A humildade e fraqueza de Davi como servo de Deus


- Textos da reflexão: E quanto a mim, hoje estou fraco, embora ungido rei; estes homens, filhos de Zeruia, são duros demais para mim. Retribua o Senhor ao malfeitor conforme a sua maldade (II Sam.3.39).

O texto de II Samuel no capítulo 3 retrata a história de Davi e Abner quando se encontraram para fazerem aliança de paz. Joabe sabendo disto ficou irado e questionou a atitude do rei deixando Abner ir embora livremente. Joabe não se conformava e retirando-se de Davi, enviou mensageiros atrás de Abner, que o fizeram voltar do poço de Sira, sem que Davi o soubesse.
E o texto diz que quando Abner voltou a Hebrom Joabe o tomou à parte, à entrada da porta para lhe falar em segredo e ali, por causa do sangue de Asael, seu irmão, o feriu no ventre, de modo que ele morreu.
Davi quando o soube este caso rasgou as vestes, cingiu-se de sacos e pranteou diante de Abner. Davi chorou junto da sepultura de Abner. Davi fala do príncipe que caiu e demonstra a sua humildade e simplicidade como rei de Israel. Ele demonstra a sua fraqueza como homem mesmo sendo o mais poderoso da nação de Israel.
Davi não é soberbo, ele não é orgulhoso como rei, ele se humilha, ele reconhece que se Deus não o dirigir na vida, ele cometerá loucuras como esta feita por Joabe.
Davi diz que é fraco mesmo sendo o grande guerreiro de Israel. Mesmo sendo o grande vitorioso ele reconhece que sua sabedoria, sua preparação como guerreiro de Deus não são suficientes para lidar com a fragilidade humana. Ele entende que o homem comete deslizes terríveis e demonstra assim, a sua fraqueza, a sua limitação. Ele percebe que foi traição o que Joabe fez. Matou alguém por vingança. Joabe encheu o coração de ódio e se vingou com as próprias mãos. Nisso Davi vê a fragilidade humana e se comporta com humildade diante de Deus e de todos os homens dizendo: hoje estou fraco, embora ungido rei.
Davi é rei da nação, mas se considera fraco por causa da compreensão da natureza humana corrompida. Ele sabe do que o homem é capaz de fazer. Por isso, ele entrega a causa para Deus, ele entrega esta questão terrível para o seu Senhor.
Como precisamos compreender a nossa fragilidade humana, o quanto somos vulneráveis, o quanto falhamos diante de Deus. Mesmo que tenhamos força humana, sabedoria humana e todos os recursos que podemos ver na terra, somos fracos e limitados. Somos inclinados a fazer coisas que entristecem ao nosso Deus.
Davi tem consciência disto e demonstra a sua humildade diante de Deus quando afirma que é fraco, frágil e limitado.
Deus exalta os que se colocam nesta posição de fraqueza, mas a Bíblia diz que ele humilha os que não são humildes.
Cuidado com a nossa vida, não achemos que somos fortes e independentes de Deus. Sem Deus agindo na nossa vida, somos os mais vulneráveis e os mais limitados neste vida. Só com a ação de Deus é que nossa humildade vem e reconhecemos que somos fracos e dependentes dele para tudo!

Alcindo Almeida

Você também pode gostar

0 comentários