Cuidado com o pecado!



Há um tempo que cedemos ao desejo, que alguém bebeu ou fumou! Há épocas em que tivemos de mentir como, por exemplo, na adolescência que é uma fase difícil demais. No capítulo 11 de II Samuel, o rei Davi cedeu ao desejo, matou, enganou e mentiu malignamente. Davi teve uma queda grotesca. E é algo que não conseguimos entender vindo de um homem com tamanha sensibilidade diante de Deus. Ele seduz e engravida Bate-Seba, assassina seu marido e engana seu general e soldados. Depois ele se casa com ela. Ela tem o filho. 
A verdade parece estar totalmente coberta. O observador descuidado não detecta nenhuma razão para preocupação. Davi tem uma nova esposa e uma vida feliz e tudo parece bem no seu trono. Mas, nem tudo está bem no coração de Davi. Ele mais tarde, descreverá esse período de pecado encoberto em termos explícitos: Enquanto eu mantinha escondidos os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer. Pois dia e noite a tua mão pesava sobre mim; minhas forças foram-se esgotando como em tempo de seca (Salmo 32.3-4). 
A alma de Davi lembra uma fase totalmente estéril, vazia e frustrada. Por causa do pecado a alma de Davi está envolta em tristeza. Sua harpa está pendurada e sem cordas, a sua esperança hibernando. E diante do pecado terrível que Davi cometeu não consegue escapar. Por quê? Porque Deus continua a trazê-la à tona. Com essas palavras o narrador introduz um novo personagem ao drama de Davi e Bate-Seba: Deus. Até aqui ele não aparecia no texto, não havia sido mencionado na história. Davi seduz — não há menção de Deus. Davi conspira — não há menção de Deus. Urias enterrado, Bate-Seba casada — não há menção de Deus. Não se fala com Deus e Deus não fala. Só que ele percebe tudo o que de maneira maquiavélica Davi fez. Ele adulterou, enganou seu aliado fiel e usou Joabe de maneira falsa e malvada para por fim à vida de Urias. 
Não brinquemos com o pecado, ele nos pega na esquina da vida. Não tem jeito, o princípio é o mesmo para todo tempo, o que plantarmos certamente colheremos. Tudo que fazemos de ruim nessa terra, um dia teremos a conta disso. Davi estava pensando que iria dar tudo certo no seu plano maquiavélico e não deu mesmo. Deus estava vendo tudo e entristeceu-se por ver o homem segundo seu coração agindo como louco e com uma insensatez de animal! Cuidado com o pecado! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas