Reflexão 3

"O pastor ao qual servimos pode ver a nossa miséria e derramar sua compaixão a fim de nos socorrer em tempo oportuno. O nosso pastor pode ver a nossa dor e nos consolar com a sua graça à medida que necessitamos, porque ele sabe o que significa a dor. Jesus, mais do que qualquer outro ser humano, entende e se identifica com a dor humana. O nosso pastor pode nos perdoar os pecados porque ele foi à cruz para remover toda pena que nos condenava. O nosso pastor pode dar cabo da nossa tristeza porque ele foi ferido para trazer paz e alegria ao coração humano. E não nos esqueçamos que este é apenas um dos benefícios da encarnação de Cristo. Um dia desses estava em uma visita na casa de um amigo, presbítero da nossa comunidade. Ele estava com câncer na faringe. Estava totalmente debilitado sobre uma cama, um homem muito inteligente, cheio de conhecimentos e profundo conhecedor da história da igreja como da história da humanidade. Naquele tempo ele se encontrava enfermo num leito de dor a muita angústia. Mas, as palavras do pastor da nossa alma ecoaram em seu coração quando li este Salmo para ele e no final disse: o pastor Jesus está com o irmão e nada irá lhe faltar. Aquele homem com os cabelos já grisalhos, com o rosto marcado pelas lutas da vida, ensaiou uma resposta positiva quando as lágrimas dos seus olhos começaram a cair no seu rosto".
(ALMEIDA, Alcindo. Salmo 23: descanso no pastor da nossa alma. São Paulo: Arte Editorial, 2007, pp. 30 e 31).

Comentários

Postagens mais visitadas