O monge alemão Anselm Grün disse algo precioso sobre I João: "A primeira epístola de João nos diz que Deus é amor. O amor de Deus impregna toda a criação. E o amor de Deus é também a fonte interna da qual bebemos. Mas, Deus não é apenas amor, ele é também um "tu", um interlocutor, que podemos conhecer. E quando conhecemos Deus, conhecemos nossa própria verdade". Concordo com Grun e isso nos faz bem e nos liberta. Já pararam para pensar nesse amor divino? um amor que se entrega, um amor que rasga um pedaço da Trindade e mada aqui para a terra a fim de amar pecadores como nós. Que amor é esse que envia a segunda pessoa da Trindade para morrer numa cruz por um bando de miseráveis? Que amor é esse que faz o Deus da criação ser humilhado por pecadores a fim de cumprir o plano de redenção? que amor é esse? Um amor divino que desce do céu para tomar o lugar de pecadores. Esse amor é para nós de graça e com entrega total. Agradeçamos a Deus por esse amor que vem dele para nós todos os dias! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas