que criou. Todas as plantas e animais foram planejados por Deus e cada pessoa foi idealizada com um propósito. O motivo para Deus tê-lo criado foi o amor que ele tem (WARREN, 2002, p. 16). A Bíblia diz: Muito antes de estabelecer as fundações da terra, Deus já nos tinha em mente, tendo nos escolhido como foco de seu amor. Diante do cuidado e da necessidade de entregarmos o nosso caminho para Deus, o que devemos fazer?

1. Não nos preocupemos tanto: Deus tem um propósito para a nossa vida na terra, mas ele não termina aqui. O plano envolve muito mais do que as poucas déca¬das que passaremos neste planeta.

2. Enxerguemos a vida do ponto de vista de Deus: ele tem planos na nossa vida para que aprendamos a confiar nele e entregar o nosso caminho para ele. Quando olhamos na visão humana nos revoltamos com algumas ações de Deus e não entendemos nada. É bom enxergarmos que a Bíblia diz que Deus tem planos de paz para nós. Quando olhamos na visão de Deus sofremos menos e dependemos mais dele.

3. Encha o seu coração de esperança diante de Deus: a esperança é uma das virtudes teológicas. Isso quer dizer que (ao contrário do que o homem moderno pensa) o anseio contínuo pelo mundo eterno não é uma forma de escapismo ou de auto-ilusão, mas uma das coi¬sas que se espera do cristão.
Não significa que se deve deixar o mundo presente tal como está. Se você estudar a história, verá que os cristãos que mais trabalharam por este mundo eram exatamente os que mais pensavam no outro mundo. Ocupemos um pouco mais a nossa mente com o Paraíso. Se você aspirar ao Céu, ganhará a Terra "de lambuja"; se aspirar à Terra, perderá ambos (LEWIS, 2005, p. 48).
Tenhamos esperança maior pela nossa verda¬deira terra natal, a qual encontraremos depois da morte.

Alcindo Almeida
_________________
BOYER, Orlando S. Heróis da fé - Vinte homens extraordinários que incendiaram o mundo. Rio de Janeiro: CPAD, 1999.
CHAMPLIN, R. N. Comentário do Livro de Salmos. São Paulo: Hagnos, 2001.
LEWIIS, C. S. Cristianismo puro e simples. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
PIPER, John. O Sorriso Escondido de Deus. São Paulo: Shedd, 2002.
WARREN, Rick. Uma Vida com Propósitos - Você não está aqui por acaso. São Paulo: Vida, 2002.

Comentários

Postagens mais visitadas