Registro divino em nós!


O texto sagrado de Isaías 49.15-16 afirma: Será que uma mãe pode esquecer do seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela pode se esquecer, eu não me esquecerei de você! Veja, eu gravei você nas palmas das minhas mãos; seus muros estão sempre diante de mim. 

Conversando com uma pessoa ela me perguntou: Pastor será que Deus se importa comigo mesmo? Respondi citando esse texto e disse para ela que todos nós estamos no calendário divino. Disse que estamos na palma das mãos do Eterno Deus. Ainda que uma mulher se esqueça do filho que cria, Deus não se esquecesse de nós. Não porque sejamos bons, merecedores, porque somos feras da vida, porque fazemos algo de forma excelente, não, mil vezes não! 

Deus é conosco por sua graça e amor mesmo. Estamos protegidos e guardados por ele e abençoados por causa da sua graça e bondade por pecadores. Estamos na graça e sustento dele porque ele resolveu fazer isso por nós. Temos o nosso nome na palma da mão do Eterno porque fomos tocados pela sua graça e compaixão. Então, não tenhamos medo da vida ou dos acasos dela, porque temos um registro divino em nós! 
Quando caminharmos no meio das lutas da vida e do coração, saibamos que não seremos abandonados pelo nosso Deus. Ele estará conosco no meio das lutas e crises da vida. 
Podemos ser abandonados pelos familiares, as pessoas podem nos deixar de lado, mas Isaías diz que ainda que uma mãe pudesse se esquecer do seu filho que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou, o Eterno Deus não se esquecerá de nós em nenhum momento da vida. Porque ele promete abrigo, segurança, amparo, fortaleza e cuidado  da nossa vida porque somos filhos dele, somos amados dele e estamos nas palmas das mãos dele. 


- Oração: Obrigado Senhor Jesus porque em ti temos segurança, abrigo e amparo para todos os momentos da nossa caminhada (Alcindo Almeida). 

Comentários

Postagens mais visitadas