Confie no controle divino



Essa semana é o momento marcante para o povo brasileiro. Teremos a nossa eleição para deputados, senadores, governadores e para o novo presidente (a) do país. Claro que todos nós temos acompanhado as candidaturas. Diante dos noticiários vemos as propostas dos mais destacados para a presidência e temos rido com algumas que são para lá de falsas e sem o menor senso crítico de quem as propõe.
Lembro-me de um escritor francês chamado Romain Rolland que disse algo que parece bem óbvio, mas bem sério: Nada está feito enquanto resta alguma coisa para fazer. É claro que se tratando do nosso amado país, há muito o que se fazer e no que nos engajar. Porque vemos uma estrutura comprometida em vários setores. Por exemplo, a economia não vai bem, os rombos nos cofres públicos, por causa da corrupção são enormes. Haja vista, os milhões que são desviados da educação, segurança e saúde e vão parar nas mãos de políticos, cuja a vergonha está estampada para todos verem.
Como ter esperança num meio tão sujo como é a política brasileira? Como votar não tendo mais esperança que todo o desrespeito com o povo acabará?
Acredito que a resposta está na Bíblia Sagrada quando olhamos para o texto de Provérbios 21.1: Como ribeiros de águas assim é o coração do rei na mão do Senhor e este, segundo o seu querer, o inclina.
Aprendemos que Deus planejou a criação e estabeleceu o homem como o vice gerente dela. Deus tinha um propósito predeterminado para a humanidade. Ela deveria ter um papel superior, uma influência dominante e um serviço responsável. Homem e mulher deveriam ser governadores sobre a criação natural sendo os representantes na criação.
Deus fez sua obra criadora de acordo com seu plano e propósito. Deus formou o homem para cuidar da terra e lhe deu autoridade para tal. A criação foi para o exercício das prerrogativas e responsabilidades reais que trariam glória para o criador e total realização da honra, alegria e paz dos seres humanos. O grande problema é que com a corrupção do coração, o homem perdeu a visão correta do reinado e se envolveu com a soberba e o orgulho, itens inerentes a ele, e que o impedem viver com o coração totalmente voltado para seu criador.
Apesar do que temos visto, a verdade é que Deus tem o controle de tudo e de todos em suas mãos. Ele reina sobre o ser humano dando a última resposta para as questões da vida humana e do cuidado da terra. Alguns governantes da nossa nação acham que podem tudo, que controlam tudo, que são os donos de tudo, mas não são, não mesmo. Há um comando, há uma direção divina em toda a criação. Isso nos deixa firmes e mais seguros, mesmo no meio de toda essa indecisão da estrutura política, econômica e social no Brasil.
Para dormirmos em meio a tanto caos e desilusões na nossa nação precisamos aguçar e manter o foco na direção do Deus da Bíblia Sagrada. O texto é enfático e profundo: Como ribeiros de águas assim é o coração do rei na mão do Senhor. Fiquemos em paz na vida porque todo coração humano está nas mãos do Deus Eterno. Ele quem dá o tom para a vida, ele quem dirige a história mesmo que tenhamos lutas, tempestades e dificuldades como temos assistido em nossa nação.
Deixo algumas dicas para descansarmos em Deus e realizarmos o nosso papel como vice gerentes na criação:

1.           Tenhamos humildade para ver Deus no controle de tudo:

Agostinho de Hipona diz algo relevante demais: “Foi o orgulho que transformou anjos em demônios, mas é a humildade que faz de homens anjos”.
As pessoas orgulhosas acham que controlam tudo, mandam em tudo e todos. Acham até que nunca morrerão. As pessoas orgulhosas acham que têm razão de tudo e podem absolutamente tudo. Negativo, Deus está no controle e é ele quem dirige nossa vida e coração. Aquilo que ele deseja, ele faz e pronto. Precisamos voltar nosso coração para a humildade em reconhecer Deus na direção da vida, porque não podemos realizar nada sem a direção dele. O nosso país tem governantes, mas acima deles está o criador dos céus e da terra. Como diz o salmista: Ele reina e está acima de todos.
Cuidado com o orgulho na vida, ele mata, ele nos faz solitários e independentes de Deus e de todos. O escritor Ken Blanchard diz algo sério: “Tire seu ego do caminho e siga em frente”.

2.           No tempo da crise voltemos o coração para Deus:

Todos nós passamos pela noite escura da vida, choramos com a dor e perdas na vida. O diferencial é quando entendemos que a boa mão de Deus tem o poder de inclinar para um lado ou para o outro o nosso coração. Nada acontece sem a permissão do dele. Tudo o que acontece está dentro do plano que ele mesmo estabeleceu para nossa vida.
Lembremos disso, o coração do rei está nas mãos do Senhor e ele trabalha do jeito que ele quer, ele o inclina para fazer tudo o que ele deseja, o que ele tem planejado. Se ele permitir que passemos por crise, é para aprender e voltar o coração para ele. Porque ele controla e dá o tom para a sobrevivência diante de todas as situações.
Lembro da escritora Kay Warren quando ela afirmou: A cada dia, ao acordar, vivo com mais paixão e propósito do que vivia antes, pois não sei nada sobre o amanhã – o amanhã pertence a Deus, tudo o que sei é sobre hoje. Isso faz todo sentido para entregar nosso coração no meio das lutas para o dono dele. Kay perdeu um filho de 27 anos e mesmo assim teve coragem e firmeza para dizer isso.
Devemos planejar todas as nossas ações, devemos participar do momento histórico da vida e como cidadãos olhando para nossa responsabilidade na criação. Mas, sempre guiados pela direção de Deus porque o nosso coração é dele, para ele e vive em função da graça e amor dele.
Que a graça do Eterno seja sobre nós.

 __________
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas