Só temos perdão quando confessamos os pecados


-Texto para reflexão: Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui a iniqüidade, e em cujo espírito não há dolo. Confessei-te o meu pecado, e a minha iniqüidade não encobri. Disse eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado (Salmo 32.1, 2 e 5).

A nossa postura tem que ser a de Davi que confessa o seu pecado e não oculta mais a sua iniqüidade. Ele confessa ao Senhor as suas transgressões e recebe o perdão da culpa do seu pecado.
O texto é bem claro para nós afirmando que bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado é o homem a quem o Senhor não atribui a iniqüidade, e em cujo espírito não há dolo. É uma idéia de alcançar uma justificação pela fé quando se arrepende dos pecados com sinceridade.
A palavra pecado no hebraico tem a idéia de errar o alvo, uma espécie de fracasso em cumprir o próprio dever. Um lapso na vida de comunhão com Deus. Por isso, precisamos confessar os nossos pecados diante do eterno, para que não sejamos impedidos de desfrutar da comunhão eterna na vida.
O nosso pecado precisa ser coberto por meio do sangue de Cristo, do contrário não somos aceitos diante do Deus Pai. É preciso haver confissão verdadeira para uma limpeza diante da santidade de Deus. Não é por acaso que Davi diz: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado.
A pressão de Davi era algo insuportável, ele não dormia, ele não respirava direito porque tinha adulterado com Bate-Seba e depois tinha assassinado o seu servo leal Urias. E quando Natã o confronta, ele tem que confessar suas transgressões, sua culpa pelos pecados diante de Deus. Ele maquinou a morte de uma pessoa absolutamente fiel no seu palácio. Davi cai em si e se prostra diante de Deus confessando o seu pecado e assim, se livra da sua culpa.
Quais foram as conseqüências da sua confissão?

Retorno da piedade e oração:

O versículo 6 afirma que Davi volta a cultivar a piedade e a oração. Ele volta a ser o Davi da intimidade e do coração sensível a voz do eterno Deus. Ele volta a celebrar Deus em comunhão. Ele volta a ser o Davi da piedade, do temor e da reverência para com Deus.

Davi vê Deus de novo:

O versículo 7 afirma que Davi vê Deus de novo como o seu esconderijo e aquele que o preserva da angústia e lhe traz alegres cânticos de livramento. A sensibilidade volta ao coração deste homem que é chamado de homem segundo o coração de Deus.
Que Deus tenha compaixão de nós para que vejamos a realidade do pecado e o confessemos de coração diante dele!

_____________
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas