A vida de Frank Laubach

Frank Laubach deu início à prática de permanecer na presença de Cristo. É interessante perceber que, 40 anos depois, quando deu o que considerava um passo muito pequeno, por causa do tempo, em direção à eternidade, Frank Laubach morreu. Aos 85 anos ele era um dos homens mais conhecidos e mais queridos do século XX. Tentar dizer quem foi Frank Laubach ou mesmo resumir sua vida em um espaço tão pequeno é simplesmente impossível. Ele foi o homem mais viajado dos tempos modernos. Ficou conhecido em quase todos os lugares da terra. Inúmeras honras lhe foram concedidas; entretanto, na ocasião em que recebeu o famoso prêmio “Homem do Ano”, disse humildemente: O Senhor não quer contar meus troféus, mas minhas cicatrizes.
Ele escreveu mais de 50 livros, muitos deles best-sellers que tiveram uma influência de escala mundial. Foi, talvez, o maior educador dos tempos modernos e foi apontado por muitas pessoas como uma das figuras mais raras do século. As realizações de sua vida são quase intermináveis. No entanto, os melhores momentos da vida desse incrível homem levam a uma adorável, solitária e pequena colina, atrás da choupana em que vivia na ilha de Mindanao.

Frank Laubach escreveu suas experiências durante esses dias, em uma série de cartas para seu pai, das quais condensamos estes escritos. Quando olhamos para a vida e desse homem, percebemos que eles tiveram vida com Deus. Ele foi um homem de vestes alvas e nunca faltou o óleo sobre a cabeça dele.

Comentários

Postagens mais visitadas