Um paradigma de espiritualidade

Ao ler o Livro de Gênesis me deparei com o capítulo 30 que a gente não presta muito atenção, por conhecer bem. É o texto sobre a chegada dos filhos de Jacó. Só que bateu forte no coração o versículo 22: Lembrou-se Deus de Raquel, ouviu-a e a fez fecunda. Ao ouvir Raquel, Deus simplesmente mandou um dos maiores homens que o Velho Testamento conhece, José. Um tipo de Cristo, alguém que é um paradigma de espiritualidade e santidade para nós. Que lembrança divina e profunda! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas