Provados e examinados pelo Eterno

Davi diz no Salmo 26:1 a 3: Julga-me, ó Senhor, pois tenho andado na minha integridade; no Senhor tenho confiado sem vacilar. Examina-me, Senhor, e prova-me; esquadrinha o meu coração e a minha mente. Pois a tua benignidade está diante dos meus olhos, e tenho andado na tua verdade. 
Eu gosto demais do jeito que Davi fala, se expressa e ora diante do Senhor. Ele pede para que Deus o examine provando-o e esquadrinhando seu coração e mente. Ele quer ter um coração limpo e reto diante de Deus. Ele quer andar de maneira honesta e verdadeira diante daquele que o ama e cuida dele. Davi pede para que o Senhor prove as suas afeições mais profundas.
Como precisamos fazer isto na relação que temos com Deus. Necessitamos pedir que nos prove e veja se há algum caminho ruim, que atrapalha a comunhão com o nosso Senhor. Precisamos pedir para que ele examine o nosso coração, pois, como a Bíblia diz, o coração é corrupto, enganoso e muitas vezes não dá atenção aos princípios das Escrituras Sagradas. 
Precisamos pedir para que o Senhor prove e examine a integridade do nosso coração. Pedir para que ele esquadrinhe, ou seja, vá até no mais íntimo do nosso ser, para que tudo seja limpo e fique transparente diante dele. Percebemos no texto que, depois de fazer esta oração, Davi entende que a benignidade de Deus está diante dos seus olhos e percebe que ele tem andado na verdade de Deus. Ele percebe que não tem se assentado com homens falsos, nem se associado com os dissimulados. Ele entende que tem lavado suas mãos na inocência. Ele tem um coração voltado para o louvor e para contar todas as maravilhas do Senhor. 
Com este coração limpo e moldado pelo Senhor, Davi tem amado o recinto da casa e o lugar onde permanece a glória do Senhor. Não deixemos de buscar este coração limpo e que pela graça divina, ele fique transparente diante do criador. E peçamos para que o Eterno sempre examine, sonde e faça uma ressonância diária no nosso coração! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas