A proposta da Teologia da Prosperidade

Hoje o que está em jogo é um consumismo que é causa de uma falta de sentido na vida. As pessoas vão para as igrejas e prometem que elas terão carros, felicidade e posses. A perspectiva não é por Deus e sim pelos bens materiais. Deus não é oferecido como a prioridade e, sim, o que ele pode dar. Essa é a grande proposta da Teologia da Prosperidade. Algo bem difícil é tirar essa teologia do coração (Encontro de atualização do Projeto Timóteo com Jonas Madureira).

Comentários

Postagens mais visitadas