O “eu” é enganoso

Quando somos forçados a viver no fio da navalha da interdependência, acreditando somente no eu isolado e tentando viver confiantes em nossa identidade baseada no papel que desempenhamos, é fácil cair em desespero. Começamos a descobrir como o “eu” é enganoso (James Houston. Meu legado espiritual).

Comentários

Postagens mais visitadas