Perseguidos, o ataque global aos cristãos

Vejam que interessante o testemunho a respeito de alguns cristãos em relação ao domingo, o dia do Senhor, em Mianmar, uma ditadura que tenta destruir o cristianismo. No Brasil, muitos "crentes" nem precisam de uma pressão como essa. Basta uma simples festa de aniversário ou passeio para que a adoração a Deus fique em terceiro plano: "O Conselho de Estado para a Paz e Desenvolvimento (CEPD) promoveu deliberadamente reuniões do comando militar e sessões de treinamento para empregados do governo aos domingos, forçando os cristãos a escolher entre as reuniões oficias e o comparecimento aos cultos nas igrejas. Trabalhadores que optam por ir à igreja são despedidos e substituídos por budistas" (Perseguidos, o ataque global aos cristãos. pp. 258-259).

Comentários

Postagens mais visitadas