Para compartilhar precisamos aprender a amar Deus sobre tudo


- Texto para reflexão: Dt. 30.6.

Sabemos que se Deus não intervir no nosso coração ele anda de maneira absoluta corrupta e totalmente distante do Senhor. A Palavra de Deus diz que o coração tem inclinações terríveis para o mal. Ele é miseravelmente corrupto. Sem Deus é totalmente pedra, sem Deus ele é seco, sem Deus ele opta sempre por aquilo que é ruim e que não combina com as coisas retas.
Moisés diz que o Senhor circuncidará o nosso coração. Mas, o que significa isto? Significa a remoção de toda a corrupção que traz condenação para nós. Moisés diz: “Também o Senhor teu Deus circuncidará o teu coração e o coração de tua descendência, a fim de que ames ao Senhor teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma, para que vivas” (Dt. 30.6).
É a remoção daqueles pecados que nos separam de Deus e da sua graça e a semeadura de qualidades cristãs, retas que são feitas pela ação soberana do nosso deste coração
[1][1]. É a mudança de um coração que era de pedra e agora passa a ser de carne. Um coração que era duro e passa a ser mais sensível. Um coração que era totalmente alheio a qualquer princípio de justiça e verdade e agora passa a observar isto. Um coração que não enxergava Deus e agora pela sua graça enxerga.
Quando Deus muda o nosso coração de pedra para um de carne, o nosso amor por ele se torna real e eficaz. Passamos a andar em comunhão de amor com ele. Pensamos no seu Reino, vivemos por amor à sua causa. Reconhecemos que somos amados dele e por isso, passamos a amar e ser amados. Vivemos com um coração mais disposto a servir com amor, com sinceridade. Acontece em nós uma circuncisão espiritual no coração. O amor é enxertado em nosso coração para amarmos ao Senhor e andarmos na presença dele todos os dias.
Começamos a aprender que não somos feitos para amar coisas terrenas. Só o que é insubstituível, único e imortal pode tocar nossa mais profunda sensibilidade humana e ser uma fonte de esperança e consolação
[2][2]. Só podemos amar ao Senhor quando nos guardamos das corrupções terríveis deste mundo. Só podemos amar ao Senhor quando a nossa alma está limpa e pura diante do criador. Só podemos amar a Deus quando crescemos com um coração voltado para ele e quando crescemos experimentamos gradativamente a presença dele em nosso coração.
Só podemos amar ao Senhor quando os nossos olhos estão voltados para as grandezas dele. Só podemos amar ao Senhor quando o nosso coração jamais se esquece de quem Deus é e do que ele faz todos os dias na vida. Só podemos amar ao Senhor quando ensinamos às gerações todas as obras e ações que Deus faz na vida. Só podemos amar ao Senhor quando os nossos ouvidos ouvem toda a Palavra de Deus.
Só podemos amar a Deus quando o nosso coração é totalmente dele e não do mundo de pecado e rebeldia. Porque muitos têm dado brechas para que o coração seja envolvido e laçado pelo mundo. Não podemos ser de Deus e do mundo ao mesmo tempo. Coração dúbio é para os doidos espiritualmente falando. Ou o nosso coração é exclusivamente de Deus, ou não tem negócio no Reino de Deus. Moisés diz: A fim de que ames ao Senhor teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma, para que vivas.
Quando amamos de todo o coração e alma o pecado não é mais habitual em nós. Quem mentia constantemente não mente mais. Porque a verdade de Deus penetra este coração para não ficar mentindo, roubando, caluniando e fazendo o que é mal diante do Deus santo e reto. O pecado é tirar Deus do lugar central do nosso coração e colocar o nosso eu no centro de tudo. Pecado é recusar dar lugar a Deus no centro do nosso ser que é o coração (KIVTZ, 2004, P. 100).
Quando amamos de todo o coração e alma nos tornamos pessoas inteiras, completas, saudáveis e equilibradas na presença do eterno Deus. E daí podemos oferecer toda a nossa vida com o que somos e fazemos de todo o coração para o Deus de amor e bondade na vida.


Pr. Alcindo Almeida

[1] CHAMPLIN, R. Norman. Comentário de Deuteronômio. São Paulo: Hagnos, 2004, Vol. II, p. 871.
[2] NOUWEN, Henri. Transforma meu pranto em dança. São Paulo: Textus, 2002, p.106.

Comentários

  1. Esta mensagem sobre o coração é ótima. Há muito que eu precisaria ver uma mensaem desta. Parabens ao meu amigo Alcindo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Emoção X Razão: Mulheres agem de forma emocional, homens se comportam racionalmente

Estudo 26: A mulher sunamita: generosa e hospitaleira - (II Reis 4.8-37)

Homenagem na Betsaida