Leituras em maio de 2015


NOUWEN, Henri M / Gaffney, Walter J. Envelhecer a plenitude da vida. São Paulo: Paulinas, 1998. Este livro traz ao leitor pensamentos comoventes e inspiradores sobre o significado do envelhecer, seja para quem está passando pelo processo ou mesmo para os jovens. O texto do renomado autor de obras de espiritualidade é realçado por 85 fotografias que reproduzem diversas cenas da vida e da natureza, mostrando como fazer dos anos tardios uma fonte de esperança em vez de uma época de solidão. Envelhecer - a plenitude da vida é um livro notável, que oferece muitos temas para meditação, para benefício da vida espiritual. Será uma fonte de alegria e otimismo para muitas pessoas. Contém 152 páginas.

SANTOS, Delci Esteves. Deus sabe o que faz. Assim obedeci as suas ordens sem discutir. São Paulo: Editora Vale da Bênção, 2014. Essa é uma biografia absolutamente sincera da amiga e também missionária Delci, uma mulher de fibra, coragem e muita sensibilidade espiritual. Ela realiza uma missão profunda na Casa das Formigas em Moçambique e no livro ela nos traz todo o relato do preparo dela para chegar lá, lutas, perdas, vitórias, mover de Deus e direção para ela chegar lá. Contém 150 páginas.

SCAZZERO, Peter. Igreja emocionalmente saudável. São Paulo: Editora Vida, 2014. A igreja New Life Fellowship em Queens, Nova York, possuía tudo: um ensino poderoso, ministérios dinâmicos, uma impressionante taxa de crescimento e a visão de fazer grandes obras para Deus. As coisas pareciam estar bem, mas, abaixo da superfície, a situação estava fervilhando. As coisas estavam prestes a explodir, forçando Peter Scazzero a confrontar as necessidades da igreja e as suas próprias, que eram bem mais profundas do que ele poderia ter imaginado. O que ele aprendeu sobre a ligação vital entre saúde emocional, profundidade de relacionamentos e maturidade espiritual pode trazer luz a problemas dolorosos em nossa própria igreja. Contém 302 páginas.

VOSKAMP, Ann. Vida simples, vida plena. São Paulo: Mundo Cristão, 2015. Há uma promessa divina que aponta para a possibilidade de vivermos uma vida abundante. E é essa vida plena, que satisfaz os desejos mais íntimos do coração, que cristãos e não cristãos vêm buscando nos últimos dois mil anos. Com rara beleza poética, Vida simples, vida plena redescobre a força sobrenatural que existe no ato de agradecer e nos abre os olhos para a importância de aprender a ver, a sentir e a valorizar as pequenas e as grandes realizações, e a perceber que aí residem a plenitude e o verdadeiro contentamento. Vida simples, vida plena nos convida a reconhecer, diariamente, as incontáveis bênçãos de Deus. Contém 256 páginas.

HUNTER, James C. De volta ao mosteiro. Rio de Janeiro: Sextante, 2014. Em De volta ao mosteiro, Hunter retoma a história do monge e do executivo, dois anos depois do retiro onde se conheceram. Eles se reúnem com os outros cinco participantes do primeiro seminário em busca de uma compreensão mais profunda sobre a formação de grandes líderes. O reencontro traz à tona uma dura constatação: só um dos integrantes do retiro anterior conseguiu colocar em prática os poderosos princípios aprendidos. Enquanto revela as razões para isso, Hunter nos convida a refletir sobre nosso comportamento. Será que estamos agindo como verdadeiros líderes em casa, no trabalho e com os amigos? Com novas percepções a respeito de como as pessoas podem vencer suas barreiras internas e fazer mudanças significativas em suas vidas, este livro ensina os passos necessários para o desenvolvimento das habilidades de liderança. Além disso, aborda um tema rico e ainda pouco explorado: a construção de comunidades de alto desempenho. Contém 190 páginas.

SELEGATO, Antonio Lucas Minighelle. Aramil - O Mensageiro. São Paulo, 2014. Esta é a história da própria vida de Selegato em forma de poesia, e personagens criados em que ele desfruta as mais incomparáveis experiências da jornada humana. Dos mais distantes rumores, das mais tristes histórias, sempre há algo a se aprender. Porque a vida pode nos oferecer muito mais do que vemos ou imaginamos. Cada momento pode ser mais uma preciosa surpresa, a cada decisão uma nova oportunidade. Muitos querem coisas, mas não têm nenhuma iniciativa, pois quando o medo, seja ele qualquer, domina, diz o autor: Você está acabado. E foi por isso que eu não me deixei dominar. Porque não há trevas, há falta de luz. Não há ódio, há ausência de amor. Não há tristeza, há falta de alegria. Não há tédio, há falta de iniciativa. Não há medo, há ausência de coragem. Contém 244 páginas. 

Comentários

Postagens mais visitadas