Resenha do Evangelho Maltrapilho

Lembro-me quando li há alguns anos e era tão preciosa a leitura que não queria parar. O livro é recheado de verdades profundas do Evangelho, que já conhecia, mas que me tocaram profundamente o coração. Brennan mostra que o Evangelho é o anúncio de uma grande, absoluta e eterna afeição. O anúncio de que o Deus Altíssimo, criador dos céus e da terra, ama apaixonadamente a humanidade perdida e confusa. Uma parte joia demais do livro é: O Evangelho maltrapilho foi escrito para os dilapidados, os derrotados e os exauridos.  Ele é para os sobrecarregados que vivem ainda mudando o peso da mala pesada de uma mão para a outra.  É para os vacilantes e de joelhos fracos, que sabem que não se bastam de forma alguma e são orgulhosos demais para aceitar a esmola da graça admirável.  É para os discípulos inconsistentes e instáveis cuja azeitona vive caindo para fora da empada.  É para homens e mulheres pobres, fracos e pecaminosos com falhas hereditárias e talentos limitados. Vale a pena viajar nesse livro joia para o coração.
_______
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas