Um lugar secreto

No texto de Mateus 6:1-8 temos a proposta de Jesus sobre o secreto do nosso quarto. É o convite para um tempo de oração em secreto porque quem não sabe orar em secreto, com a porta fechada, não aprenderá a contemplar Deus quando estiver nos lugares públicos. Como diz o teólogo Ricardo Barbosa: A espiritualidade secreta do quarto nos habilita para uma espiritualidade verdadeira em público. 
O quarto é um lugar pessoal e não um lugar simplesmente fechado. O secreto do quarto é aquilo que tem a ver com o que acontecerá quando sairmos dele. Portanto, a intimidade no secreto do quarto nos leva para uma singularidade na relação com Deus e com o nosso próximo. Essa experiência nos leva para uma verdadeira comunhão com a Trindade e com o próximo. Deus está no nosso coração e, por isso, precisamos do secreto para ouvir a voz do Pai. O secreto é um caminho para a liberdade no público. Pois, no secreto, é Deus nos ouve, que conhece os segredos do nosso coração e as motivações mais escondidas da nossa alma. 
O caminho para uma espiritualidade sadia no público, começa quando fechamos a porta do quarto, e oramos sabendo que a comunhão com o Pai é real, que a intimidade com ele é verdadeira, que a oração é ouvida e a alma é nutrida na presença do Pai. Neste mundo tão agitado em que as pessoas cuidam do corpo para se mostrarem bonitas, um mundo em que eu preciso ter mais do que ser. Precisamos urgentemente do silêncio da alma no secreto do quarto. O silêncio na presença do Pai é o elemento essencial da espiritualidade na vida (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas