O Cristo de Deus

Jesus disse em Lucas 9.20: Perguntou-lhes então: E vós, quem dizeis que eu sou? - O Cristo de Deus, respondeu Pedro. 
Uma geração extremamente confusa é a dos anos 60 e 70. Ela sempre procurou uma resposta para o significado da existência. Em agosto de 1969 houve o Festival de Música “Woodstock” nos EUA e dias depois houve na Inglaterra. Este foi um evento marcado por inúmeras tragédias como, por exemplo: os jovens atraídos pela música de Jimi Hendrix foram parar no hospital por causa do uso de LSD . 
Havia 200.000 jovens que deliravam e gritavam. Cinquenta mil almoçaram cigarros de maconha, a maioria jantou cápsulas de LSD. Cerca de 30 mil foram hospitalizados por causa do excesso de drogas. Nesta geração dos anos 60 e 70 havia uma busca pelo significado da vida. A busca se concentrava nas drogas exageradas, na bagunça e no sexo. Esta geração não encontrava o significado para a existência. O problema era existencial.
Lucas nos mostra qual é o único vivificador da vida, o único que nos conduz ao Pai. O único que satisfaz o vazio do coração trazendo esperança, alegria e paz. Pedro é usado pelo Deus eterno para a resposta da pergunta: E vós, quem dizeis que eu sou? A resposta é uma só: O Cristo de Deus. Esta é uma das respostas mais teológicas, mais profundas acerca de Jesus de Nazaré. Pedro reconhece aqui a sua limitação como homem pecador, reconhece a sua miséria como homem. Ele reconhece que Jesus é o único que pode trazer algo de concreto para o coração do homem. 
Pedro viu Jesus acima de Moisés que foi instrumento de Deus para a providência do maná. Pedro teve uma compreensão absolutamente espiritual acerca de Jesus. Por isso, ele afirmou de maneira profunda: O Cristo de Deus.
Jesus é o Cristo de Deus para nós, ele é a fonte para a nossa vida espiritual, ele é o nosso Senhor e Salvador. Sem ele não temos vida eterna, vida em comunhão plena com a Trindade. Vivamos para o Senhor Jesus Cristo de Nazaré!


- Oração: Senhor nos ajuda a reconhecer que só em ti temos vida em plena comunhão com o Pai. Só tu és o alimento espiritual. Só tu és satisfação para a nossa vida porque tu és o Cristo de Deus (Alcindo Almeida).

Você também pode gostar

0 comentários