Somos os uperetas divinos

Hoje é dia do pastor presbiteriano! Dia de refletir sobre o nosso papel como servos! Nós somos os que trabalham na causa do Reino. Somos os que doam a vida para os outros. Somos os  despenseiros divinos. Como Paulo diz em 1 Coríntios 4.1-2: Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. Além disso, requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel. 
Paulo diz que o pastor deve ser considerado como ministro de Cristo. Interessante é o significado desta palavra no grego, língua original do NT. No grego diz que os homens deveriam considerar os pastores como uperetas de Cristo. O upereta era aquele que levava o livro da lei na Sinagoga, sua função era a mais insignificante na Sinagoga, ele era o servidor da sinagoga, era o mais humilde da sinagoga. Upereta era o remador que ficava no fundo do barco e ninguém via! 
O upereta viabiliza a vida e não se preocupa com os holofotes. Os uperetas são os que se preocupam com a entrega sem serem vistos. Nós como pastores, somos os uperetas divinos de Cristo, nossa função é de servos e somos os menores de todos, para que Cristo apareça, para que Cristo seja o centro de tudo. Que nesse dia reflitamos sobre a essência de um pastor, um pastor é servo não um executivo para ser mais do que os outros. Ele é apenas servo do maior pastor: Jesus Cristo de Nazaré! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas