Na hora da dor confiemos no Pai Celestial

- Texto para reflexão: Compadece-te de mim, ó Deus, pois homens me calcam aos pés e, pelejando, me aflingem o dia todo. Os meus inimigos me calcam aos pés o dia todo, pois são muitos os que insolentemente pelejam contra mim. No dia em que eu temer, hei de confiar em ti. Em Deus, cuja palavra eu louvo, em Deus ponho a minha confiança e não terei medo. Todos os dias torcem as minhas palavras; todos os seus pensamentos são contra mim para o mal. Ajuntam-se, escondem-se, espiam os meus passos, como que aguardando a minha morte. Escaparão eles por meio da sua iniqüidade? ó Deus, derruba os povos na tua ira! (Salmo 56.1-7).

Um dia destes um amigo perdeu a sua esposa por causa de uma doença que tem acometido muitas pessoas que amamos: câncer. Alguns anos atrás um amigo pastor partiu com um tumor cerebral. Ele era extremamente inteligente, ele era mestre em Teologia Sistemática e doutor em Filosofia pelo Calvin Seminary em Michigan Grand Rapids EUA.
Este amigo esteve à frente do pensamento teológico da nossa igreja brasileira. Mas, quando foi acometido pela enfermidade, esteve durante um ano e alguns meses num leito totalmente dependente de Deus. Ele sempre dizia para mim que nunca imaginou estar numa situação desta. E um dia na U.T.I. do Hospital do Câncer em São Paulo, ele me disse: Estou com muita debilitação, estou sem forças físicas, mas confio no Senhor Jesus. Confio inteiramente na sua graça.
Estas são palavras de quem aprendeu a caminhar com Deus mesmo no meio da dor. Estas são as palavras de quem sabe quem Deus é, são as palavras de quem aprendeu o que significa se refugiar em Deus e depender inteiramente do cuidado precioso do Pai.
Davi sabendo da sua segurança no Pai, mesmo na hora da dor, ele nos convida também a confiar em Deus Pai. Ele diz que em meio ao temor, medo, aflição da vida, ele confiaria em Deus. Ele entregaria a sua vida e o seu coração totalmente nas mãos do Pai.
O convite deste Salmo é para que façamos o mesmo que Davi. Aprendamos a confiar no Senhor na hora da dor. Esta hora virá para todos: jovens, adultos, idosos, crianças, pobres e também ricos. E o segredo para enfrentar esta hora de dor, angústia e padecimento é confiar de maneira profunda naquele que nos conhece, naquele que nos criou e naquele que conhece de maneira absoluta toda a nossa estrutura.
Quando vier a dor como veio para este amigo que partiu e outro que perdeu a sua esposa, confie profundamente no criador. E você saberá o que significa experimentar a dependência total nos braços eternos do Pai.
O clamor de Davi é para o nome de Elohim que no hebraico é o Deus trino, no plural, aquele que tem todo o poder. Alguns espreitam e combatem Davi, então ele tem temor dentro de si e, por isso, diz que confia no Senhor Deus. Os homens querem devorá-lo, mas ele confia no Senhor.
Naquele dia de temor, Davi confiaria na intervenção divina. E as palavras dele demonstravam o tamanho da sua confiança no cuidado divino. Ele diz no versículo 4: Em Deus, cuja palavra eu louvo, em Deus ponho a minha confiança e não terei medo.
Três detalhes são importantes aqui:
 
• Ele louva a Palavra do Deus poderoso;
• Ele tem confiança nele;
• E assim o medo foge do seu coração.

Este é um processo que devemos viver na caminhada com Deus. Devemos louvar a Palavra de Deus que nos ensina a depender dele. Temos exercitar a nossa confiança nele e com esta atitude não temeremos a nada.
____________
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas