Resgatando os toques humanos

Henri Nouwen diz no seu livro A volta do filho pródigo: O que nos torna humanos não é a mente, mas, o coração, não é a habilidade de pensar, mas, a capacidade de amar. Precisamos resgatar os toques humanos, precisamos sentir mais as pessoas e aquilo que acontece ao nosso redor. Percebo que nossa agenda diária está lotada de tarefas. Lidamos com os números, com as máquinas e bem menos com as pessoas. Nouwen tinha razão, o que nos torna humanos não é a mente, mas, o coração. Esse coração precisa voltar a pulsar pelo amor, pela amizade. 
Hoje lendo o Evangelho de João, percebi o quanto o Senhor Jesus estava rodeado de gente. O quanto ele tratava as pessoas ao seu redor. Imagino o toque dele nas mãos daquela mulher que foi pega em adultério. Ela quase foi apedrejada, mas foi encontrada pela graça do toque de Jesus. E ao questionar aqueles legalistas miseráveis, que trouxeram somente aquele mulher, e não o homem junto. Ele diz: Mulher, onde estão teus acusadores? Alguém te condenou? Ela responde: Ninguém Senhor! E ele disse: Nem eu te condeno, vai e não peques mais! Esse é o Jesus do toque, da graça e do amor. Aprendemos a sentir no coração esse toque divino que aproxima mais as pessoas de nós!  (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas