Um amigo franco

Que coisa!  A gente normalmente condena os ditos "amigos de Jó". Só que Eliú parece ser mesmo um amigo franco e ele consegue fazer o diagnóstico dos sintomas de auto-suficiência e justiça própria na vida de Jó. Vejam a coragem em indagar Jó: Achas que é justo ao dizeres: Maior é a minha justiça do que a de Deus? (Jó 35.1-2). Tem que ter coragem para dizer isso para um amigo! Porque esse questionamento mexe com o ego inflamado, que chega a achar que pode questionar as ações divinas! Que Deus coloque em nosso caminho amigos francos e sinceros assim, que eles nos ajudem a perceber o quanto somos miseráveis e pecadores. Que eles nos ajudem a olhar o quanto somos pequenos e necessitamos todos os dias da graça especial do Eterno Deus! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas