Um pouco da história do Projeto Timóteo

No início dos anos 90, um grupo de pastores e seminaristas da cidade de São Paulo se encontrava mensalmente para um tempo de reflexão e comunhão no escritório da Igreja Presbiteriana de Pirituba. Mais tarde, o grupo se encontrava disperso devido às mudanças ministeriais ocorridas, mas saudoso daquele tempo de amizade e crescimento espiritual.
Então, em 1997, sob a liderança do pastor Ricardo Agreste, este grupo de amigos decidiu encontrar-se durante três dias para um retiro de renovação emocional e espiritual, convidando outros amigos para participar dessa caminhada. A experiência foi tão boa que o grupo resolveu fazer disso uma experiência contínua ao longo dos 3 anos seguintes. Este grupo permaneceu por 5 anos, durante os quais surgiu um novo grupo de 30 pastores.
No início de 2002, quando existiam dois grupos, o Projeto recebeu o reforço do Wilson Costa, que veio como Executivo, para ajudar com sua experiência administrativa, na coordenação das atividades do Projeto e ampliar seu alcance. Isto marcou uma nova fase na vida do Projeto.
A partir do ano de 2003, foi criado o CEAP – Centro de Estudos e Apoio Pastoral, que possibilitou o estabelecimento de algumas parcerias para ampliação das atividades do Projeto. Já no ano de 2003 foram criados dois novos grupos, tendo como seus líderes os participantes mais antigos.
Além desses três grupos na região de Campinas e São Paulo, a partir de 2004 um grupo foi iniciado no Oeste de Santa Catarina, para atender pastores e obreiros daquela região e do Rio Grande do Sul. Em abril de 2005 passou a existir um quinto grupo, em Curitiba, para atender pastores de Curitiba, Ponta Grossa e região.
No início deste ano de 2006, começamos um novo ciclo de três anos com os Grupos I e III. Com pastores remanescentes dos Grupos I-A e I-B e cerca de 20 pastores novos, os Grupos I e III vão reunir 70 pastores para uma tempo abençoado de amizade e companheirismo. No conjunto dos 5 grupos, atualmente são mais de 150 pastores participando do Projeto Timóteo.
“Temos desfrutado de experiências muito preciosas e temos sido enriquecidos tanto no aspecto pessoal como ministerial. No entanto, sem sombra de dúvidas, o grande benefício que temos vivido tem sido a oportunidade de criarmos uma rede de amigos com o compromisso de oferecer suporte e cuidado mútuo.” É a avaliação que faz o pastor Ricardo Agreste, fundador e atual presidente do Projeto Timóteo.
Ao longo destes anos, nos Encontros semestrais, mais de duzentos colegas já tiveram a oportunidade de receber a ministração da Palavra por irmãos como: Adão Carlos do Nascimento, Ariovaldo Ramos, Ary Velloso, Eduardo (Badu) Rosa Pedreira, Elben Lenz César, Ivênio dos Santos, Jeremias Pereira da Silva, Naamã Mendes, Paulo Solonca, Ricardo Agreste da Silva, Ricardo Barbosa de Sousa, Ricardo Costa, Russel Shedd. Além da própria ministração de uns na vida dos outros, pela própria dinâmica do programa que desenvolvemos.

Comentários

Postagens mais visitadas