Palestra 5 - Pr. Ricardo Barbosa

O Evangelho é resgatador
(Hotel Paladium – Serra Negra – 09.04.2013)
(Col 1.15-20; II Co 5.19-20)
 
Deus nos libertou do império das trevas para o Reino do seu Filho. A imagem perfeita é vinda ao mundo para resgatar os que tinham a imagem desfigurada por causa do pecado.
Deus cria o homem e mulher para procriarem e somarem na criação. Depois do pecado surge a deusa Afrodite que subjuga uma humanidade inteira que se curva diante dela.
Os poderes não puderam dominar Jesus em hipótese alguma. Jesus diz que Mamon não exerce poder sobre sua vida. Os poderes dizem que tem que ter liberdade sexual e Jesus diz que o amor não se dá através da libertinagem. Os poderes dizem que César é o poder, mas Jesus diz que ele é o Senhor.
Jesus reconcilia em si mesmo a sexualidade, a economia, as emoções, os sentimentos e a vida humana. Os poderes foram derrotados, mas não eliminados. Mas, Cristo está reconciliando todas as coisas.
O texto de II Coríntios 5 mostra que temos o ministério da reconciliação por causa de Jesus Cristo de Nazaré. Somos os ministros da redenção para trazer a visão do Reino para as pessoas. Toda vez que amamos, demonstramos graça e amizade, reconhecemos a autoridade da Palavra em nossa vida. Sempre que cuidamos da criação, dizemos sim a Cristo e não às potencias do mundo.
Deus nos reconciliou em Cristo para sermos os ministros seus na criação e devemos chamá-la de volta para o relacionamento com o Criador. Deus nos chamou para sermos ministros, servos da reconciliação. Somos embaixadores para promover a reconciliação de todas as coisas em Cristo Jesus.
A mente de Paulo, é evangélica, é moldada pelo Evangelho. Todas as coisas, visíveis, invisíveis, foram criados por Jesus e para Jesus Cristo. O que Paulo quer dizer sobre principados e potestades, poderes serem criados por Jesus e para Jesus?
Ele fala de poder que atua e que não vemos, forças, poderes, principados, potestades que atuam promovendo o pecado e morte. Foi o que aconteceu com os nossos primeiros pais. Eles são forças que conduzem a história, a política, a economia e a propaganda. Não vemos, mas percebemos os resultados claros. Ninguém assume esse poder. Mas podemos vê-los por aí na sociedade atual.
Basta olharmos para a escala da violência nas grandes cidades do Brasil. Psicólogos, sociólogos e políticos tentam entender estas forças. Mas, são forças que estão atuando dentro das sociedades e causam a morte.
O que está por trás de tudo?
Falamos de crise econômica, há forças e poderes que atuam na sociedade. No mundo antigo essas forças tinham nomes. Se uma nação guerreava contra outra nação. Os deuses daquela nação que venciam eram descrito como mais forte.
No tempo de Paulo havia poderes: Mamon. Não tratavam o dinheiro como moeda, eles tratavam como uma força, como uma potestade que colocava os seres humanos curvados diante dela. Havia a Deusa Afrodite: deusa da fertilidade. Milhares de prostitutas desciam para Corinto e se curvavam diante dela. É dentro deste contexto que Paulo está falando.
Ele chama os cristãos para entenderem essas forças. Paulo diz que Jesus nos chamou do império das trevas e nos transportou dessa realidade terrível de pecado. A linguagem de Paulo é uma linguagem do Êxodo. Linguagem conhecida pelos judeus. Com a pregação do Evangelho as pessoas são libertas do império das trevas.
Como Paulo lida com os poderes? Todas as coisas foram criadas por meio dele e para ele. Para Paulo, tudo o que Deus criou é bom! Tudo foi criado por Cristo e para Cristo. O mundo na mente de Paulo não tem separação de bom e mau. No mundo as coisas visíveis e as invisíveis são de Deus. O mundo para Paulo é bom, criado por Deus, ordenado, estruturado, não é caótico.
Aquilo que as potências assumiram é bom. O erro está no fato de que nós seres humanos abrimos mão da nossa responsabilidade para com Deus. Deus criou homem e mulher para se multiplicarem através do sexo. Com a queda e surgimento do pecado se levantou uma potestade: Afrodite.
Deus deu ao homem o dom da administração e então se levanta outra potestade: Mamon. Levanta-se César e vem essa palavra chamada de poder! Quando essas potências assumem o poder é simplesmente porque os homens se entregaram aos deuses e não conseguem mais vencer. O pecado não cria nada, ele apenas corrompe o que foi criado por Deus. Como diz Cornelius Plantinga no seu livro Não era para ser assim: o pecado é a quebra do Shalom de Deus (acréscimo meu). O apenas pecado muda a dosagem e mata.  O que Deus criou é bom e quando o homem muda o sentido, mata!
Jesus morreu para nos ajudar a viver corretamente. Jesus viveu do jeito que Deus nos criou para viver. Jesus venceu todas as potestades:
Os poderes afirmam que você tem que ter dinheiro: Jesus vem e diz que não.
Os poderes afirmam que você tem que transar e transar muito, Jesus vem e diz que não. Você pode ter um casamento puro e santo na presença dele.
O poderes afirmam que você tem que agir através da espada: Jesus diz aqueles que fazem uso das espada pela espada morrerão.
Cl 2.13-15 – a cruz foi o triunfo de Cristo sobre os poderes e as potestades.
Deus nos deu o ministério da reconciliação. Nós não precisamos nos preocupar com os poderes de Afrodite, de Mamo, de César. O que Paulo está dizendo, não é que o sexo é ruim, que o poder é ruim, que o dinheiro é ruim, e sim que estas coisas devem servir para o louvor e cuidado do próximo. Este é o mandato cultural que encontramos no Éden.
Jesus nos ensina que o mundo tentou fazê-lo escravo dessa visão, mas ele venceu o mundo e suas tentações. O mundo quis fazer dele uma pessoa devassa. Que usa o próximo para o seu próprio interesse. Muitos tentaram seduzi-lo de várias formas. Mas não conseguiram, e ele venceu. Na cruz, Jesus mostra que as potestades, os poderes não conseguiram vencê-lo.
Para pensar:
Como é que você domina os poderes da Afrodite?
O que a castidade é para o solteiro?
A fidelidade é para o casamento e isso é valoroso.
A melhor forma que você tem para dominar a potestade é desprezando.
Como você resiste Mamon?  Doando - é a maneira de dominar Mamon.
Como resistir o poder político de César? Servindo e se curvando.
__________
Anotações por Alcindo Almeida e Eleazar

Comentários

Postagens mais visitadas