Contemplação no coração

É através do nosso coração que podemos vislumbrar o amor divino e a comunhão com o Pai, e assim podemos dizer não para outras coisas. Para voltar o nosso coração inteiramente para o Pai, precisamos da graça para que ele não vire pedra, e sim carne, para andarmos a cada dia na presença do Pai. O Senhor nos convida para voltarmos o nosso coração inteiramente para ele, porque o coração é o lugar sagrado, é a fonte da nossa vida, é o lugar onde o Espírito Santo faz morada. É o lugar onde cultivamos a contemplação do Eterno. Voltar o coração para o Pai é entrar num processo de contemplação profunda diante dele. E o que é contemplação no coração? 
Contemplação vem da palavra latina templum, que significa templo, um lugar, um espaço para observação, demarcado pelo sacerdote para reservar um tempo especial para adoração a Deus. Este momento é um caminho que se não percorrermos na presença do Pai, danificamos o coração e deixamos a nossa alma seca. Então, voltemos o nosso coração para o Senhor. Esta prática nos leva a um momento precioso de cultivar a oração e a adoração, pois sem isso morreremos. O texto de Deuteronômio 10.12 diz: Agora, pois, ó Israel, que é que o Senhor requer de ti? Não é que temas o Senhor, teu Deus, e andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e de toda a tua alma. Que andemos com o Eterno contemplando-o no nosso coração todos os dias da vida! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas