Discipulado da cruz

Brenann Manning disse: Ser cristão é ser como Cristo. Devemos perder a vida de algum modo, a fim de encontrá-la. O cristianismo prega não apenas um Deus crucificado, mas também homens e mulheres crucificados. Paulo disse: Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo (Gl 6:14). A grande verdade para nós é que não existe discipulado sem cruz. Não somos seguidores de Jesus Cristo de Nazaré sem a realidade da cruz. 
Somos chamados para um caminho de renúncia radical de tudo na vida. Quando andamos com Cristo, a cruz faz parte do processo da vida, nós entramos num projeto de morte diária do nosso ego. Porque seguir a Cristo, ter o discipulado no coração é viver para ele, é fazer o que ele deseja e não nós. 
Lembro-me do ano 2008, quando estava para mudar de igreja. Eu tinha o grande desejo de ir para uma comunidade que já almejava demais! Um dia, estava no carro, esperando para uma reunião com o Conselho de uma igreja que me convidou para um processo de pastorado no ano 2009. Ali naquele lugar, antes de entrar para a reunião, orei assim: Deus, a minha vontade é ir para essa comunidade que está coração, mas não quero fazer o que quero. Eu quero fazer o que o Senhor quer! O resultado é que Deus não fez o que eu queria mesmo, ele me mandou para outra igreja que nunca imaginei que iria. 
Estar no centro da vontade de Deus é morrer para o nosso ego e vontade. Estar no centro da vontade de Deus, é seguir a jornada da cruz, porque abrimos mão do nosso querer para que o querer divino seja feito em nosso coração. Que aprendamos a nos gloriar em Cristo através do discipulado da cruz! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas