Deus nos leva para o seu santuário


- Texto para reflexão: Faze-me justiça, ó Deus, e pleiteia a minha causa contra uma nação ímpia; livra-me do homem fraudulento e iníquo. Pois tu és o Deus da minha fortaleza; por que me rejeitaste? Por que ando em pranto por causa da opressão do inimigo? Envia a tua luz e a tua verdade, para que me guiem; levem-me elas ao teu santo monte, e à tua habitação. Então irei ao altar de Deus, a Deus, que é a minha grande alegria; e ao som da harpa te louvarei, ó Deus, Deus meu. Por que estás abatida, ó minha alma? E por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele que é o meu socorro, e o meu Deus (Salmo 43.1-5).

Havendo a possibilidade de atribuirmos o Salmo a Davi e não aos filhos de Coré, poderemos afirmar que Davi foi expulso do seu país por causa da perseguição dos seus inimigos. E diante da crise que ele vive neste processo, pede para que Deus faça justiça e defenda a sua causa contra aqueles que são iníquos.
E a base para o coração de Davi é que Deus é sua fortaleza. Ele está triste e em opressão diante de tanta perseguição, mas ele pede para que Deus defenda a sua causa. Davi pede para que Deus envie a sua luz e a sua verdade para ele ser guiado até a casa do Senhor. Ele descansa nesta verdade para o seu coração.
A verdade é que ninguém pode enganar ao Senhor e ele sempre assiste aos seus servos. Por isso, o desejo de Davi é pela casa de Deus, é pela presença de Deus em comunhão. Porque mesmo diante das crises que ele sofre, na presença de Deus ele tinha alegria e poderia louvá-lo com sua harpa.
Lá na casa de Deus ele teria o alívio da dor na sua alma. Lá na casa de Deus ele teria a tranqüilidade no meio de toda a aflição do seu coração. Lá na casa de Deus, no santuário de Deus, ele poderia esperar sempre em Deus que era o seu socorro e o seu Deus sempre.
Quando pedimos a justiça de Deus diante das causas complicadas temos a certeza de que ele é que luta a nossa causa, ele que nos defende como defendeu Davi diante de Saul, de Simei e do seu próprio filho Absalão.
Esta é uma promessa para que não desfaleçamos na caminhada cristã. Deus é a nossa luz no meio dos obstáculos da vida. Ele é a verdade que nos guarda e nos leva para os seus braços a fim de acharmos descanso para a nossa alma.
Quando a nossa alma se abate dentro de nós é o momento de irmos para o altar de Deus. É o momento de voltar o nosso coração para o santuário de Deus. Porque nele temos consolo, refrigério, esperança e nele encontramos um cântico de louvor ao Deus da nossa vida.
Que ele nos leve para este lugar de adoração!

______________
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas