Nas palmas das mãos do eterno Deus

- Texto para reflexão: Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei, os teus muros estão perante mim (Isaías 49.16).

O que mais importa não é o fato de conhecermos Deus, mas, algo maior que está implícito neste conhecimento, é o fato de que ele nos conhece. Algo profundo demais na nossa relação com Deus é que estamos gravados nas palmas das suas mãos.
Já pararam para pensar que nunca somos esquecidos por ele?
Todo o conhecimento dele depende da iniciativa permanente da parte de Deus em nos conhecer. Nós o conhecemos porque ele nos conheceu primeiro e continua a nos conhecer todos os dias que vivemos nesta vida.
A grande verdade espiritual para o nosso coração é que não há um único momento em que ele tira seus olhos de nós. Ele não é como nós que nos distraímos e nos esquecemos de ligar para aqueles amigos que estão em lutas ou passando por algo complicado. Deus é diferente, ele tem os seus olhos atentos por toda uma eternidade. Ele olha para a nossa dor, nossos sofrimentos. Ele olha para aquela moça que está aflita e com o coração partido porque acabou de perder o seu bebê que tanto esperava.
Saibamos que não há um momento sequer em que ele deixa de cuidar de nós, embora pareça às vezes, que ele está distante de nós. Não, ele está perto de nós, e o nosso nome escrito nas mãos de Deus! O nosso nome é articulado pelos lábios do eterno Deus. Este amoroso Deus que planejou o Universo simplesmente nos dá um nome, um lar, uma casa na presença dele.
Interessante avaliar a fala de Isaías quando ele se lembra dos muros de Jerusalém. Ele transporta esta realidade que aconteceu quando os muros foram destruídos e aplica para a vida espiritual. A imagem de Jerusalém está sempre diante de Deus. Os muros podem ser derrubados, mas o Senhor vê o seu povo diante dele e isto é garantia para a reedificação deles. Assim é na nossa vida diária. As coisas não vão bem, parece que tudo está perdido e que os muros nunca serão levantados. Por quê? Porque o nosso nome está na agenda do eterno Deus!
Não nos esqueçamos: Deus está constantemente consciente de nós em amor e cuidando para o nosso bem. Um texto precioso que nos lembra isto é o Salmo 48.13 e 14: Notai bem os seus antemuros, percorrei os seus palácios, para que tudo narreis à geração seguinte. Porque este Deus é o nosso Deus para todo o sempre; ele será nosso guia até a morte.
Temos o nosso nome gravado nas palmas das mãos do Deus eterno!

- Oração do dia: Que conforto temos em saber que o nosso nome está gravado nas tuas mãos oh Deus! Ajuda-nos a descansar nesta verdade todos os dias!

Comentários

Postagens mais visitadas