Um plano divino


Ontem eu li mais uma vez o livro de Rute e o capitulo 4.13 afirma: Assim, tomou Boaz a Rute, e ela passou a ser sua mulher; coabitou com ela, e o Senhor lhe concedeu que concebesse, e teve um filho. Quando lemos esse texto, percebemos que é um desfecho divino da história de uma mulher que humanamente falando, teria tudo para ver sua vida se perdendo. Só que aparece na vida dela uma palavra divina chamada: providência. A nuvem sobre a cabeça de Rute e Boaz está cheia de misericórdia. A história começou com a perda de Noemi. Ela termina com ganho de Noemi. O versículo 17 é o grande destino da longa e tortuosa estrada da vida de Noemi. E as vizinhas lhe deram um nome, dizendo: A Noemi nasceu um filho.
Que extraordinário vermos o sinal da graça de Deus em retrocessos amargos na vida de Noemi e de Rute. Primeiro, quando toda a vida de Noemi parecia desabar em Moabe, foi Deus quem deu Rute a Noemi. Em segundo lugar, Noemi dá a impressão no capítulo 1, que não há esperança que Rute pudesse se casar e criar filhos para continuar a linhagem da família (1.12). Mas, o tempo todo Deus está preservando um homem rico e piedoso chamado Boaz, para fazer exatamente isso. O motivo é claro e sabemos que isso foi obra de Deus. Noemi reconhece que por trás do encontro acidental de Rute e Boaz estavam os traços da bondade de Deus, que não as abandonou.
Diante dessa história linda, deixo algumas verdades divinas para nós:

1.            Em todos os prejuízos que temos de suportar Deus já está planejando a solução.
2.            Deus prepara todos os detalhes da nossa história.
3.            Deus trabalha nos amargos contratempos da nossa vida para lapidar a nossa fé. Lembremos que quando Noemi perdeu o marido e os filhos, Deus lhe deu Rute que seria um marco para sua história de vida.
4.            A nossa vida não é uma linha reta sempre, ela tem desvios e curvas, mas Deus faz nos fará chegar onde ele deseja que cheguemos.
5.            Olhemos para o Eterno Deus sempre e perceberemos que ao longo de toda a história algo muito maior do que poderíamos imaginar acontecerá.
6.            Dentro de um plano divino, Deus preparou simplesmente a vinda do maior rei que Israel teve, Davi. E o nome de Davi traz consigo a esperança do Messias, a nova era de retidão, paz, liberdade da dor, do choro e da tristeza.
7.            A história da nossa vida se desdobrará num grande rio de esperança porque Deus está nela com sua providência graciosa (Alcindo Almeida).


Comentários

Postagens mais visitadas